PESQUISAS
__________
 

VISUALIDADE E SENTIDO: CONTÁGIOS ENTRE ARTE E MÍDIA NO ENSINO DA ARTE
Coordenadora: Analice Dutra Pillar - UFRGS/FACED/PPGEDU - 2009/2012
Integrantes: Ana Marta Meira, Gabriela Bon, Gilvânia Maurício Pontes, Juliana Holz Luz, Letícia Bandeira Guimarães, Lourenço Cossa, Marília Forgearini Nunes, Marion Diverio Faria Pozzi, Rejane Ledur, Rita Petrykowski Peixe, Rorana Krug, Rosana Fachel de Medeiros, Ruth Lerm, Tatiana Telch Evalte.

Este projeto problematiza a leitura da visualidade contemporânea na escola, em especial textos da mídia e da arte que articulam os sistemas visual e sonoro, investigando os contágios entre eles e os efeitos de sentido produzidos na interação das diferentes linguagens que os constitui. Busca (a) realizar uma leitura semiótica de episódios de um desenho animado apresentado na mídia televisiva e de produções de arte contemporânea; (b) analisar o percurso gerativo da significação nos textos; (c) investigar as significações que crianças das séries iniciais do Ensino Fundamental constróem em presença destes textos; (d) contribuir para a leitura da visualidade contemporânea na escola na perspectiva da semiótica discursiva, em que o foco é a produção e apreensão de sentidos seja de textos da arte, da mídia, produções das crianças ou imagens do cotidiano; (e) gerar literatura sobre análise de textos sincréticos possibilitando aos educadores em geral e aos professores de artes, em especial, tematizar outras produções contemporâneas e construir estratégias de interação com textos híbridos.

> > > Baixe aqui a descrição detalhada do PROJETO < < <


OBJETOS VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: POSSIBILIDADES PARA A EDUCAÇÃO EM ARTES VISUAIS
Coordenadora: Andrea Hofstaetter - UFRGS/IA/PPGAV - 2009

Pesquisa em andamento, vinculada ao Departamento de Artes Visuais/IA/UFRGS, desde 2009. Este projeto de pesquisa, a partir da proposição de investigar possibilidades para a presença e formas de utilização de objetos virtuais de aprendizagem (OVA) na educação em artes visuais, especificamente, diz respeito às questões mais amplas da aprendizagem em arte, da elaboração de objetos de aprendizagem e da utilização de tecnologias e novos meios no ensino de artes visuais. Tenho em vista a investigação sobre possíveis efeitos da presença de OVA sobre a construção de conhecimentos em artes visuais, sobre maneiras de desenvolvê-los e utilizá-los, como também a reflexão sobre os modos de aprender. Esta pesquisa visa apontar possibilidades para a inserção de novos recursos pedagógicos considerando-se as reais condições de infra-estrutura disponíveis na educação básica para a utilização de novas tecnologias e meios alternativos de produção de conhecimento em artes visuais.

> > > Baixe aqui o arquivo completo do PROJETO < < <


INTERAÇÃO DE LINGUAGENS NO DESENHO ANIMADO BOB ESPONJA: LEITURA TELEVISÃO INFÂNCIA
Coordenadora: Analice Dutra Pillar - UFRGS/FACED/PPGEDU - 2006-2009
Integrantes: Gabriela Usevicius Maia da Silva, Júlia Porsch Timm (PIBIC/CNPq), Letícia Bandeira Guimarães, Priscila Doebber Simões, Rosana Fachel de Medeiros (PIBIC/CNPq), Tatiana Telch Evalte

Este projeto busca analisar a interação de linguagens no desenho animado Bob Esponja, as significações que as crianças constróem e as contribuições que a análise deste texto sincrético podem propiciar para o entendimento de outras produções contemporâneas. A utilização de diferentes linguagens, simultaneamente, caracteriza esse produto midiático como um texto sincrético, onde as linguagens (visual, verbal e sonora) interagem na constituição de uma significação. Tendo como referencial a teoria semiótica sincrética (Fantinatti; Floch; Greimas; Médola; Oliveira), os trabalhos sobre a leitura de desenhos animados (Fischer; Fusari; Giroux; e Capparelli) e as discussões contemporâneas sobre infância (Steinberg e Kincheloe, Postman). O corpus de análise é um texto imagético do cotidiano das crianças, o qual apresenta distintas concepções de infância. Para tal, foi selecionado e gravado em vídeo o desenho animado Bob Esponja Calça Quadrada. Esse texto audiovisual foi produzido no final década de noventa. A equipe de pesquisa está analisando três episódios deste desenho animado separando cada uma das linguagens e observando suas inter-relações. Com isso pretende-se compreender as distintas linguagens e como elas estão em relação. Desse desenho serão apresentados três episódios, cada um em dois momentos, e discutidos com dois grupo de crianças. Um de uma escola de Educação Infantil e outro de uma escola de Ensino Fundamental para que seja possível realizarmos um estudo comparativo sobre as significações atribuídas por crianças de diferentes faixas etárias.

> > > Baixe aqui a descrição detalhada do PROJETO < < <


REGIMES DE VISIBILIDADE NOS DESENHOS ANIMADOS DA TELEVISÃO
Coordenadora: Analice Dutra Pillar - UFRGS/FACED/PPGEDU - 2001-2003
Integrantes: Ângela Desimon Tricot (BIC/UFRGS), Rosana Fachel De Medeiros (BIC/UFRGS)

Que desenhos animados as crianças assistem? Como entendem o que vêem? Que sentidos criam para estes desenhos? O que elas aprendem com estes programas? Que tipo de idéias são veiculadas? Como estas idéias são mostradas? Para responder a tais questões, buscamos selecionar alguns desenhos animados contemporâneos, analisar os regimes de visibilidade presentes nestas produções e conhecer as produções que sentido que as crianças lhes atribuem. É feita uma discussão acerca da imagem, de seus efeitos de sentido e do modo como elas capturam o nosso olhar; apresentado um panorama da teoria semiótica, suas origens e a vertente em que estamos trabalhando; abordados os referenciais teóricos da semiótica greimasiana e suas relações com o campo da educação e arte. Trata do fascínio que os desenhos exercem, da produção de sentido construída frente a estas produções e de suas implicações para a educação infantil e para o ensino da arte.

> > > Baixe aqui o poster do PROJETO < < <


 
 
Web
Web Designer - Regina Veiga