Ferramentas Pessoais
Acessar
Seções
Você está aqui: Página Inicial Matérias-primas Frutas Uvas de Mesa Cultivo de Videiras

Cultivo de Videiras

A videira precisa, anualmente, de um período de repouso fisiológico. Este repouso poderá ser provocado pelo frio, como ocorre nas regiões clássicas da viticultura, ou pela seca como ocorre nos estados de Pernambuco e Bahia, por exemplo.

Clima:

Temperatura- influencia no crescimento, desenvolvimento e qualidade dos frutos. Suporta calor desde que seja seco. Há casos de até 50°C. Suporta grandes frios, sendo que a -1°C ocorrem danos à vegetação e a 2°C, danos aos frutos. As temperaturas ideais variam conforme a variedade.. Importante é o número de horas de frio (horas igual ou inferior a 10°C) que depende da variedade.

Pluviosidade- resistente a seca e isto depende do porta-enxerto, sistema de condução e densidade de plantas. Ideal: 630mm a 785mm/ano.

Luz-1200 a 1400 horas de luz/ano.

Ventos- problemas com moléstias (antracnose), quebra de ramos e perda de água por transpiração. É indispensável a implantação de quebra-ventos.No sul do país, há problemas com geadas.

Solos:

Devem ser evitados os solos excessivamente úmidos, mal drenados, muito argilosos ou arenosos e os muito ricos em sais.

Condução:

Pode ser feita através da forma "latada" ou espaldeira.

Propagação:

Através de estaquia (variedades americanas ou híbridas) e enxertia, sendo que o porta-enxerto são variedades americanas e híbridas e a copa são variedades européias.

parrera.jpg (49464 bytes)