Você está aqui: Página Inicial

CAP

CENTRO DE AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA DA UFRGS

Avaliação Psicológica

 

O CAP realiza Avaliações Psicológicas para a comunidade de baixa renda ou para integrantes da comunidade da UFRGS (servidores, alunos e professores), mediante encaminhamento de profissionais da área da saúde e educação.

Psicodiagnóstico

Psicodiagnóstico é um processo com duração de tempo limitada (entre 6 e 10 atendimentos) que utiliza técnicas e testes psicológicos. O processo inicia-se com entrevistas. No caso de crianças, as entrevistas são realizadas inicialmente com os pais. No caso de adultos ou adolescentes, geralmente as entrevistas são com o próprio paciente e, se houver necessidade, entrevistas com os pais ou outros familiares são realizadas. Após isso, são administrados os testes. Nessas avaliações, o psicólogo identifica e avalia aspectos específicos, estabelece diagnóstico e prevê seu curso possível. O processo termina com a comunicação ao paciente dos resultados através de entrevista de devolução da avaliação e fornecimento de um documento escrito, nos quais são indicados novos encaminhamentos e sugeridas intervenções quando necessário.

Avaliação Neuropsicológica

A avaliação neuropsicológica é solicitada para verificar um possível impacto de disfunções neurológicas no comportamento, cognição ou personalidade de um indivíduo. Ela é útil para descrever as possibilidades e as dificuldades cognitivas de pacientes portadores de: traumatismo crânio encefálico (TCE), acidente vascular cerebral (AVC) ou “derrame”; distúrbios da memória e déficits de atenção; distúrbios psiquiátricos ou neuropsiquiátricos; distúrbios do desenvolvimento e da aprendizagem; efeitos do uso crônico de drogas e substâncias tóxicas. Nessa avaliação, são investigadas funções cognitivas, emocionais e comportamentais através do uso de testes e procedimentos padronizados, com o objetivo de diagnóstico, pesquisa ou auxílio no planejamento de reabilitação, de programas de recuperação ou de apoio de aprendizagem. As funções avaliadas incluem as áreas: orientação; atenção, memória e aprendizagem; linguagem e funções verbais; habilidades acadêmicas; organização e planejamento; percepção e funções motoras; humor, comportamento e personalidade. A relação entre disfunções neurológicas e dificuldades nessas áreas é realizada através de discussões interdisciplinares de profissionais da área da saúde (neurologistas, psiquiatras, psicólogos e fonoaudiólogos) e de contato com o profissional responsável pelo paciente.

Avaliações de funções específicas

É a avaliação que visa investigar funções delimitadas na solicitação do profissional que encaminhou o paciente, como, por exemplo, o nível de inteligência. Transcorre com duração de tempo mais curta, se comparada ao Psicodiagnóstico.

Como encaminhar

O paciente ou profissional que encaminhou deve telefonar para o CIPAS (3308-5453) ou comparecer à secretaria do local (Rua Ramiro Barcelos, 2777 - sala 314). Nessa ocasião, será preenchida uma ficha de cadastro contendo dados de identificação do paciente, sua renda familiar, motivo da avaliação e profissional que encaminhou. O paciente entrará na lista de espera e será chamado posteriormente para agendar a triagem. Após, o paciente ou responsável será contatado por telefone para a realização do primeiro atendimento.

A secretaria funciona de segunda a sexta das 9h às 18h.

« Dezembro 2017 »
Dezembro
DoSeTeQuQuSeSa
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31