Abertura:Roger Chartier aborda memória e esquecimento

chartier palestra 2019 abertura

A conferência de abertura foi preferida pelo historiador francês Roger Chartier, com o título "Entre memória e esquecimento: as temporalidades da história, das mídias e das experiências". Configurou-se como um momento valioso em que o conferencista abordou a memória como produção da autenticidade do testemunho como algo vivido no passado.

Sob olhares atentos da plateia, em auditório cheio da UFRN, Chartier contextualizou o momento atual do Brasil, abordando questões sobre a democracia, além de falar sobre temporalidades, memória e esquecimento.

Considerado um dos principais representantes da última geração da Escola dos Annales, Roger Chartier trouxe, ao longo de mais de cinquenta anos de carreira, discussões fundamentais para a teoria da história e a historiografia. Centrou-se na história cultural e, em particular, no estudo da cultura escrita, do livro e das práticas de leitura na Europa. É diretor e  pesquisador da Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais e professor do Collège de France, ambos em Paris. Foi professor visitante em diversas universidades pelo mundo e continua atuando em diversas redes internacionais de pesquisa. Especializou-se em história moderna, mas recentemente está também preocupado com os processos de transformações das textualidades, dos livros e das leituras no contexto da comunicação digital.

Ações do documento
registrado em:

Bannes alcar 2019

selo

 

Iniciativa


unesco

  metodista



parcerias

ahc

 

mestrado espanha


Filiação

 
socicom

outros sites

intercom

 

sbpjor

 

 compos

 

história e audiovisual logo

 

Historicidades Log

 


ALCAR - Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia

E-mail: alcar@ufrgs.br