Institucional

institucional1 A Faculdade de Ciências Econômicas – FCE tem como objetivo principal oferecer um ensino de graduação e de pós-graduação de qualidade, bem como desenvolver atividades de pesquisa e de extensão, em todas as áreas de suas atividades.

A FCE é uma instituição centenária e uma das Unidades mais antigas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Sua origem remonta à antiga Escola de Comércio, criada em 26 de novembro de 1909, como órgão integrante da Faculdade Livre de Direito, onde permaneceu até 1945. A Escola de Comércio oferecia, inicialmente, dois cursos: um Curso Geral, de nível médio, de três anos, e um Curso Superior, de dois anos.

Em 1916, foi declarada instituição de utilidade pública. Em 1934, a Escola de Comércio passa a integrar a Universidade de Porto Alegre e, em 1945, transforma-se em Faculdade de Economia e Administração, ocasião em que também se autonomiza da Faculdade de Direito. A Faculdade de Economia e Administração passou a oferecer os seguintes cursos superiores: Ciências Econômicas, Ciências Administrativas, Ciências Contábeis e Atuariais.

 

institucional2 Em 1950, com a federalização da então Universidade do Rio Grande do Sul, a Faculdade de Economia e Administração passa a denominar-se Faculdade de Ciências Econômicas – FCE.

Em 1953, foi criado o Instituto de Estudos e Pesquisas Econômicas – IEPE, como órgão auxiliar da Faculdade. O IEPE, além de elaborar o índice de preços ao consumidor da Região Metropolitana de Porto Alegre, promoveu, também, os primeiros cursos de pós-graduação da Faculdade: Mestrado em Economia Rural, Mestrado em Economia Pura e Mestrado em Sociologia Rural, na década de 1960.

Em 1996, com a criação da Escola de Administração, o Curso de Ciências Administrativas passa a ser oferecido pela nova Escola. Em 2004, a FCE cria um novo curso de graduação em Relações Internacionais e, em 2007, mais um novo curso de graduação tecnológico sobre Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural, na modalidade de educação a distância.

Em 26 de novembro de 2009, a Faculdade de Ciências Econômicas comemorou seu centenário.

 

〉 A Missão da FCE

A Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS é uma instituição de ensino, pesquisa e extensão que atua nas áreas de Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Ciências Atuariais, Relações Internacionais e Desenvolvimento Rural, podendo ampliar sua atuação para outras áreas de conhecimento relacionadas. Em nível geográfico, a atuação concentra-se no estado do Rio Grande do Sul, estabelecendo intercâmbio com outras instituições sediadas no Brasil e no Exterior. A missão da Faculdade de Ciências Econômicas contempla: (i) formar e qualificar pessoas comprometidas com a excelência e ética no exercício de suas funções profissionais; (ii) desenvolver novos conhecimentos, em todas as suas áreas de atuação, através da pesquisa e extensão; e (iii) contribuir para o desenvolvimento da sociedade com ampla interação com os setores públicos e privados.

〉 Visão: A imagem do futuro a ser construído

Para realizar esse propósito, a FCE projeta-se no futuro como uma instituição dinâmica, capaz de acompanhar e estimular mudanças nos sistemas econômicos, políticos e socioambientais, no âmbito nacional e internacional, bem como nas esferas do Estado, das organizações públicas e privadas e da sociedade em geral. Isso será feito atualizando seus cursos de graduação e pós-graduação e mantendo atividades regulares de pesquisa e extensão em todas as suas áreas de atuação, visando a se tornar um centro de referência Internacional.

〉 Os valores da FCE

1aIntegração entre docentes e discentes: acreditamos que é necessário construir um ambiente que facilite maior integração e comunicação entre todos – estudantes, técnicos e docentes – condição essencial para a eficácia do processo de aprendizado e para o crescimento profissional;

2Desenvolvimento humano e colaboração: buscamos um ambiente de liberdade e respeito, onde sejam possíveis a proposição e avaliação crítica de novas ideias, onde todos – estudantes, técnicos e docentes – ajudam uns aos outros a alcançar a plenitude de seus potenciais;

3Valorização da pluralidade: entendemos que existem diversas abordagens para a compreensão de sistemas econômicos. Aceitamos e defendemos a pluralidade de ideias e métodos, que se complementam e estimulam a busca da excelência acadêmica;

.

4Desburocratização: entendemos que a universidade deve responder de forma rápida e eficiente, e vamos realizar esforços para diminuir qualquer burocracia ao mínimo necessário;

.>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

5

Sustentabilidade e responsabilidade: defendemos abordagens que incorporem os princípios da gestão pública responsável, da ética e da sustentabilidade social e ambiental; agimos e educamos nossos alunos de acordo com esses princípios;>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

.

6Cooperação institucional: acreditamos que através da cooperação com outras entidades, respeitando a diversidade, podemos estabelecer parcerias que propiciem benefícios mútuos; >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

.

7

Democratização: defendemos a ampliação do acesso público ao conhecimento, assegurando a qualidade do ensino e das atividades de pesquisa e extensão; >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

.

8Contribuição para o desenvolvimento nacional: queremos contribuir para que as iniciativas nas organizações públicas e privadas sejam mais eficazes, propiciando melhores condições de desenvolvimento socioeconômico, o bem estar da população e a inserção internacional do Brasil no mundo em transformação.

 .

henkin

Prof. Hélio Henkin na cerimônia de recondução à direção da FCE

〉 Direção da Faculdade de Ciências Econômicas

Diretor: Hélio Henkin
Vice-Diretor: André Moreira Cunha
Gerente-Administrativa: Kátia Rezer Menger