Você está aqui: Página Inicial A Editora Política

Política

Na condição de editora universitária e ligada a uma instituição pública, a Editora da UFRGS está aberta a propostas de livros com perfil acadêmico (científico ou artístico) de todas as áreas do conhecimento provenientes de professores e pesquisadores da UFRGS ou de outras instituições de ensino superior e de pesquisa nacionais e internacionais.

Como estratégia de promoção da consistência do catálogo, a Editora da UFRGS estimula a publicação em Séries e Coleções e, neste sentido, promove regularmente editais para a recepção de novas propostas, sempre com temáticas que privilegiem a produção de conhecimento transdisciplinar.

Propostas de livros avulsos também são aceitas em fluxo contínuo. Neste caso, havendo consistência temática, a Editora reserva-se o direito de direcionar a submissão à apreciação da Coordenação de uma de suas Séries.

Todas as propostas de publicação recebidas pela Editora da UFRGS e passam por um rigoroso controle inicial de observância às normas para publicação. Salvo alguma incorreção formal, ou visível falta de consistência, estas são cadastradas e enviadas a pareceristas externos especializados na área de conhecimento da obra que está sendo objeto de avaliação. Uma vez apreciadas, as obras e pareceres enviados para o Conselho Editorial para análise final. Nesta etapa o Conselho pode solicitar um novo parecer, esclarecimentos adicionais ou alterações no texto por parte do autor. Caso sejam aprovadas, as propostas entram em processo de edição.

A Editora reserva-se o direito de submeter a pareceristas por ela indicados mesmo aquelas obras que já tenham recebido pareceres favoráveis ou recomendações para publicação por parte de outras entidades.

A Editora não publica anais, livros de resumos, guias ou outras obras resultantes de eventos realizados por Departamentos, Programas de Pós-Graduação, Grupos de Trabalho, Associações Profissionais etc., salvo aqueles decorrentes de promoções da Universidade. O mesmo se aplica às revistas de Departamentos ou de Programas de Pós-Graduação. Também estão fora do escopo de publicação da Editora da UFRGS obras literárias como romances, poesias e produções afins.

Textos provenientes de trabalhos de investigação como teses e dissertações, ou ainda relatórios de pesquisa devem ser revisados e adequados ao formato de livro antes de serem submetidos.

No caso de livros que necessitem ser traduzidos de idioma estrangeiro a Editora só aceitará a obra no idioma original e, caso a publicação seja aprovada pelos pareceristas, a tradução será efetuada por um tradutor indicado ou pela Editora ou por ela certificado em acordo com o proponente. Este critério visa garantir a qualidade técnica da obra.

Cabe à Editora decidir sobre coedições que venham a ser propostas pelos autores.

A Editora não cobra valores dos autores. Por este motivo não fornece orçamentos referente ao processo de produção das obras para fins de processos licitatórios ou afins.

Apoios ou patrocínios são aceitos e devem sem provenientes apenas de instituições. A Editora não aceita colaborações financeiras de pessoas físicas e os aportes de recursos para auxílio no processo editorial não garantem aprovação da obra submetida à análise. A existência de recursos institucionais para a publicação de uma obra aprovada tampouco implica sua priorização na ordem de lançamento dos títulos, a qual é estabelecida pela Direção da Editora levando em conta o planejamento de lançamento de seus livros desenvolvido em articulação dos profissionais de comunicação e do Setor de Distribuição e Comercialização.

A Editora somente disponibilizará seu ISBN para obras que tenham atendido aos critérios anteriormente expostos e recebido aprovação de pareceristas por ela indicados, independente do proponente oferecer recursos para a publicação.

Cabe à Editora decidir a oportunidade da reimpressão ou reedição de uma obra. No caso de reedição o texto deverá estar atualizado substantivamente em relação à versão anterior. Por ocasião da apresentação do original, o proponente deverá justificar a reedição e detalhar as atualizações realizadas.