Núcleo da Canção - Encontro com Walter Garcia

Encontro com Walter Garcia 

Walter Garcia é compositor e gravou músicas, mas não é um nome famoso no mundo das artes. Não vendeu milhares de discos ou CDs, não lotou espaços de shows, não é rasgado por fãs quando sai do hotel.  Nada disso – e nem é o caso.

Porque o que Walter Garcia faz de mais relevante ainda do que compor independe desse tipo de sucesso. Violonista, jornalista de formação, com mergulhos acadêmicos sistemáticos na melhor teoria social, literária e musical, ele tem produzido ensaios e estudos de enorme relevância para todos os que se interessem pela vida da canção brasileira em sua parte mais sofisticada – essa que começou na Bossa Nova, evocando a excelente experiência da geração anterior e projetando o que estaria na alma da criação cancional brasileira dali por diante.

Em palavras mais simples, Walter Garcia é o cara que descreveu e analisou, como ninguém antes no campo dos estudos universitários, o papel de João Gilberto na história da canção brasileira. É dele o livro Bim bom – A contradição sem conflitos de João Gilberto (editora Paz e Terra), originalmente seu mestrado em Literatura Brasileira na USP; seu doutorado saiu mais recentemente, com o título claramente descritivo Melancolias, mercadorias –  Dorival Caymmi, Chico Buarque, o Pregão de rua e a canção popular-comercial no Brasil (editora Ateliê).

Outra contribuição de grande valor é o volume João Gilberto, para a editora Cosac Naify, uma extensa compilação de depoimentos do próprio gênio da Bossa Nova, acrescentada de excelentes artigos de vários pesquisadores e críticos, num painel que mostra a força da criação no terreno sempre vivo da canção brasileira. 

Luís Augusto Fischer, professor do Instituto de Letras e coordenador do Núcleo da Canção da UFRGS

Data: 25 de abril – sexta-feira – 19h

Local: Sala Fahrion (2º andar da Reitoria da UFRGS)

VOLTAR AO TOPO