Você está aqui: Página Inicial Notícias Editora da UFRGS no portal SciELO Livros

Editora da UFRGS no portal SciELO Livros

NOVIDADE! Obras da editora no formato digital estão disponíveis para o público no SciELO Livros, plataforma de distribuição online de livros científicos, muitos dos quais em acesso aberto. Confira!

 

Inicialmente serão publicados nove títulos da Editora da UFRGS que estão com suas edições impressas esgotadas ou prestes a se esgotarem.

As obras contidas no SciELO Livros podem ser lidas em tabletssmartphones, telas de computador e em leitores de ebooks. Atualmente na plataforma podem ser acessados os catálogos de treze editoras de universidades brasileiras e de uma colombiana. O SciELO Livros constitui-se em um sistema nacional de indexação de livros acadêmicos de qualidade, com mecanismos para promover a visibilidade e a disseminação das obras, bem como o acompanhamento e aferição da circulação dos materiais por lá acessados.

Sua origem decorre da rede Scientific Eletronic Library Online – ScieELO, uma biblioteca eletrônica que abrange coleções nacionais de periódicos científicos do Brasil e de países da América Latina e Caribe, além da Espanha, Portugal e África do Sul.

“O ingresso no SciELO Livros sinaliza a consolidação da política de acesso aberto da editora", comenta Alex Niche Teixeira, diretor da Editora da UFRGS.

Conforme o diretor da Editora da UFRGS, Alex Niche Teixeira, “o ingresso no SciELO Livros sinaliza a consolidação da política de acesso aberto da Editora da UFRGS para suas publicações eletrônicas a fim de contemplar uma boa parcela da publicação científica que pode se beneficiar das vantagens deste tipo de suporte em termos de disponibilidade do conteúdo e circulação em tempos de escassez de recursos".

 

 

 

Confira os primeiros títulos da Editora da UFRGS disponíveis em acesso aberto no portal SciELO Livros:

 

* A clínica psicanalítica na contemporaneidade – Carmen Backes (Org.)

Os textos propõem ao leitor uma aproximação ao universo da clínica psicanalítica, do sofrimento psíquico, da forma como ele se apresenta na contemporaneidade. Passados pouco mais de cem anos da inauguração da psicanálise insiste a pergunta sobre quais modificações se operaram, no decorrer deste século – se é que de fato ocorreram –, na forma como é tomado o sofrimento psíquico e qual é hoje o estatuto da direção da cura na psicanálise.

 

 

 

* Desvendando a história da África – José Rivair Macedo (Org.)

Esta publicação é fruto da confluência de vários fatores que passaram a contar com o porto seguro oferecido pela Lei n° 10.639, de 2003, que institucionalizou o estudo integral da História do Brasil e o reconhecimento do papel primordial dos africanos e de seus descendentes na construção da civilização brasileira. Os trabalhos aqui apresentados são norteados pela vontade de trabalhar a História da África como objeto direto de conhecimento e pela luta pela verdade histórica e contra os preconceitos eurocêntricos. Neste sentido, o livro busca para proporcionar uma visão ampla e íntegra da África e de sua diversidade, ressaltando a contribuição inalienável das suas populações para a história da humanidade, do Brasil e para nossa formação como seres humanos.

 

 

* Políticas da diversidade: (in)visibilidades, pluralidade e cidadania em uma perspectiva antropológica – Denise Fagundes Jardim, Laura Cecilia López (Org.)

Este livro propõe uma aproximação com as políticas da diversidade a partir de uma abordagem antropológica. Temas como multiculturalismo, multiculturalidade, interculturalidade, diversidade cultural e pluralidade vêm sendo debatidos como noções chaves para políticas públicas nacionais e, por vezes, parecem apenas sinônimos, ocultando a densidade de seus usos e escolhas conceituais e políticas. A partir das décadas de 1980 e 1990, em especial na experiência sul-americana, o debate público tem se transformado no que tange à compreensão da experiência nacional com as “minorias”. Novos sentidos, limites e desejos contidos nas noções de promoção de cidadania são consignados nas novas cartas constitucionais.

 

Em breve serão publicados outros cinco livros em acesso aberto:

* A página violada: da ternura à injúria na construção do livro de artista Paulo Silveira

* A pluriatividade na agricultura familiar Sergio Schneider

* Desenvolvimentismo: o conceito, as bases teóricas, as políticas – Ricardo Dathein (Org.)

* Os eleitos: representação e carreiras políticas em democracias – André Marenco (Org.)

* Violência e cidadania: práticas sociológicas e compromissos sociais José Vicente Tavares dos Santos, Alex Niche Teixeira e Maurício Russo (Org.)

 

Além destas obras, o público terá acesso à versão digital de A tentação fascista no Brasil: imaginário de dirigentes e militantes integralistas, de Hélgio Trindade, pelo valor de R$ 35,00. O livro, lançado recentemente, também está disponível para compra no site da Livraria Virtual da Editora da UFRGS.

Os livros publicados pelo SciELO Livros são selecionados segundo controles de qualidade aplicados por um comitê científico, e os textos em formato digital são preparados segundo padrões internacionais que permitem o controle de acesso e de citações.

 

Sobre a Rede SciELO e o SciELO Livros

A Rede SciELO, criada em 1997, é um banco de dados bibliográfico, biblioteca digital e modelo cooperativo de publicação digital de periódicos científicos brasileiros de acesso aberto.

O SciELO Livros, criado em 2012, é parte integral do Programa SciELO da FAPESP, e o seu desenvolvimento por meio da coleção SciELO Livros Brasil é liderado e financiado por um consórcio formado pelas editoras da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). O projeto de desenvolvimento da plataforma metodológica e tecnológica do SciELO Livros teve  a cooperação técnica da BIREME/OPAS/OMS e sua execução apoiada pela Fundação de Apoio à Universidade Federal de São Paulo.

 

Sobre a Editora da UFRGS

A Editora da UFRGS é um órgão suplementar vinculado à Pró-Reitoria de Coordenação Acadêmica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Criada em 1971, é a editora universitária mais antiga do RS. Está entre as mais importantes editoras acadêmicas brasileiras e já publicou centenas de títulos ao longo de sua história, muitos deles premiados em instâncias do mundo cultural e científico. É sócia-fundadora da Associação Brasileira das Editoras Universitárias (ABEU) e associada da Câmara Rio-Grandense do Livro. Além disso, está há mais de 40 anos presente na Feira do Livro de Porto Alegre.

 

Publicado em 20/12/2017.