Ferramentas Pessoais
Acessar
Seções
Você está aqui: Página Inicial Operações Unitárias Transformação Emulsificação

Emulsificação

As emulsões são suspensões estáveis de um líquido em outro no qual é imiscível. Sua estabilidade é obtida pela dispersão de gotas muito finas de um líquido (denominado fase dispersa) em outro (denominado fase contínua).

A emulsão é estável quando persiste, sem mudanças, durante grandes períodos de tempo - sem que as gotas da fase dispersa coalesçam (ou seja, se unam) umas com as outras, ou flotem ou sedimentem.

A estabilidade das emulsões é regulada por forças interfaciais, pelo tamanho das gotas da fase dispersa, pelas propriedades viscosas da fase contínua e pela diferença de densidade entra ambas as fases. Os efeitos superficiais dependem das propriedades das substâncias que compõem as duas fases, ainda que, com freqüência, se adicione um terceiro componente (o agente emulsionante), que é absorvido na interface e impede a coalescência das gotas. As cargas elétricas superficiais também contribuem para evitar que as gotas se unam.

O tamanho das gotas da fase dispersa é importante, sendo da ordem de 1-10µm. A coalescência das gotas da fase dispersa é evitada pelo aumento da viscosidade da fase contínua. Quanto mais próximas as densidades dos componentes, menor será o efeito de separação exercido pelas forças da gravidade.

Preparação de emulsões:

A característica essencial de uma emulsão é o pequeno tamanho das gotas da fase dispersa. Isso se consegue exercendo forças cisalhantes muito grandes sobre o líquido que será disperso, que dividem o material em milhares de partículas pequenas.

Esse cisalhamento é obtido passando o líquido através de uma bomba de alta pressão, descarregando essa pressão repentinamente por expansão do líquido através de um bocal pequeno. Podem também ser utilizadas forças centrífugas para obter-se a ação cisalhante. Discos girando a alta velocidade produzem grandes forças de cisalhamento sobre os líquidos que fluem sobre eles. O fluxo entre discos que giram em direções contrárias pode ser utilizado para produzir emulsões.

As emulsões já preparadas podem ser estabilizadas por tratamento posterior, que reduza ainda mais o tamanho das gotas, o que é conseguido pelo cisalhamento da emulsão, processo conhecido por homogeneização.

A emulsão é utilizada para a produção de: