Você está aqui: Página Inicial LIVROS

LIVROS

A sétima edição do Compolítica contará com o lançamento de diversas obras sobre as relações entre comunicação e suas interfaces com a política. A apresentação pública das obras e a sessão de autógrafos junto com os autores serão realizadas no segundo dia do evento, dia 11 de maio, a partir das 18h30, na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS.

Confira a lista completa dos livros que estarão disponíveis:

Comunicação Pública e Política: pesquisa & práticas
Organizadores: Maria Helena Weber, Marja Pfeifer Coelho e Carlos Locatelli
Editora: Insular
Ano: 2017
Páginas: 728

Dos grandes acontecimentos e temas que provocam a sociedade, pautando o debate público, às práticas de instituições públicas e privadas, passando pela experiência amplamente estudada da administração Popular em Porto Alegre (1989 – 2004), este livro registra não apenas as pesquisas empreendidas pelo Núcleo de Pesquisa em Comunicação Pública e Política (Nucop), mas também as bases teóricas que delineiam a comunicação pública como instância fundamental à qualidade das democracias contemporâneas.

Brasil e suas mídias regionais: estudo sobre as regiões Norte e Sul

Autora: Pâmela Araujo Pinto
Editora: MultifocoAno: 2017
Páginas: 320

O livro apresenta uma nova abordagem para o conceito de mídia regional, entendendo-a como meio de comunicação existente em uma área geográfica, com articulação em diferentes níveis espaciais (o local, o regional e o nacional). Analisa os mercados midiáticos das regiões Norte e Sul, contemplando 29 cidades e 392 veículos na primeira e 824 veículos em 58 cidades na região Sul. Observa-se também o vínculo de políticos donos de mídia nas duas áreas.

Natureza e transformação do jornalismo

Autores: Jean Charron e Jean de Bonville
Organização da tradução brasileira: Zelia Adghirni, Fábio Pereira e Dione Moura
Editora: InsularAno: 2016
Páginas: 398

Trata-se da edição em português da obra dos pesquisadores canadenses Charron e Bonville já amplamente divulgada nos grupos de pesquisa sobre as mudanças estruturais no jornalismo. Os autores apresentam quatro grandes fases do jornalismo com ênfase no momento atual que aborda o jornalismo de comunicação.

Esfera Pública e Escândalo Político
Autor: Hélder Prior
Editora: Media XXI
Ano: 2016
Páginas: 416

Este livro oferece ao leitor uma análise sistemática do fenómeno do escândalo político, ao mesmo tempo que procura realizar um questionamento crítico da esfera pública hodierna. Intenta-se problematizar o objecto de estudo colocando em relação as peculiaridades do campo dos media com as peculiaridades da esfera política, observando a espectacular mediatização do campo político, a iluminação da sua opacidade, as estratégias de visibilidade e representação plebiscitária e, inclusive, a invasão da vida pública pela expansão do privado.

Imitação do Excesso: Televisão, Streaming e o Brasil

Autor: João Martins Ladeira
Editora​: Fólio Digital
Ano​: 2016
Páginas​: 206

Misto de análise de cenário e proposta teórica, Imitação do Excesso discute a televisão hoje, seja em termos do cabo/satélite, seja no streaming. Debruça-se sobre a expansão de técnicas para difusão de conteúdo: este audiovisual – que não se confina mais a um aparelho, presente como se acha em dispositivos móveis e redes digitais; que não obedece mais às fronteiras nacionais, deixando de lado as emissoras e suas autorizações para funcionamento – será analisado a partir da inspiração de Foucault e Deleuze, nos termos da arqueologia da mídia.

Barragens imaginárias: a construção de hidrelétricas pela comunicação

Organizador: Carlos Locatelli
Editora: Insular
Ano: 2015
Páginas: 304

O livro reúne contribuições recentes de 23 pesquisadores ao debate acadêmico sobre a implantação de hidrelétricas por meio de um viés específico, pensando a comunicação no centro dos processos que de alguma forma viabilizam – de modo mais ou menos legítimo, conforme o caso – a execução da política pública de energia.

Jornalismo e Poder Legislativo: relações entre mídia e política no Brasil
Organizadora: Zélia Leal Adghirni
Editora​: Appris
Ano​: 2015
Páginas​: 208

A coletânea reúne oito textos que aproximam o jornalismo e o Poder Legislativo, tomando como pano de fundo o Brasil contemporâneo. Assinados por autores provenientes de várias instituições, e especialmente baseados na capital federal, os capítulos se cruzam, se interrogam e se encontram numa reflexão crítica e profunda sobre as relações entre o Parlamento e a sociedade.

