Ferramentas Pessoais
Acessar
Seções
Você está aqui: Página Inicial Matérias-primas Outros Gengibre Histórico

Histórico

Foi introduzida no Brasil pelos holandeses no século XVI, era exportada naquela época para toda Europa. No século XIX no entanto passou a ser cultivada apenas para o consumo particular, apesar de ser encontrada silvestre em vários lugares. Neste século não mais exportada e nem aproveitada para fins comerciais, sendo que o gengibre usado pela indústria farmacêutica deste século era proveniente de Londres, Hamburgo e África. Conforme a coloração e segundo a origem distinguia-se duas variedades principais. A de rizoma branco ou levemente amarelo e o gengibre acinzentado que era proveniente da África. O gengibre africano tinha rizomas grossos marcados por anéis salientes, cobertos de uma epiderme cinza amarelada que ao ser descascado mostrava uma coloração menos pardacenta e no ponto onde havia as radicelas viam-se manchas escuras ou pretas, mas a parte interna era esbranquiçada ou amarelada. O povo costumava chamar de gengibre da Jamaica o gengibre branco ou amarelado, porém o gengibre mais apreciado durante boa parte do século passado era o gengibre de Bengala.

Os rizomas deste último gengibre já vinha descascado, sua forma era alongada, fina, não tão rugoso quanto o da Jamaica e África e de cor branca amarelada, ou simplesmente amarelo, é de peso muito mais leve do que o gengibre da África, porém mais fibroso no interior e de cor esbranquiçada e de aroma e sabor mais suave. Toda esta distinção existia devido a origem da importação do rizoma.

Na Índia o gengibre é conhecido pelo nome sanscrito Sringavéra, donde se derivou a denominação grega e desta para o latim de Zingiber.

O gengibre era tão conhecido quanto a pimenta em algumas parte da Europa.

Foi muito utilizado como medicamento para tratamento da malária, que é uma doença comum na região orígem da cultura.
No intercâmbio de condimentos, desde a antigüidade, o gengibre seco foi o mais importante condimento na Ásia. No séc. XIII, Marcopolo relatou detalhadamente sobre gengibre..

Foto5.gif (18856 bytes)