ou

Unimúsica

 

O Unimúsica foi criado em 1981 com a proposta de abrir um espaço de amostragem para a produção musical da UFRGS. A idéia cresceu rapidamente e possibilitou o surgimento, na década de 80, da chamada Geração Unimúsica, da qual fizeram parte artistas como Nelson Coelho de Castro, Vitor Ramil, Totonho Villeroy, Nei Lisboa, entre outros. Com o passar do tempo, o objetivo inicial foi aos poucos se transformando. Nos últimos anos, partindo do princípio de que as universidades públicas têm um papel a cumprir na divulgação e organização do conhecimento relacionado à música popular, o Unimúsica ampliou sua programação promovendo também oficinas abertas à comunidade, debates, encontros com os artistas, mostra de filmes e distribuição de peças gráficas com ensaios especialmente produzidos para o projeto por críticos e pesquisadores. Paralelamente, passou a definir linhas de programação com o foco em temas ou formatos específicos como, por exemplo, as bem-sucedidas séries piano e voz, de 2004, festa e folguedo, de 2006 ou as palavras das canções, de 2007.

 

Unimúsica 2013

Entre setembro de 2012 e junho de 2013, Brasil e Portugal, em iniciativa conjunta, celebram a cultura luso-brasileira em uma série de atividades programadas nos ciclos Ano de Portugal no Brasil e Ano do Brasil em Portugal. Inspirado neste panorama, o projeto Unimúsica escolheu como tema para a série 2013 o rico cancioneiro da língua portuguesa, incorporando pela primeira vez em sua programação a produção musical de artistas portugueses.

Uma parte do tanto que o Brasil tem ainda a conhecer sobre os seus parceiros de idioma estará ao nosso alcance em forma de canção. Ao longo do ano, a palavra entoada em português em diferentes dicções soará no palco do Salão de Atos – são fados e sambas, sembas e mornas que vêm do passado e do futuro para encontrar aqui um lugar.

Assim, de maio a novembro, o Unimúsica receberá músicos reconhecidos internacionalmente como Teresa Salgueiro, Maria João e Mário Laginha; o duo luso-brasileiro de Susana Travassos e Chico Saraiva; a cantora brasileira Jussara Silveira e seu repertório de fados e canções angolanas; o gaúcho Ângelo Primon, que há anos vem se dedicando à pesquisa da música ibérica e, encerrando a série, em outubro e novembro, duas revelações do fado contemporâneo: os jovens Carminho e António Zambujo, que apresentam pela primeira vez em Porto Alegre os concertos que vêm realizando em teatros de todo o mundo.

Ligia Petrucci – coordenação e curadoria


período: de maio a novembro

horário: 20:00

local: Salão de Atos da UFRGS


veja mais »

Unimúsica 30 anos - tempomúsicapensamento

Se considerarmos o tempo que se conta pelo calendário, o nosso calendário do dia a dia, 2011 marca os 30 anos da criação do Unimúsica. Foi em 1981 que a Pró-Reitoria de Extensão da UFRGS deu início ao projeto que possibilitaria uma rotina de espetáculos nunca antes vista na universidade. Por outro lado, talvez não seja propriamente exato afirmar que o Unimúsica tem 30 anos, já que sua continuidade é de fato descontínua. Nesse período, ele foi suspenso e retomado duas vezes, em diferentes gestões. De todo modo, mesmo com intervalos, o Unimúsica continua sendo um projeto exemplarmente duradouro para os padrões brasileiros. Naturalmente houve mudanças de propostas e formatos ao longo das décadas, mas a intenção primeira de seu idealizador, Ludwig Buckup, permanece: fazer da Reitoria um lugar vivo de música. E se pensarmos, como sugere a psicanalista Maria Rita Kehl, que a medida da passagem do tempo não é semelhante ao desenrolar de um fio, “mas ao tecer de uma rede que abriga e embala um grande número de pessoas ligadas entre si por uma experiência comum”, a duração do Unimúsica torna-se, então, impossível de computar. O tempo, enfim, é o nosso tema do ano. Na programação, ele toma a forma de música, uma música pensamento, representada aqui pelas propostas dos artistas que acompanharemos ao longo desta série. A nós, o tempo de ouvi-los.

Lígia Petrucci
Coordenadora do Projeto Unimúsica


período: junho a dezembro de 2011

horário: 20 horas

local: Salão de Atos da UFRGS


veja mais »

Unimúsica 2010 - série percussionistas

Em 2010, o mote da programação do Unimúsica foi a percussão, com seus inúmeros instrumentos, fazendo música das mais variadas formas, nas mais diversas configurações. Do solo à pequena orquestra, da percussão erudita à corporal, das formações inéditas – e mesmo inusitadas – às ancoradas na tradição, o projeto trouxe a Porto Alegre músicos brasileiros de diferentes regiões e também de países vizinhos. Brincando com esse mosaico de possibilidades percussivas, os espetáculos percorreram uma contagem regressiva de instrumentistas no palco, desde a “orquestra de roda” do grupo paulista Barbatuques até o solo do prestigiado percussionista Naná Vasconcelos. O Unimúsica seguiu com edições na primeira quinta-feira de cada mês, mas neste ano as apresentações e oficinas passaram a ter início às 20h.

