Você está aqui: Página Inicial NOTICIAS Na UFJF também tem bolsas de graduação e pós stricto-sensu

Na UFJF também tem bolsas de graduação e pós stricto-sensu

UFJF oferece bolsa de graduação e pós-graduação a 152 servidores

a

Proquali investe na qualificação profissional de servidores da UFJF

Mais de 84% dos técnico-administrativos em educação e professores que se inscreveram no Programa de Apoio à Qualificação – Graduação e Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade Federal de Juiz de Fora (Proquali/UFJF) podem receber auxílio para seus estudos. Ao todo, foram 151 inscrições deferidas de 179 solicitações. Os servidores já podem entregar a documentação necessária para dar continuidade ao processo de análise.

O programa disponibiliza aos funcionários efetivos cotas anuais de 160 bolsas de R$ 1 mil em cursos de mestrado e doutorado de instituições públicas ou particulares, nacionais ou estrangeiras, e 50 bolsas para custear de 60% a 70% das mensalidades de cursos de graduação da rede privada de ensino, até o teto de R$700.

O docente ou técnico-administrativo selecionado deverá apresentar o Termo de Compromisso e Responsabilidade, devidamente assinado, até as 17h do próximo dia 15, na Central de Atendimento (CAT), situada no prédio da Reitoria.

Em casos excepcionais, se o servidor não estiver em Juiz de Fora, esse termo poderá ser enviado via e-mail, com a assinatura escaneada, para o endereço eletrônico: capacita.prorh@ufjf.edu.br também até o dia 15.

O original poderá ser encaminhado, pelo Correio, para a Pró-Reitoria de Recursos Humanos/Coordenação de Capacitação, até o dia 30 de setembro, para o endereço Rua José Lourenço Kelmer, s/nº, Campus Universitário, Bairro São Pedro, CEP 36036-900, Juiz de Fora – MG.

Ainda em caso de graduação, o técnico-administrativo em educação deverá apresentar também uma declaração da faculdade cursada ou as fotocópias dos boletos de pagamento constando o valor da mensalidade a partir de agosto, efetivamente quitada pelo servidor.

O resultado foi divulgado na última quinta, dia 8. Até esta sexta, 9, sete servidores já entregaram a documentação na Central.

O pagamento das bolsas será feito nas primeiras semanas de outubro. Haverá pagamento retroativo a agosto, caso o servidor comprove o vínculo com a instituição de ensino nesse período.

Seleção

Segundo a pró-reitora de Recursos Humanos Jackeline Fernandes, foram selecionados os servidores inscritos que obtiveram maior número de pontos nos critérios de avaliação. “Entre os quesitos, foram considerados o tempo de ingresso do candidato no quadro efetivo da UFJF, além da área de interesse do curso escolhido em relação ao cargo ocupado pelo funcionário.”

O programa tem como objetivo promover o desenvolvimento institucional da UFJF conjugado ao desenvolvimento de seus servidores, visando à melhoria de seu desempenho quanto às suas funções e compromissos. “É uma forma de incentivar e motivar o nosso público interno, além de contribuir para a capacitação do corpo técnico-administrativo”, acrescenta.

O pró-reitor adjunto de Recursos Humanos, Sebastião Girardi, afirma que ao ampliar a formação acadêmica dos seus servidores, o Proquali promove uma maior contribuição destes para a universidade e melhor desenvolvimento de suas habilidades e competências.

“Temos sido procurados por outras instituições para dar informações sobre o Proquali, que objetiva ser mais um incentivo para o servidor e uma oportunidade para Universidade contar com profissionais qualificados e motivados, por trabalharem em uma instituição que investe em seu desenvolvimento intelectual”, destaca a coordenadora de Capacitação e Desenvolvimento de Pessoas, Sônia Mara Marques.

Para quem desejar participar das próximas análises, que poderão ser lançadas, o graduando ou pós-graduando deve passar por avaliação da Comissão sobre Bolsas de Qualificação de Servidores (Comissão Proquali), responsável pelo estabelecimento das diretrizes e a definição dos critérios para a concessão das bolsas.

A comissão é composta pelos pró-reitores de Recursos Humanos, de Planejamento e Gestão, de Graduação e de Pós-Graduação, por representantes das coordenações da Prorh e por representantes da Comissão Interna de Supervisão (CIS), do Sintufejuf, da ApesJF e do DCE.

Além disso, o candidato deve pertencer ao quadro efeito da UFJF, não exercer outra atividade remunerada em instituições públicas ou privadas, com vínculo efetivo, encontrar-se em efetivo exercício na UFJF, não ser beneficiário de qualquer outra bolsa, não apresentar escolaridade ou titulação equivalente a ser alcançada com a concessão da bolsa, apresentar documentos e estar matriculado como aluno regular no programa de pós-graduação stricto sensu e não, apenas, cursando disciplinas isoladas.

Para conferir o resultado, clique aqui.

Outras informações:  (32) 2102-3937 – Coordenação de Capacitação e Desenvolvimento de Pessoas

www.ufjf.br/prorh/capacitacao/proquali

Desenvolvido e Administrado por Silvio Roberto Ramos Corrêa