Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Seções

​ Chamada para publicação de livro - Parceria Alcar-Brasil e AHC-Espanha e Portugal

Logo alcar e ahc

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO 



A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES DE HISTÓRIA DA MÍDIA  e a ASOCIACIÓN DE HISTORIADORES DE LA COMUNICACIÓN convidam aos sócios/interessados das duas instituições( com mensalidades atualizadas),  a enviar textos para o primeiro livro a ser publicado por meio da parceria firmado entre a ALCAR- Brasil e a AHC- Espanha- Portugal.


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES DE HISTÓRIA DA MÍDIA

ASSOCIACIÓN DE HISTORIADORES DE LA COMUNICACIÓN

 

 

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO

 

TEMA

OS DESAFIOS DA PESQUISA EM HISTÓRIA DA COMUNICAÇÃO: entre a historicidade e as lacunas da historiografia

 

Os desafios da pesquisa em História da Comunicação, compreendendo os meios e empresas em seus diversos suportes, os personagens, os contextos, assim como, os processos e as práticas de  um fazer comunicativo e/ou informativo e, obviamente, as transformações que ocorrem na essência de cada prática, a partir de sua relação com a sociedade e das intervenções tecnológicas que se impõe a cada dia; revelam que de forma contumaz os investigadores se debruçam sobre temáticas históricas e sociais que podem ser localizadas no jornalismo e em outras práticas de comunicação; como também, focam em uma história do campo concentrada na história das empresas de comunicação ou de seus personagens mais destacados e/ou polêmicos e, mais raramente, se debruçam sobre a historicidade do campo, procurando descortinar a partir das figuras que compõem a essência de cada prática, traços de historicidade que permanecem no tempo, ou que dele se apartam em determinados contextos.

Nesse sentido e considerando que estamos viajando pelos caminhos da História reconhecemos com Veyne (2010) a natureza lacunar da história enquanto discurso ( historiografia). Reconhecemos com Certeau (2011, p. 41) que a história é um discurso sobre o passado,”[...] um morto que é figura objetiva de uma troca entre vivos”. Como também reconhecemos a importância da operação historiográfica que se estrutura no tripé: lugar social, história enquanto prática e história enquanto escrita (CERTEAU, 2011).

Por outro lado, não podemos desconsiderar os caminhos filosóficos de contestação da historiografia, sobretudo, no campo da história da filosofia que observamos em Hegel (2008) e Heidegger (2005) e que consideram que a história está muito menos na historiografia do que na essência de cada fenômeno por ela analisado, levando Koselleck (2014) a analisar o que viria a ser a historicidade e como esta se insere na historiografia de forma intrínseca.

Nesse sentido, o livro, que a parceria entre a ALCAR e a AHC, pretende publicar tem como objetivo trazer à tona questionamentos acerca das práticas historiográficas realizadas no campo da comunicação, que muitas vezes se concentram nos contextos históricos da sociedade, nos personagens e nas empresas de comunicação e muito menos nos aspectos profundos dos fenômenos comunicativos midiáticos. Como também, tem a intenção de revelar modos de fazer uma nova história para a comunicação, ou, dar visibilidade, a pesquisas iniciais neste sentido.

.

 

CRONOGRAMA DE TRABALHO DA EQUIPE ORGANIZADORA


- Data limite para envio dos textos                                                   10/06/2018
- Avaliação dos textos recebidos                                                      até 11/07/2018
- Divulgação dos textos aceitos e notificação aos autores selecionados e não selecionados                                                                                            até 12/07/2018

- Revisão dos originais pelos autores                                                12/07 a 20/07

- Encaminhamento dos originais para diagramação e edição do livro                                                                                                                                          20/08/2018

FORMATAÇÃO DOS TEXTOS


Os textos, em arquivos doc, docx ou rft, devem estar configurados da seguinte maneira:
- Título em tipo Times New Roman, corpo 12, negrito.
- Nome do autor e uma minibiografia contendo entre 75 e 100 palavras
- Texto em letra Times New Roman, corpo 12, entrelinha 1,5, recuo de parágrafo de 1,25, margens justificadas.
- Utilizar itálico somente para destaque em palavras no corpo do texto ou palavras em língua estrangeira.
- O tamanho máximo de cada trabalho deve ser de 20 páginas, na formatação indicada. 
- Citações devem ser realizadas de acordo com as normas da ABNT (AUTOR, data ou AUTOR, data, página). Citações com mais de 3 linhas devem ser destacadas do corpo do texto corpo 11, tipo Times New Roman, entrelinhas simples.
- No caso de citações de trabalhos em língua diferente da usada no texto, preferencialmente traduza a citação, inserindo o texto original em nota de rodapé com a indicação (tradução livre) ao final.
- Figuras e imagens, se utilizadas, devem estar em P&B e com resolução em 600 dpi.


ENDEREÇO PARA SUBMISSÃO DOS TRABALHOS:

ALCAR: alcar@ufrgs.br

AHC: secretario@ahiscom.org

 

COMISSÃO ORGANIZADORA LIVRO ALCAR-AHC

Ana Regina Rêgo – ALCAR

Antonio Hohlfedlt - ALCAR

Maria Berenice Machado- ALCAR

Jaume Guillamet- AHC

Jorge Pedro Sousa- AHC  

Alberto Peña Rodriguez – AHC

Ações do documento
registrado em:

selo

 

Iniciativa


unesco

  metodista



parcerias

ahc

 

mestrado espanha


Filiação

 
socicom

outros sites

intercom

 

sbpjor

 

 compos

 

história e audiovisual logo

 

Historicidades Log

 


ALCAR - Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia

E-mail: alcar@ufrgs.br