Ferramentas Pessoais
Acessar
Seções
Você está aqui: Página Inicial Matérias-primas Outros Gengibre Características Botânicas

Características Botânicas

Foto3.gif (257639 bytes)

Zingiber Oficinale

Os ramos partem de um rizoma tuberoso, articulado, reptante e vivaz, é planta anual de 30 cm a 1,20m de altura, com as folhas invaginantes, estreitas, lanceoladas, de cor verde escura, lisas na face superior e um tanto áspera na inferior, tendo na junção com a bainha uma ligula bífida. As flores acham-se dispostas em espigas presas a hastes especiais que saem diretamente dos rizomas e estão envolvidas por escamas grandes, obtusas e invaginantes, que se encurtam para a extremidade.

As espigas formadas pelas flores são oblongas, cobertas de brácteas imbricadas, lisas, tendo em cada axila uma flor protegida por uma outra bráctea de tamanho muito menor que as primeiras, que envolve o ovário e o cálice, este é tuberoso e tri-denteado, a corola também é tubulosa, de cor amarela pálida e acha-se dividida em três seguimentos quasi iguais, oblongos, pontiagudos, que alternam com as divisões calicinais; os estames em número de três, sendo um só fértil e petaloide, antera bilocular, de discencia longitudinal; o ovário é tri-locular e em cada loja tem um grande número de óvulos anatropos, que se acham inseridos na angulo interno.

O fruto é uma cápsula tri-locular, loculicida, que se fende em três válvulas; os grãos são azulados e contém um albumem carnoso.

O rizoma é geralmente articulado, formando de tubérculos ovóides, prensados uns contra os outros, rugosos, em número de 2-3, assemelhando-se aos dedos de uma mão, de 3-5cm de comprimento sobre 12-18milímetros de grossura, cobertos por uma epiderme delgada de cor amarelada ou pardacenta, tendo a parte carnosa compacta um pouco suculenta, de cor amarela clara, de aroma e de ativo sabor picante um tanto acre.

Necessidades Climáticas: O gengibre se desenvolve melhor em altitudes menores que 600 metros, com temperaturas entre 25-30 ºC, com precipitações superiores a 2000 mm anuais, com boa distribuição durante o ano.

Solos: Requer solo fértil, bem drenado, planos que facilitem sua mecanização, pH em torno de 5,0- 6,0.

Plantio: O plantio é realizado em setembro outubro, em sulcos de 10 cm de profundidade, cobrindo-se os rizomas com uma camada de solo de 3-4 cm. São utilizados pedaços de rizomas com um peso médio de 60 gramas, sendo importante que tenha ao menos 2 ou 3 gemas visíveis.

Espaçamento: O espaçamento entre sulcos ou linhas varia de 0,8m – 1,5m, dependendo basicamente do tamanho das máquinas utilizadas. Entre plantas o espaçamento varia normalmente de 0,3 – 0,5 m, dependendo principalmente da variedade utilizada e também da fertilidade do solo- solos mais férteis, utiliza-se espaçamentos menores (0,3).

Tratos culturais: Adubações, capinas, amontoas.

Pragas e moléstias: Pragas: Nematóides, lagarta rosca. Moléstias: Antracnose, cercosporiose e bacteriose.