Pedro Cadore Winter: Recital de Violão Solo

Em outubro o projeto Interlúdio apresenta recital de violão solo de Pedro Cadore Winter, com obras de Astor Piazzola, Joaquím Rodrigo, Egberto Gismonti e composições próprias. Pedro atua como violonista, compositor e professor de música e atualmente cursa Bacharelado em Violão no Instituto de Artes da UFRGS, sob orientação do professor Dr. Daniel Wolff .

AstorPantaléonPiazzola (1921-1992), bandoneonista e compositor argentino, foi responsável pela transformação e modernização do tango tradicional argentino. Piazzola incorporou elementos jazzísticos ao tango tradicional e, conjuntamente com sua sólida formação clássica, incluiu instrumentos como guitarra elétrica e recursos instrumentais da música contemporânea de concerto. Aos críticos de suas inovações musicais, respondia afirmando que compunha música contemporânea da cidade de Buenos Aires. A obra denominada Quatro Estações Portenhas, composta originalmente para quinteto, adquiriu grande reconhecimento e popularidade sendo posteriormente adaptada para diversas formações e instrumentos, inclusive violão solo. Neste recital Winter apresentará a adaptação de Sérgio Assad, violonista que trabalhou diretamente com Piazzola.

O pianista e compositor espanhol Joaquín Rodrigo Vidre (1901- 1999) foi responsável por grande número de obras para violão no século XX, incluindo o famoso Concierto de Aranjuez. Deficiente visual desde a mais tenra idade e pianista virtuoso, Rodrigo notabilizou-se por escrever obras de grande dificuldade técnica para os intérpretes. A obra denominada Invocacíon y Danza foi escrita em homenagem ao compositor Manuel de Falla, utilizando citações da obra deste último. A invocação apresenta uma atmosfera densa com exploração de sons harmônicos seguido por trêmolos e arpejos reiterados. A dança tem caráter rítmico pujante e é seguida pelo retorno da atmosfera da invocação

 “As minhas composições são o resultado da percepção particular do instrumento, que desenvolvi ao longo dos mais de 10 anos de prática do violão” (Pedro Winter). A sua maneira, e guardadas as proporções, as músicas de Pedro Winter dialogam com a linguagem de Piazzolla no que tange o contraste entre seções, especialmente contrapontísticas e rítmicas, e com Rodrigo na busca por texturas e arpejos.  O arranjo para violão de Maracatu, de Egberto Gismonti, é de sua própria autoria, e nele é evidente a busca de Pedro – perceptível tambémem suas composições – de obter texturas mais densas, explorando as riquezas do instrumento.

 

Leonardo Loureiro Winter

Professor do Departamento de Música do Instituto de Artes e

 Coordenador artístico do projeto Interlúdio

RECITAL DE VIOLÃO SOLO COM PEDRO CADORE WINTER

Data: 23 de outubro – quinta-feira – 19h

Local: Auditório José Baldi do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (Rua Ramiro Barcelos, 2350) 

Retirada de ingressos das 8h às 16h na recepção da Fundação Médica (Rua Ramiro Barcelos, 2350 – sala 177)

VOLTAR AO TOPO