ATENÇÃO, ESTUDANTES DE DOUTORADO: Proficiência registrada em histórico escolar (nível mestrado)

Em caso de proficiência registrada em histórico escolar (nível mestrado), cabe ao PPG aceitá-la ou não, com base em seu regimento. Em caso de aceite, o registro da proficiência é feito diretamente pelo programa de pós-graduação, não sendo necessário abrir processo de equivalência junto à CAPLLE.

Se este não é o seu caso, abaixo seguem as orientações para solicitar a sua equivalência.

 

Equivalência

I - Serão aceitos como equivalentes:

  1. Atestados de Proficiência de Leitura em Língua Estrangeira de outras universidades brasileiras aplicados regularmente aos alunos dos cursos de pós-graduação, como parte das exigências curriculares. No atestado devem constar explicitamente: a indicação de aprovação OU a nota mínima (7,0) e que o mesmo visa a atender às exigências curriculares dos cursos de pós-graduação.
  2. Diploma de graduação em Letras (Licenciatura ou Bacharelado, com habilitação na língua em questão).
  3. Atestados de Proficiência de Leitura em Língua Estrangeira de universidades brasileiras ou estrangeiras cujo nível de proficiência corresponda expressamente ao nível B2 ou acima do Marco Comum Europeu de Referência para as Línguas (MCER).

Observações importantes

  • Não serão aceitos atestados de proficiência de leitura em língua estrangeira emitidos por empresas terceirizadas.
  • Não serão aceitos atestados de proficiência de leitura em língua estrangeira emitidos por centros universitários ou faculdades brasileiros.
  • A CAPLLE só pode aceitar como equivalente aqueles certificados de proficiência que correspondam às línguas oferecidas pela CAPLLE (alemão, espanhol, francês, italiano e inglês). Certificados de proficiência em outras línguas, inclusive em português, não serão aceitos. Alunos que tenham feito o Celpe-Bras não precisam entrar com solicitação de equivalência, estando os PPGs aptos a colocar a proficiência diretamente no sistema. 
  1. Alunos que tenham realizado estudos no exterior: alunos/as que tenham realizado estudos de graduação ou pós-graduação no exterior, parcial ou integralmente, poderão solicitar análise de equivalência por meio dos seguintes procedimentos: (1) abertura de processo no SEI (veja como fazê-lo ao final desta página); (2) inclusão de, pelo menos, 2 (dois) documentos que comprovem proficiência de leitura em nível B2 como, por exemplo, histórico escolar acompanhado das súmulas das disciplinas e/ou atividades acadêmicas realizadas com êxito, atestados ou declarações de realização de atividades na língua requerida emitidos pela instituição estrangeira, cartas de recomendação ou relatórios de avaliação, emitidos por representantes da instituição estrangeira, que atestem a proficiência linguística.

Além desses, aceitamos os seguintes certificados: 

I. Língua Alemã

  1. Goethe-Zertifikat a partir de B2
  2. DSD II -Deutsches Sprachdiplom der Kultusministerkonferenz
  3. PWD Prüfung Wirtschaftsdeutsch International
  4. DSH - Deutsches Sprachdiplom für Hochschulen]
  5. TestDaF nivel 4
  6. OnSET - Online-Spracheinstufungstest des TestDaF-Instituts - a partir de B2

II. Língua Espanhola

  1. DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera). Níveis B2, C1 ou C2);
  2. CELU (Certificado de Español Lengua y Uso). Níveis: intermediário (equivalente ao B2) ou avançado (equivante ao C1 e C2)

III. Língua Francesa:

  1. Diploma de NANCY em Língua Francesa emitido por uma Aliança Francesa;
  2. Certificado DELF/DALF a partir do nível B2;
  3. TCF - Test de connaissance du français

IV. Língua Inglesa:

University of Cambridge

  1. FCE - First Certificate in English (University of Cambridge - UK); 
    CAE - Certificate of Advanced English (University of Cambridge - UK);
  2. CPE - Certificate of Proficiency in English (University of Cambridge - UK);
  3. IELTS - British Council (mínimo: 6-overall band). O certificado possui validade de dois anos.  

TOEFL - Test of English as a foreign language (Todos os certificados do TOEFL possuem validade de dois anos):  

  1. iBT - mínimo de 22 pontos no item Reading para modalidade internet-based;
  2. CBT - mínimo de 19 pontos no item Reading na modalidade Computer-based; 
  3. Paper-based - mínimo de 52 pontos no item Reading na modalidade Paper-based;
  4. ITP - mínimo de 56 pontos no item Reading (3ª nota da modalidade Institucional Testing Program aplicada na UFRGS) [NOTA: são aceitas apenas cópias do “Test Taker Score Report” ou do “Examinee Score Report” ou do “Score Report” devidamente autenticadas.]

