Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFRGS  

Pesquisa GEU

PESQUISAS EM ANDAMENTO

Sistemas Universitários: uma visão comparada de diferentes países
Contextualização histórica da origem, desenvolvimento e características atuais de sistemas universitários em diferentes países, numa abordagem comparativa com a realidade brasileira, procurando salientar tanto as influências externas, quanto aspectos específicos do sistema de educação brasileiro.


Pesquisadora: Arabela Campos Oliven.


Políticas de Inclusão Social no Ensino Superior no Brasil: políticas de redistribuição de oportunidades?
Analise das políticas de inclusão social implementadas recentemente no Brasil para ampliar o acesso ao ensino superior de estudantes de baixa renda e/ ou excluídos por questões raciais: (a) Políticas Afirmativas (reserva de vagas ou acréscimo de bônus no vestibular para estudantes de escola publica e/ou autodeclarados negros/pardos/indígenas) e o; (b) Programa Universidade para Todos (PROUNI), um programa de bolsas integrais e parciais em IES privadas que em troca receberiam isenção de tributos.
Questões a serem investigadas: Qual o impacto das políticas de inclusão social em andamento no Brasil sobre a expansão e democratização do acesso ao ensino superior?; Qual o efeito do acesso à universidade sobre a vida dos estudantes beneficiados pelas políticas de inclusão social?; Complementarmente, será feita uma pesquisa sobre o desempenho do ensino médio, buscando compreender as causas da queda da matrícula e dos índices de conclusão e o impacto que isso poderá ter sobre o ensino superior.

Pesquisadora: Clarissa Eckert Baeta Neves.

Equipe: Bruna Anhaia; Fernando Gonçalves de Gonçalves; Thalles Ricardo de Melo Silva. 

Apoio: CNPq

 

Transformações do Ensino Superior: Políticas de Reforma e respostas Institucionais   

Propõem-se, neste projeto, estudar o tema das transformações atuais no ensino superior no cenário brasileiro e internacional e as respostas institucionais das IES. Questões básicas: Da perspectiva das ações do governo, os temas pertinentes de estudo dizem respeito: a) à concepção e implantação de reformas e/ou políticas, (no caso da Alemanha, a reforma de Bolonha; no caso do Brasil, especialmente de expansão do ensino superior público federal/REUNI); b) às iniciativas com vistas ao fomento das IES, diversificação do modelo de ensino; inovação; c) à estrutura dos gastos com o ensino superior; d) aos mecanismos de acompanhamento dos investimentos feitos e os efetivos resultados dos programas implantados.  No âmbito das IES, os temas são, igualmente, múltiplos e incluem: a) formulação do projeto de desenvolvimento institucional em resposta ao projeto de reforma ou de políticas de expansão; b) preocupação com a gestão e governança; d) estratégias de modernização do ensino e desenvolvimento da pesquisa; e) internacionalização; f) estratégias de diversificação das fontes de financiamento; g) modelos de exercício da autonomia acadêmica; h) políticas de apoio aos estudantes.  Em suma, os temas giram em torno das questões relativas à concepção da missão institucional (ensino e/ou pesquisa e inovação), estratégias para sua execução(gestão e governança, avaliação, sustentabilidade financeira e rentabilidade) e globalização do setor (integração à dinâmica global de ensino e pesquisa e aos fluxos de investimentos). 

Pesquisadora: Clarissa Eckert Baeta Neves.

 Equipe: Fernando Gonçalves de Gonçalves

 Apoio: CNPq

 

Sistemas de Ensino Superior ante os desafios da internacionalização e da excelência.

O objetivo principal deste projeto é analisar os condicionantes das políticas de ensino superior e de ciência e tecnologia no Brasil que estimulam ou travam o alinhamento do Brasil à tendência mundial de estímulo à excelência internacional na pesquisa e à construção de “world class universities”.  De um lado, interessa entender as características inovadoras comuns e próprias das diferentes “iniciativas de excelência” com maior projeção no cenário internacional, com ênfase no caso da Alemanha. De outro lado, o trabalho pretende analisar as recentes iniciativas de políticas de ciência e tecnologia e ensino superior no Brasil, bem como casos selecionados de estratégias institucionais de internacionalização para entender o que trava ou estimula o esforço nacional de acompanhar a tendência mundial de iniciativas de excelência. 

Pesquisadora: Clarissa Eckert Baeta Neves.

Apoio: CNPq

 

Desigualdade, diversidade e reconhecimento na Educação: novos públicos da escolarização média e superior.

A pesquisa tem como objetivo analisar processos de socialização e escolarização de estudantes na educação superior de forma a interpretar elementos estruturais e trajetórias. A finalidade é conhecer e propor ações diante de limites que se apresentam para jovens que compõem camadas sociais novas nesses níveis de escolarização e com dificuldades de persistir na vida escolar e/ou acadêmica. Trata-se, portanto de investigar temas que têm desafiado as políticas públicas de ampliação e qualificação da escolarização média e superior no estado e no país, com vista ao reconhecimento institucional. O foco principal será interpretar de que maneira os estudantes lidam com a vida escolar e acadêmica a partir de seu capital cultural e com base no status de reconhecimento obtido no espaço institucional de educação que experimentam. As principais inspirações teóricas têm origem em Pierre Bourdieu e Bernard Lahire utilizadas na relação com estudos sobre o sistema de educação superior no país, sua diversidade e sua expansão. Metodologicamente são utilizadas ferramentas estatísticas para conhecer públicos educacionais, bem como a análise de trajetória de grupos sociais e de casos individuais. Os resultados devem ser disseminados em encontros, artigos e trabalhos acadêmicos e estudos que envolvem professores e gestores dos níveis de educação envolvidos.
 

Pesquisadores: Célia Elizabete Caregnato e Leandro Raizer.

 

 

 

PESQUISAS CONCLUÍDAS

 

 

As transformações dos sistemas de educação superior na Europa e a reforma do ensino superior na Alemanha
Análise das transformações dos sistemas de educação superior na Europa, e particularmente na Alemanha, a partir do processo Bolonha.

Pesquisadora: Clarissa Eckert Baeta Neves.

Equipe: Frederico Matos Alves Cabral.

Apoio: CNPq e CAPES/DAAD


Acesso e eqüidade na Educação Superior no Brasil, numa perspectiva comparada
O acesso e a equidade na educação superior, no Brasil, são investigados tendo por referência quatro questões básicas: a) até que ponto o processo de expansão tem assegurado verdadeira democratização do acesso à educação superior de qualidade? b) em que medida a diferenciação da oferta de oportunidades de educação superior pode facilitar a democratização do acesso? c) quais as características das políticas de financiamento da educação superior e da experiência de cost-sharing. Também são realizadas comparações com a experiência dos EUA e as estratégias criadas para ampliar o acesso e com alguns países da América latina, como Argentina (novas formas de acesso) e Chile (importante setor privado de educação superior).
Pesquisadora:Clarissa Eckert Baeta Neves.

Equipe: Bruno Morche; Bruna Cruz de Anhaia.
Apoio: CNPq

AGENDA







Agenda indisponível no momento.






Mais Eventos