Você está aqui: Página Inicial

Bem Vindo a Criogenia-IF

 

 

Aviso aos usuários:

- Devido a problemas técnicos, uma das liquefatoras está fora de funcionamento, o que reduz consideravelmente o volume de LN2 produzido, de modo que alguns usuários podem ficar sem LN2. Um regime de racionamento será implementado para que o máximo de grupos tenham acesso ao nitrogênio.

- Ficam vedadas compras de LN2 a partir do dia 16/05/2017. As compras serão retomadas assim que os equipamentos voltarem ao regime normal de operação. A criogenia não ficará responsável pela devolução de recursos depositados a partir deste dia, de modo que os tickets somente serão trocados quanto o funcionamento da criogenia voltar ao normal.

 

O centro de criogenia do Instituto de Física tem como função a produção de líquidos criogênicos, como nitrogênio e hélio, para servir aos laboratórios de pesquisa e ensino do instituto e outros vinculados a Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O centro faz parte do programa Premium da UFRGS de IE-MULTI (InfraEstrutura MULTIusuária para pesquisa) e fica localizado no Instituto de Física, no campus do Vale, Av. Bento Gonçalves, 9500, Porto Alegre.

O centro conta atualmente com um bolsista premium, dois técnicos e um coordenador. Possui dois liquefatores, de gás nitrogênio e hélio, que operam em tempo integral podendo produzir até 3500 L de Nitrogênio por semana e  8000 L de He. Estes líquidos são fornecidos a comunidade acadêmica para o desenvolvimento de pesquisas, manutenção e operação de equipamentos e conservação de amostras em baixas temperaturas. Mais informações sobre como obter nossos serviços na aba Serviços.

O gás nitrogênio compõe cerca de 78% do ar, com densidade de aproximadamente 0,00116 kg/L, massa molecular de 28 u.a.. Quando liquefeito, passa a ter uma densidade de 0,808 kg/L, isto é, um fator de 695 vezes menos volume. Logo 1000 L de gás levam a apenas 1,4 L de líquido. O nitrogênio liquefaz quando está em temperaturas menores que 77 K, e ainda solidifica em temperaturas menores que  63 K (em 1 bar). O calor latente do N2 líquido é em torno de 48 kcal/kg.

O gás hélio é muito mais raro e pouco abundante que o nitrogênio, compondo menos de 0,02% do Ar, e sendo em geral obtido em minas terrestres ou poços de petróleo. Tem densidade gasosa de 0,0001786 kg/L e quando na fase líquida densidade de 0,125 kg/L, o que leva a um coeficiente de expansão de 760 vezes, ou seja, 1000 L de hélio gás geram aproximadamente 1,3 L de líquido. A massa molecular é aproximadamente 4 u.a. e os pontos de fusão e ebulição são 0.95 K e 4.2 K, respectivamente. O Hélio líquido tem calor latente de evaporação igual a 5 kcal/kg.

A criogenia agradece ao programa Premium pelo suporte no atendimento aos demais centros e institutos.