Você está aqui: Página Inicial Notícias UFRGS sedia evento anual de editoras universitárias

UFRGS sedia evento anual de editoras universitárias

Entre os dias 14 e 17 de maio de 2019, a UFRGS sediará o 2º Seminário Brasileiro de Edição Universitária e Acadêmica e a 32ª Reunião Anual da ABEU, promovidos pela Associação Brasileira das Editoras Universitárias (ABEU) e pela Editora da UFRGS. Pessoas interessadas no tema, podem inscrever-se para participar. Confira a programação!

 

Com o tema O presente do livro universitário: velhos desafios, novas adversidades, o 2º Seminário Brasileiro de Edição Universitária e Acadêmica e a 32ª Reunião Anual da ABEUoportunizarão reflexões e debates sobre assuntos fundamentais para a compreensão do contexto editorial acadêmico de forma crítica e a prospecção de novas frentes e oportunidades.

Simultaneamente, ocorre o curso ABEU Técnico "O livro e as tecnologias: metadados, formatos e linguagens". Trata-se de uma iniciativa de caráter formativo, voltada às equipes das editoras universitárias e outros interessados, com vistas à atualização profissional e ao incremento qualitativo do fazer editorial acadêmico.

A programação completa está em reuniaoanualabeu.com.br e as atividades serão realizadas no Centro Cultural da UFRGS, antigo prédio do Instituto de Química Industrial da universidade que foi revitalizado e conta com salas multiuso, espaços expositivos, auditórios e estúdios.

Realizadas desde 1987, as Reuniões Anuais da ABEU são os principais eventos de aproximação estratégica de editoras universitárias, institutos de pesquisa brasileiros e outros participantes, por subsidiarem as atividades editoriais com a atualização de conhecimento técnico-científico e o intercâmbio de experiências.

 

Inscrições

Para participar do 2º Seminário Brasileiro de Edição Universitária e Acadêmica e/ou ABEU Técnico é necessário inscrever-se pelo site reuniaoanualabeu.com.br, em Inscrições.

 

Sobre o Centro Cultural da UFRGS

O prédio histórico que abriga o Centro Cultural, construído entre 1922 e 1924, passou por processo de restauração e foi entregue à comunidade em setembro de 2018. A execução da obra contou com recursos da Lei Rouanet, por meio do Projeto Resgate do Patrimônio Histórico e Cultural da UFRGS. O espaço abrange a execução de projetos nas artes visuais, teatro, dança, música, literatura, educação e humanidades e as salas multiuso, os auditórios e os estúdios de gravação contam com isolamento acústico, sistema de climatização e acessibilidade a pessoas com deficiência.

 

 

Publicado em 18/3/2019