Campanhas eleitorais para mulheres, desafios e tendências
Autora: Luciana Panke
Editora: Editora UFPR
Ano: 2016
Páginas: 232

Inédito na América Latina, o estudo é resultado do pós-doutorado da autora, premiada nos Estados Unidos em 2016, como uma das mulheres mais influentes da comunicação política pela The Washington Academy of Political Arts & Sciences (WAPAS).  Foram entrevistados assessores de 13 países e analisadas 21 campanhas eleitorais presidenciais de 10 países latinoamericanos realizadas na última década. Os resultados trazem reflexões sobre atitudes enraizadas na latinidade, cuja consequência se percebe na presença (ou falta dela) e na importância dada à mulher na política.

Deliberação Online no Brasil: entre iniciativas de democracia digital e redes sociais de conversação
Organizadores: Ricardo Fabrino Mendonça, Rafael Cardoso Sampaio e Samuel Barros
Editora:​ Editora da UFBa (Edufba)
Ano​: 2016
Páginas: 308

​​O livro reúne nove capítulos de muitos dos principais estudiosos brasileiros desta agenda. Embasados na perspectiva deliberacionista de democracia, que valoriza a importância das conversações cívicas e de formas públicas de discussão, tais estudos jogam luz sobre a complexidade dos debates online. Busca-se evidenciar que a deliberação online configura-se não apenas como prática social a atravessar o cotidiano das pessoas, mas também como insumo para iniciativas de democracia digital.

Elementos de Comunicação e Marketing Político
Organizador: Vagner Dalbosco
Editora: Argos (Editora da Unochapecó)
Ano: 2016
Páginas: 303

A obra reúne textos de pesquisadores brasileiros sobre diferentes elementos do marketing político: o contexto histórico e conceitual; o planejamento de campanhas eleitorais; as pesquisas de opinião; o discurso político; a ciência eleitoral; a propaganda política; o marketing eleitoral e governamental; a imagem pública; a internet; e o jornalismo político.

Basta! Como devolver o poder político para as pessoas por meio de uma democracia on-line.
Autor: André Sebben Ramos
Editora​: Quatrilho
Ano: 2017
Páginas: 128

A Rede Cívica é um modelo de democracia deliberativa em rede. Por ser um portal on-line, alia a tecnologia da internet com o Estado, para conectar as pessoas em um canal comum de comunicação (ação comum), para exercer o poder político de forma organizada. Com o direito à emancipação política, os cidadãos poderão formar uma sociedade organizada com poder de voto.

Cobertura Eleitoral no Radiojornalismo
Autor: Luãn Chagas
Editora​: Multifoco
Ano: 2017
Páginas​: 288

O livro problematiza o exercício do radiojornalismo de quatro emissoras regionais, a produção da notícia e as influências que os políticos podem exercer na formação da opinião pública durante a campanha eleitoral com um questionamento central: como é realizada a cobertura jornalística em emissoras comandadas por políticos que disputam as eleições?

Diálogos Lusófonos em Comunicação e Política
Organizadores: Hélder Prior, Liziane Guazina e Bruno Araújo
Editora: LabCom (Editora da Universidade da Beira Interior) 
Ano: 2016
Páginas: 705

Diálogos Lusófonos em Comunicação e Política é constituída por um conjunto de vozes que se propõem pensar as intersecções entre os campos da comunicação e da política no contexto das democracias contemporâneas, especialmente daquelas que compõem o espaço público da lusofonia. Trata-se de um esforço colectivo para compreender as peculiaridades de um sistema político visivelmente inseparável das lógicas comunicativas.

Comunicação e Trabalho Infantil Doméstico: políticas, poder, resistências
Autora: Danila Gentil Rodriguez Cal
Editora: EDUFBA/Compós
Ano: 2016
Páginas: 362

Para compreender de que forma o trabalho infantil doméstico é configurado como problema político, o livro analisa criticamente a definição de poder, tomado também como possibilidade de resistência e construção de solidariedade. Examina a conversação pública sobre o trabalho infantil doméstico presente nos media e as discussões e depoimentos de trabalhadoras e ex-trabalhadoras infantis domésticas, reunidos a partir da realização de grupos focais. Autora ganhadora do Prêmio Compós de Melhor Tese 2015.

Democracia digital, comunicação política e redes : teoria e prática
Organizadores: Sivaldo Pereira da Silva; Rachel Callai Bragatto e  Rafael Cardoso Sampaio
Editora:  Letra & Imagem
Ano: 2016
Páginas:  432

O livro é uma coletânea que reúne especialistas em Democracia Digital de diversas áreas (Comunicação, Administração, Ciência Política, Sociologia etc.) para discutir questões conceituais e práticas que envolvem este campo. Temas como participação política e Internet, mídias sociais e engajamento político, cidadania online, transparência digital, consultas públicas e accountability são debatidos por pesquisadores atuantes nos principais grupos de pesquisas na área de diversas universidades brasileiras.