Interlúdio - Trio de piano e cordas

Trio de piano e cordas

A primeira edição de 2014 do Projeto Interlúdio apresenta um trio de piano e cordas, uma das formações mais clássicas e consagradas do repertório camerístico. Constituído por Gabriela e Leonardo Bock (violoncelo e violino) e Celso Barrufi (piano), o trio apresenta obras de Johann Sebastian Bach, Wolfgang Amadeus Mozart, Gaspar Cassadó e Eugène Ysaÿe.

A Toccata em Sol Maior BWV 916 de Bach, escrita originalmente para clavicórdio por volta de 1713, segue o estilo italiano, onde predominam danças estilizadas. Constituída por três movimentos (Allegro - Adágio - Fuga), a peça é fortemente influenciada por obras de compositores como Vivaldi, Albinoni e Telemann em seus movimentos rápidos e exuberância melódica.

O espanhol Gaspar Cassadó (1897 - 1966) estudou composição com Maurice Ravel e Manuel de Falla e violoncelo com Pablo Casals, sendo um dos mais destacados violoncelistas de sua geração. A Suíte para Violoncelo Solo, publicada em 1926, é impregnada de caráter nacionalista e traz muitos elementos musicais do folclore de origem catalã em suas melodias e ritmos.

A Sonata para Violino Solo nº 3 em Ré Maior Op. 27, intitulada Balada, do compositor, violinista e regente belga Eugene Ysaÿe (1858 - 1931) foi dedicada a George Enescu e integra um conjunto de seis sonatas dedicadas a violinistas virtuosos que demandam alto grau de virtuosismo, musicalidade e controle do intérprete.  

O Trio em Dó Maior KV 548 para Violino, Violoncelo e Piano de W. A. Mozart (1756 - 1791), constituído de três movimentos (Allegro - Andante Cantabile - Allegro) foi composto em 1788 poucos anos antes da morte do compositor. Nesta obra tardia, destacam-se a simetria formal e o equilíbrio clássico, com predomínio da parte do piano e diálogos instrumentais.

  

Leonardo Winter

Coordenador Artístico

Data: 25 de abril 

Local: Salão de Atos da UFRGS

Fotos

VOLTAR AO TOPO