TOEIC (Test of English for International Communication):

  1. pontuação mínima no item "reading": 385 pontos na modalidade. O certificado possui validade de dois anos

V. Língua Italiana:

  1. CELI 3 - Università per Stranieri di Perugia;
  2. CILS DUE - B2 - Università per Stranieri di Siena.

II - Validade:

Serão aceitos como válidos para solicitação de Equivalência os certificados/atestados que, na data da abertura do processo, não ultrapassarem 8 (oito) anos de sua realização.
Caso o certificado/atestado apresentado possua prazo de validade próprio, e for inferior a 8 anos, valerá o prazo de validade do referido certificado. Se, entretanto, o prazo de validade do certificado apresentado for superior a 8 anos, valerá o prazo estipulado pela CAPLLE, ou seja, máximo de 8 anos.

III – Autenticação

Documentos nato-digitais possuem valor de originais.
Documentos digitalizados pelo interessado são considerados cópias simples e estão regulamentados pelo Decreto 8.539, de 8 de outubro de 2015, que afirma, nos Artigos 11, 13 e 14, o seguinte:


Art. 11. O interessado poderá enviar eletronicamente documentos digitais para juntada aos autos.

§ 1º O teor e a integridade dos documentos digitalizados são de responsabilidade do interessado, que responderá nos termos da legislação civil, penal e administrativa por eventuais fraudes.
§ 2º Os documentos digitalizados enviados pelo interessado terão valor de cópia simples.
§ 3º A apresentação do original do documento digitalizado será necessária quando a lei expressamente o exigir ou nas hipóteses previstas nos art. 13 e art. 14.

Art. 13. Impugnada a integridade do documento digitalizado, mediante alegação motivada e fundamentada de adulteração, deverá ser instaurada diligência para a verificação do documento objeto de controvérsia.
Art. 14. A administração poderá exigir, a seu critério, até que decaia o seu direito de rever os atos praticados no processo, a exibição do original de documento digitalizado no âmbito dos órgãos ou das entidades ou enviado eletronicamente pelo interessado.

IV - Procedimentos para solicitação de equivalência

O interessado deve abrir processo SEI, um para cada língua, em www.ufrgs.br/conecte-se, munido dos seguintes documentos:

Valor da taxa: R$ 45,00 (quarenta e cinco reais)



PAGAMENTOS VIA PIX:

OU

QRCode

*atenção: NÃO utilizar o CNPJ da FEENG como chave de pagamento.



TRANSFERÊNCIAS VIA TED OU DOC:

Banco do Brasil: 001
Conta: 301.462-2, do projeto CAPLLE PREST SERV DE
Agência: 3798-2

*em transferências entre bancos diferentes, utilize o CNPJ da FEENG: 02.475.386/0001-13.

Observações:

  1. A operação bancária deve ser identificada com o nome ou o CPF do depositante.
  2. Em depósitos efetuados via aplicativo de celular ou por meio do Internet Banking, a identificação do depositante será inserida de modo automático no comprovante.


ABERTURA DO PROCESSO:

  1. Acessar o sistema SEI através do link www.ufrgs.br/conecte-se

ALUNO DA UFRGS - Clicar na opção SEI ALUNO no menu superior e entrar com o e-mail UFRGS e senha do Portal do Aluno. NOTA: O seu e-mail UFRGS possui o formato  xxx@ufrgs.br (onde xxx é o número do seu cartão, incluindo os zeros iniciais). Apesar de ser um “Acesso para Usuários Externos”, alunos da UFRGS não precisam se cadastrar.
ALUNO EXTERNO – Clicar na opção SEI – USUÁRIO EXTERNO no menu superior para solicitar cadastro no sistema SEI.

  1. No menu à esquerda, selecionar Peticionamento > Processo novo.
  2. Escolher o Tipo do Processo: Pós-Graduação: Equivalência de proficiência em leitura em língua estrangeira
  3. Preencher o formulário de peticionamento: Solicitação de equivalência de proficiência (documento principal)
  4. Carregar o comprovante de proficiência (documento essencial), e o comprovante de pagamento da taxa (documento essencial), que deverá ser especificado:

Documento complementar: Apenas para alunos bolsistas de acordos bilaterais (conforme  especificado no item II acima, de acordo com a sua língua).

  1. Clicar em Peticionar.
  2. O resultado será enviado, em até 7 dias úteis, diretamente para o seu PPG para registro no histórico. Você receberá um e-mail somente se houver necessidade de complementar a documentação. Você poderá acompanhar o andamento do processo pelo próprio SEI.

Caso tenha dificuldade com a plataforma SEI, envie um e-mail para sei@ufrgs.br.