Apresentação

O repertório de sonatas e sonatinas produzidas nos países europeus, na Rússia e mais recentemente nos Estados Unidos, tem sido o objeto de estudo e valorização de um número crescente de publicações. Verbetes em dicionários, como na última edição do New Grove (2000), ignoram toda e qualquer produção latino-americana ao comentar sobre a sonata tanto como gênero de composição instrumental quanto como forma preferencial adotada por um número significativo de compositores.

Português, Brasil
Subscrever GPPI RSS