DESTAQUES

09/03/2019 - A IDENTIDADE FEMININA NO DIREITO É DEBATIDA NA UFRGS
  Qual o espaço das mulheres no Direito, em uma sociedade que busca redefinir a própria condi& ...
LEIA MAIS
06/03/2019 - I SEMINÁRIO BRASILEIRO-ALEMÃO DE PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR E DISCIPLINA CONJUNTA
EVENTO EM ALEMÃO. Professor Cristoph Benicke será o responsável por atividade conjunta do CDEA, ...
LEIA MAIS
20/02/2019 - SERVIÇO DE PESQUISA E PREPARAÇÃO PROFISSIONAL DIVULGA NOVOS PRAZOS
Período para ESTABELECIMENTO DE VÍNCULO com o SPPP (ESTÁGIOS I, II e III)   ...
LEIA MAIS
19/02/2019 - JURISPERITA OCORRERÁ EM MARÇO
  O evento, que tem sua segunda edição em 2019, ocorrerá nos dias 12 e 13 de març ...
LEIA MAIS

BAÚ DE MEMÓRIAS

IBDP FOI FUNDADO NA FACULDADE DE DIREITO DA URFGS
  O Instituto Brasileiro de Direito Processual Civil (hoje, Instituto Brasileiro de Direito Processual), fundado há 60 anos, no Salão Nobre da nossa Faculdade de Direito da UFRGS, contava, então, dentre outros, com os professores Galeno de Lacerda, Alcides de Mendonça Lima, Luis Eulalio de Bueno Vidigal, Alfredo Buzaid, Bruno de Mendonça Lima, Vicente Marques Santiago e José Frederico Marques.   Atualmente, o Professor Dani...
SAIBA MAIS

NOTÍCIAS

09/03/2019
A IDENTIDADE FEMININA NO DIREITO É DEBATIDA NA UFRGS

 

Qual o espaço das mulheres no Direito, em uma sociedade que busca redefinir a própria condição feminina? Elas chegaram à presidência da mais alta Corte, mas ainda lutam diariamente por afirmação como advogadas, juízas, promotoras, delegadas e tantos outros cargos das carreiras ligadas à administração da Justiça e afins, sem desconsiderar o papel social de mães, educadoras, esposas, companheiras. Enquanto mulheres, buscam igualdade de oportunidades e a superação dos desafios. E ainda mais: querem descobrir – com base em um muito recente protagonismo nesta seara – qual a identidade do feminino no Direito.

 

Para refletir sobre estas questões, a Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul –UFRGS abre espaço para a fala de mulheres que romperam as barreiras e alargaram o espaço para o feminino na esfera do jurídico. O recente acesso da mulher às carreiras jurídicas e afins, o impacto deste acesso como oportunidade de desenvolvimento social, a reflexão sobre identidade feminina e o protagonismo jurídico feminino consciente são temas do Jurisperita – O feminino no Direito: desafios e oportunidades, que acontece nos dias 12 e 13 de março.

 

A partir da vivência de profissionais que possuem a formação jurídica como requisito, o Jurisperita analisa a forma como o Direito considera as mulheres e a maneira como as mulheres operam o Direito (especialmente o institucional, do qual estiveram excluídas por muito tempo). A incorporação de direitos, o olhar da Justiça sobre o feminino, o mercado de trabalho, a sub-representação feminina, as possibilidades, potencialidades e dificuldades para as profissionais que atuam no Direito estão entre as pautas dos debates e reflexões.

 

Por meio de relatos, exposição de trabalhos e práticas, o encontro identifica e apresenta referenciais femininos na atuação jurídica, como modelos aos juristas e estudantes de Direito. Assim, o Jurisperita fomenta a construção de uma nova cultura jurídica, de respeito à mulher em suas diferenças – com igual dignidade entre o feminino e o masculino, assim como uma justa distribuição de direitos e deveres, compatível com as exigências da sociedade atual.

 

12 e 13 de março de 2019 Salão Nobre da Faculdade de Direito da UFRGS

 

Como resultado deste debate acadêmico, o Jurisperita traz uma contribuição à sociedade, ao rever, auxiliar a compreender e buscar reformular a mentalidade social sobre o papel da mulher no Direito e nos demais espaços de convivência.

 

O Encontro é aberto ao público, mas preferencialmente destinado às pessoas com formação jurídica e aos acadêmicos. Quer alcançar todos aqueles que se interessam pela temática da mulher e pela justiça social. Nesta segunda edição, que coincide com as atividades do mês da mulher, o Jurisperita amplia a penetração e se torna um evento internacional, trazendo relatos de mulheres que se destacam no Brasil, na Itália e na Argentina, pela construção da identidade feminina no Direito. O título Jurisperita – termo em latim que designa a mulher especialista (perita) em Direito na Roma Antiga – foi adotado desde a realização do primeiro encontro, em 2017, como símbolo de afirmação feminina.

 

Os relatos da primeira edição foram recolhidos no livro Jurisperita, selecionado para publicação pela editora da UFRGS em 2018.

 

O lançamento acontece dia 12 de março, às 16h30, integrando a programação do evento. Informações e programação em facebook.com/jurisperita. Inscrições gratuitas já estão abertas desde 25 de fevereiro,

 

Fonte para informações e entrevistas: Dalva Tonato - Professora de História do Direito e Direito Romano da UFRGS e Coordenadora-Geral da Comissão Organizadora do Jurisperita.

E-mails para contato: dalva.tonato@ufrgs.br e/ou jurisperitaufrgs@gmail.com.

MAIS NOTÍCIAS
Acesso ao Gerenciador

Faculdade de Direito da UFRGS

Av. João Pessoa, 80 - 90040.000 - Centro Histórico - Porto Alegre/RS

Telefone (51) 3308.3118 / Fax (51) 3308.3128