Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais
Acessar
Seções
Você está aqui: Página Inicial INSTITUCIONAL História do Demec

Criado oficialmente em 1896, obtendo o reconhecimento em 08 de dezembro de 1900, através do decreto no. 727. O curso de Engenharia Mecânica visa formar um engenheiro abrangente, que possua forte embasamento científico para enfrentar com competência os desafios em qualquer âmbito da Engenharia Mecânica.

Seu currículo tem duração mínima de 10 semestres e foi dividido em três grupos de disciplinas: de formação básica, de formação geral e de formação profissional. Correspondem à formação básica as disciplinas de matemática, física, química, mecânica, informática, desenho, eletricidade, resistência dos materiais e fenômenos de transporte energético. Referem-se à formação geral disciplinas relacionadas às ciências sociais, a administração, a economia e  a ciências do meio ambiente. As disciplinas de formação profissional são as que se relacionam diretamente com a atividade profissional a ser desenvolvida futuramente pelo aluno e subdividem-se em três áreas de concentração: Ciências Térmicas, Projetos de Fabricação e Mecânica dos Sólidos.

A área de Engenharia Térmica tem como objetivo formar Engenheiros Mecânicos para trabalharem em Universidades, Centros de Pesquisas, Indústrias ou Empresas Prestadoras de Serviços que atuem na análise e solução, pesquisa, projeto, instrumentação, manutenção, controle e ensino dos temas vinculados aos Fenômenos de Transporte e às Ciências Térmicas. Estes Engenheiros Mecânicos deverão estar aptos a resolver problemas de natureza fenomenológica bem como problemas práticos relativos a equipamentos e/ou sistemas térmicos e energéticos.

A área de concentração em Projeto e Fabricação é constituída por um conjunto de disciplinas que objetivam fornecer aos alunos do curso os conhecimentos imprescindíveis à sua formação para a criação de projetos e de sistemas para fabricação e automatização industrial.

O principal objetivo da área em Mecânica dos Sólidos é desenvolver no estudante subsídios que o capacitem para atividades de concepção, projeto, análise e solução de quaisquer componentes com função estrutural, sejam de natureza sintética ou orgânica, submetidos a quaisquer efeitos que causem solicitação e/ou resposta estática ou dinâmica.