Ferramentas Pessoais
Acessar
Seções
Você está aqui: Página Inicial Matérias-primas Frutas Maracujá Aspectos Nutricionais e Farmacológicos

Aspectos Nutricionais e Farmacológicos

O suco do maracujá oferece ao organismo que o ingere, entre outras coisas, boa quantidade de vitaminas, especialmente A e C, além de sais minerais, como cálcio e ferro, e fibras. Cada 100 ml de suco contém, em média, 53 cal, variando conforme a espécie utilizada.

O teor de ácido ascórbico é muito bom no maracujá, variando de 17 a 35 mg/100 g de fruto para o maracujá roxo e entre 10 a 14 mg/100 g de fruto para o maracujá amarelo. Os compostos voláteis, em número de 18, respondem pelo sabor e aroma. A coloração amarelo-alaranjada do suco é devida a um complexo de pigmentos carotenóides, com predominância do caroteno.

O uso medicinal do maracujá, talvez uma das plantas medicinais mais conhecidas do Brasil, baseia-se nas propriedades calmantes (depressora do SNC) da Passiflorina (ou Maracujina), um sedativo natural encontrado nos frutos e folhas. A Farmacopéia Brasileira, em suas três edições, inclui entre as monografias a espécie Passiflora alata Ait., indicando as folhas como parte usada. Várias são as especialidades do comércio farmacêutico brasileiro que apresentam o extrato de Passiflora como um dos componentes. Além disso, o uso de infusos (chás) é amplamente difundido.