Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica – PPGEE, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, tem a satisfação de convidar a Comunidade Universitária para assistir à Defesa Pública da Tese de Doutorado do Mestre em Engenharia de Produção ALEXANDRE DOS SANTOS ROQUE, a realizar-se:

Data: 24/01/2020 – sexta-feira
Horário: 09 h
Local: Salão de Eventos do Instituto Eletrotécnico da UFRGS (Av. Osvaldo Aranha, 103 – 1º andar – Campus Centro)Banca Examinadora:

Prof. Dr. Antonio Alfredo Ferreira Loureiro – Departamento de Ciência da Computação – UFMG (Relator)
Prof. Dr. João César Netto – PPGC – UFRGS
Prof. Dr. Renato Ventura Bayan Henriques – DELAE – UFRGS
Prof. Dr. Edison Pignaton de Freitas – PPGEE – UFRGS
Prof. Dr. Ivan Müller – PPGEE – UFRGS

Orientador: Prof. Dr. Carlos Eduardo Pereira- PPGEE-UFRGS

Título da tese: “METODOLOGIA PARA TESTE E ANÁLISE DE DEGRADAÇÃO DE DESEMPENHO EM PROTOCOLOS DE COMUNICAÇÃO INTRA-VEICULARES”Resumo:

“Considerar os efeitos de falhas e interferências que afetam as redes intra-veiculares desde o projeto dos seus sistemas de controle tornou-se fundamental, pois, a complexidade da eletrônica embarcada, o aumento do fluxo de informação e também as possibilidades de ataques maliciosos, tornaram o projeto destes sistemas uma tarefa cada vez mais complexa. Neste contexto, a presente tese visa explorar formas de integrar e modelar os efeitos de degradação causados por diferentes tipos de falhas que afetam os protocolos de comunicação, na interconexão das unidades de controle (ECUs). Dentre estas falhas, a pesquisa destaca o estudo aprofundado dos transientes elétricos rápidos – EFT, que degradam o desempenho e geram efeitos como perda de pacotes e atrasos de comunicação. Desta forma, contribui-se com uma metodologia para o tratamento de falhas em sistemas críticos de tempo real, desde as fases iniciais do projeto, utilizando a modelagem orientada a aspectos para modelar e especificar requisitos do sistema, de acordo com características transversais dos requisitos não funcionais relacionados a falhas. Para a definição dos requisitos não funcionais, esta pesquisa usa como base o framework RT-FRIDA (Real-Time From Requirements to Design using Aspects), o qual foi estendido para agregar com mais detalhes a modelagem de falhas. Para fins de validação da metodologia foi desenvolvido um mecanismo de diagnóstico de degradação de desempenho, o qual foi integrado a um sistema de controle de suspensão ativa. O estudo foi avaliado em diferentes cenários de carga da rede e com injeções de falhas usando dois tipos de hardwares que seguem normas de teste aceitas pela industria. Os resultados evidenciaram a aplicabilidade da metodologia, com a modelagem de um mecanismo de diagnóstico que efetivamente detectou e registrou todos os distúrbios de desempenho nos cenários estudados. As análises enfatizam a degradação de desempenho acentuada registrada com as injeções EFT de maior amplitude de tensão e menor tempo de rajada, com carga de ocupação da rede acima de 30%. Os experimentos avaliaram o desempenho dos atuais protocolos de comunicação, com melhores resultados obtidos em FlexRay e CAN-FD, o que confirma a evolução dos protocolos para atender as recentes demandas de desempenho da industria automotiva”.
Palavras-chave: Protocolos de comunicação intra-veiculares, Transientes elétricos rápidos, Modelagem baseada em testes, Modelagem Orientada a Apectos.