Coordenação e curadoria: Lígia Antonela Petrucci

Projeto gráfico: Vivian Dall’ Alba


período: março a dezembro de 2010

horário: 20 horas

local: Salão de Atos da UFRGS


veja mais »

Unimúsica 2009 - cancionistas, música de hoje

O Projeto Unimúsica 2009 apresentou ao público um panorama da canção que se cria hoje no Brasil. Tendo como marcos as obras de dois dos mais importantes compositores brasileiros da atualidade, Arnaldo Antunes e Lenine, a série revelou a produção de alguns jovens músicos que têm reinventado a tradição cancionista no país e fora dele. Foram eles Fred Martins, Daniel Drexler, Kristoff Silva, Leandro Maia, Alexandre Kassin e Richard Serraria. A presença de um compositor uruguaio teve o objetivo de discutir o alcance da canção brasileira, que influenciou - e continua influenciando – artistas de inúmeros países. A programação paralela aos espetáculos, que contou com oficinas e encontros com os artistas, encerrou o ano com o seminário Novas ideias sobre a música, buscando uma compreensão do fenômeno da canção hoje.

Projeto Gráfico: James Zortéa

 Leia aqui sobre a série cancionistas - música de hoje, por Arthur Nestrovski.


Encontre-nos no ORKUT! Somos o Unimúsica DDC.


veja mais »

Unimúsica 2008 - contrapontos

Na série contrapontos, o Unimúsica 2008 retomou sua própria história: de um lado convidou artistas que participaram do projeto em algum momento de suas edições anteriores para que apresentassem seus trabalhos atuais no Salão de Atos; de outro, reeditou a amostragem de produções de alunos, prática inicial do Unimúsica, na década de 80, sem restrição quanto a gênero, formato ou instrumentação, na sala II do Salão de Atos. As apresentações aconteceram sempre na primeira quinta-feira de cada mês, às 19 horas, alternando as duas programações.

Projeto Gráfico: Sandro Ka

 

Leia aqui o texto em que Luís Augusto Fischer atribui o conceito de continuidade-com-invenção ao Unimúsica.


período: abril a dezembro de 2008

horário: 19 horas

local: Salão de Atos da UFRGS


veja mais »

Unimúsica 2007 - as palavras das canções

Em 2007, o Projeto Unimúsica foi dedicado à tradição poética da canção brasileira. Os intérpretes convidados apresentaram repertórios que tinham como ponto de partida a obra de sete cancionistas, sete linhas-mestras na história da música popular do Brasil.
Projeto gráfico: Sandro Ka

 

Leia o texto de Luís Augusto Fischer sobre a canção brasileira.


período: junho a dezembro de 2007

local: Salão de Atos da UFRGS


veja mais »

Unimúsica 25 anos - Festa e Folguedo

Para comemorar os 25 anos de criação do Unimúsica, uma programação especial, voltada para manifestações musicais relacionadas a festas e folguedos populares do Brasil. São espetáculos inéditos, alguns especialmente concebidos para o projeto, oficinas e debate, que têm como tema a memória da música popular e o seu lugar na constituição do patrimônio cultural brasileiro.
Imagem: Teresa Poester / Projeto Gráfico: Sandro Ka


período: maio a novembro de 2006

local: Salão de Atos da UFRGS


veja mais »

Unimúsica 2005 - série instrumental

O projeto Unimúsica trouxe para o público, em 2005, uma pequena mostra da pluralidade da música instrumental do Brasil. Além de nove espetáculos com grupos de formações diversas e diferentes estilos, uma série de oficinas e debates completou a programação. Estiveram presentes as relações entre música popular e erudita, memória e atualidade, transmissão e criação e as fusões de técnicas, gêneros e instrumentações. Este cruzamento de abordagens traduz, em certa medida, o caráter movente e híbrido da música popular brasileira.
Imagem: Laura Castilhos / Projeto gráfico: Kátia Ozório


período: abril a dezembro de 2005

local: Salão de Atos da UFRGS


veja mais »

Unimúsica 2004 - série piano e voz

Aproveitando o excelente Steinway (mais prestigiada marca de pianos do mundo) que a UFRGS possui, o Unimúsica propôs para 2004 uma série de shows no formato piano e voz. Foram onze duos, alguns encontros inéditos, outros, já consagrados, de grandes intérpretes de diferentes gerações. Além dos shows e workshops, aconteceram dois debates sobre o tema formação e informação na música popular brasileira e foram distribuidas peças informativas contendo pequenos ensaios especialmente produzidos por pesquisadores, críticos e músicos, como Zuza Homem de Mello, Renato Mendonça, Juarez Fonseca, José Carlos de Azevedo, Arthur de Faria, Pedro Figueiredo e Carlos Rennó.
Imagem: Adriano Sempé / Projeto gráfico: Kátia Ozório

 
Leia aqui o texto de Zuza de Mello sobre a relevante contribuição do piano para a música brasileira.


período: janeiro a novembro de 2004

local: Salão de Atos da UFRGS


veja mais »

Departamento de Difusão Cultural • Av. Paulo Gama, 110 • Campus Central da UFRGS • Mezanino do Salão de Atos • (51) 3308.30.34 • difusaocultural@ufrgs.br