Cesto de produtos populares está mais caro

Custo da cesta aumentou em abril

Os cinquenta e um produtos do Cesto de Produtos Básicos de Consumo Popular em Porto Alegre, acompanhado pelo Núcleo de Pesquisa Econômica Aplicada do Centro de Estudos e Pesquisas Econômicas (IEPE) da UFRGS, passou a custar R$ 499,16 no mês de abril. Em relação a março houve um acréscimo de R$ 8,17 o que representa uma taxa de variação de 1,67%. Nos últimos doze meses a variação foi de 4,94% e o acumulado neste ano chegou a 2,24%.

- Analisando as contribuições de cada produto, verificou-se que vinte e oito produtos tiveram seus preços aumentados, contribuindo assim, para um acréscimo de 2,07% no custo total do Cesto. Por outro lado, vinte e três produtos reduziram de preço, contribuindo com menos 0,40% – diz o documento.
O Índice de Preços ao Consumidor (IPC/IEPE), pesquisado semanal e mensalmente, tendo como base as despesas de 565 famílias da Região Metropolitana de Porto Alegre que percebem de 01 a 21 salários mínimos, apresentou uma variação de 0,78% no período.
Em se tratando dos últimos doze meses, o índice acumula 4,77% e no ano, 2,23%.
O grupo Alimentação registrou alta de preços, de 0,63%; em destaque o subgrupo In-natura com 1,12% e Alimentação Fora do Domicílio com 0,84%. O grupo dos Produtos Não Alimentares apresentou variação positiva de 1,38%; o subgrupo Fumo marcou 14,58%, o subgrupo Saúde e Higiene Pessoal teve majoração de 2,14% enquanto o subgrupo Vestuário teve acréscimo da ordem de 2,21%. O grupo dos Serviços Públicos e de Utilidade Pública sinalizou 0,23% e o grupo Outros Serviços cresceu 0,55%.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Notícias Relacionadas