HISTÓRICO


Fonte: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/12731



O Instituto de Ciências Básicas da Saúde (ICBS), centro de Ensino, Pesquisa e Extensão nas áreas básicas da saúde, é a Unidade da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), responsável pelo curso de Graduação em Biomedicina da Instituição e por seis Programas de Pós-Graduação. Possui instalações no Campus Centro, Campus da Saúde e no Campus do Vale.

Em 1995 o CONSUN aprovou a criação do ICBS e em 1996 o Instituto de Biociências (IB) foi dividido em dois novos Institutos: IB e ICBS. O ICBS está formado por cinco Departamentos: Ciências Morfológicas, Microbiologia, Imunologia e Parasitologia, Fisiologia e Farmacologia, localizados no Campus Centro, e Bioquímica, em prédio próprio, no Campus da Saúde. O Centro de Reprodução e Experimentação de Animais de Laboratório (CREAL), órgão auxiliar do ICBS e localizado no Campus do Vale, é o fornecedor de animais para experimentos, no âmbito do ICBS e da Universidade.

Possui seis Programas de Pós-Graduação: Fisiologia, Bioquímica, Neurociências, Microbiologia Agrícola e do Ambiente, Química da Vida e Saúde e Farmacologia e Terapêutica. O ICBS é um Instituto de caráter multidisciplinar, onde os docentes desenvolvem importantes projetos de pesquisa e extensão para o desenvolvimento científico e tecnológico nacional, com inserção internacional através de suas publicações. São 40 grupos de pesquisa cadastrados no CNPq. Além do curso de Biomedicina, o Instituto atende a outros 20 cursos de Graduação da UFRGS. Em suas dependências circulam, semanalmente, em torno de dois mil alunos.

Sua Sede funciona em um prédio histórico (antiga Faculdade de Medicina), situado no Campus Centro na Rua Sarmento Leite, 500, Centro Histórico, Porto Alegre-RS, Brasil.

Esse prédio foi projetado pelo arquiteto Theodore Wiedersphan em 1912 e executada por Rudolph Ahrons (início) / Augusto Sartori (término). As obras da construção iniciaram em 1913, no local do antigo Circo de Touradas da cidade, e o prédio foi inaugurado em 31 de março de 1924. Com fachada em formato circular, em estilo neoclássico do início do século passado, possui adornos externos de autoria do escultor italiano Frederico Pellarin. O prédio passou por ampliações nos anos de 1937, 1952 e 1955. Possui uma área construída de 9.285m2. Com a transferência da Faculdade de Medicina para o Hospital de Clínicas, em 1974, suas instalações foram ocupadas pelo Instituto de Biociências (IB) e, posteriormente, pelo ICBS.