Ferramentas Pessoais
Acessar
Seções
Você está aqui: Página Inicial Matérias-primas Frutas Maracujá Características Botânicas

Características Botânicas

A taxonomia da família Passifloraceae, especialmente do gênero Passiflora, ainda gera algumas dúvidas e controvérsias, quando se refere a exploração comercial de algumas espécies pela confusão existente na denominação de certas formas cultivadas de grande importância econômica e, conseqüentemente, na definição de suas características agronômicas.

O maracujazeiro pertence à família Passifloraceae, ordem Violales, caracterizada pela presença de uma corona típica, formada por um a cinco verticilios concêntricos. Esta ordem possui 24 famílias. A famíliaPassifloraceae está, atualmente dividida em duas tribos: Paropsieae ePassifloraceae. A tribo Paropsieae, possui seis gêneros, distribuídos na Europa, Ásia e África. A tribo Passifloraceae, possui quatorze gêneros, sendo encontrado cinco destes nas Américas. No Brasil encontram-se dois desses gêneros: Dilkea Passiflora. O gênero Passiflora domina completamente esta família, com cerca de 400 espécies, das quais 150 são indígenas do Brasil. Este compreende trepadeiras herbáceas ou lenhosas, podendo apresentar-se como ervas ou arbustos de hastes cilíndricas ou quadrangulares, angulosas, suberificadas, glabras ou pilosas. Seus representantes apresentam as características da família e diferem dos outros gêneros pela presença de cinco estames, cinco pétalas e cinco sépalas, pelo ginandróforo ereto com estames de extremidades livres e com três estigmas. Em algumas espécies, as folhas são arredondadas e em outras são profundamente partidas, com bordos serrados. Flores grandes, vistosas, de coloração que pode variar de branco-esverdeada, alaranjada, vermelho ou arroxeada, de acordo com a espécie. Floresce de dezembro a abril. O fruto, geralmente arredondado, com casca espessa de coloração verde, amarelada, alaranjada ou com manchas verde-claras, de acordo com a espécie. Sementes achatadas, pretas, envolvidas por um arilo de textura gelatinosa de coloração amarelada e translúcida. Frutifica durante o ano todo, menos intensamente de maio a agosto.

Das espécies brasileiras, acredita-se que mais de 60 produzem frutos que podem ser aproveitados direta ou indiretamente como alimentos. Apesar disso, poucas são cultivadas comercialmente, quase totalidade das culturas comerciais do mundo estando restrita ao maracujá-amarelo, Passiflora edulis f. flavicarpa Deg., importante devido a qualidade do arilo que envolve as sementes, no qual se extrai um delicioso néctar. Os frutos do P. edulis são ovóides ou globosos, apresentando entre 4 a 5 cm de diâmetros, com coloração amarelos, amarelos esverdeados ou púrpuros, com pilosidades, tamanho, espessura da casca e coloração da polpa variáveis. O maracujá doce, Passiflora alata Dryand., apresenta frutos obovóides ou periformes, com 8 a 10 cm de comprimento por 4 a 6 cm de largura, com coloração amarela na maturação e uma casca espessa protegendo a polpa comestível.

Prefere climas quentes e úmidos, sendo cultivado em todos os países tropicais. Necessita de solo argiloso-humoso, profundo, fértil e bem drenado. Pode ser plantada em qualquer região do Brasil, exceto onde ocorrem geadas.