A vaca premiada

Nelson Rodrigues
- Comentários -

Comentário: Luís Augusto Fischer (UFRGS)

Insistindo na mesma questão, Nelson aqui ironiza o sede brasileira por reconhecimento internacional. Para tanto, recolhe uma evidência cultural, de tipo antropológico, e a enuncia de modo brincalhão: nosso passado, já pela escravidão absurdamente duradoura, já pela falta de auto-estima que se expressa em inúmeros aspectos da vida, como o futebol, nos legou uma espécie de obrigação à humildade, que se compensa, quem sabe, pela piada, pela jocosidade.

É de assinalar, como curiosidade, que a mesma imagem de "Narciso às avessas", com que o cronista retrata o Brasil, é usada, em outros momentos, aos Estados Unidos, que, segundo Nelson, costumam falar mal de seu próprio país escancaradamente. Daqui se poderia derivar, talvez, uma teoria implícita na crônica de Nelson (que é mais ensaio que crônica) acerca dos países da América em geral.