Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais
Acessar
Você está aqui: Página Inicial Artistas A ABRAMO, Lívio

ABRAMO, Lívio

Lívio Abramo

Araraquara, SP - 1903

Assunção, Paraguai - 1992

Gravador, ilustrador, desenhista. Muda-se para São Paulo em 1909 e no início da década de 20 cria ilustrações para pequenos jornais; na mesma época entra em contato com a obra de Oswaldo Goeldi e de gravadores expressionistas alemães. Durante o governo Vargas, ingressa na política e filia-se ao Partido Comunista, sendo expulso do mesmo em 1932. No começo dos anos 30 envolve-se com intensidade em atividades sindicais, intensidade esta manifesta em seu trabalho pela incorporação da temática social. Neste período chegou a ser preso duas vezes por motivos políticos. No início dos anos 40 trabalha no escritório do arquiteto Oswaldo Arthur Bratke. As ilustrações do livro "Pelo Sertão", de Afonso Arinos de Mello Franco (1949), apresentadas no Salão Nacional de Belas Artes, lhe renderam o prêmio de viagem ao exterior. Segue em 1951 para Paris, onde frequenta o Atelier 17, aperfeiçoando-se na gravura em metal com Stanley William Hayter. Volta ao Brasil em 1953, neste mesmo ano é premiado como melhor gravador nacional da Bienal Internacional de São Paulo. Em 1956 funda com artistas paraguaios o Taller de Grabado Julian de la Herreria, em Assunção. Entre 1956 e 1959 integra a diretoria do MASP. Dá aulas de xilogravura na Escola de Artesanato do MAM/SP. Com Maria Bonomi, funda o Estúdio Gravura, em São Paulo, 1960. A partir de 1962 transfere-se para o Paraguai, onde deu continuidade a sua produção em gravura.

Imagens de Lívio Abramo