Produção Científica

Cannabidiol

Cannabidiol
Cannabidiol

Cannabidiol, a non-psychotropic plant-derived cannabinoid, decreases inflammation in a murine model of acute lung injury: role for the adenosine A(2A) receptor.

Ribeiro A, Ferraz-de-Paula V, Pinheiro ML, Vitoretti LB, Mariano-Souza DP, Quinteiro-Filho WM, Akamine AT, Almeida VI, Quevedo J, Dal-Pizzol F, Hallak JE, Zuardi AW, Crippa JA, Palermo-Neto J.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22265864

 

-----

Cannabidiol, a non-psychotropic plant-derived cannabinoid, decreases inflammation in a murine model of acute lung injury: role for the adenosine A(2A) receptor.

A lesão pulmonar aguda é uma condição inflamatória para o qual o tratamento é principalmente favorável pois terapias eficazes não têm sido desenvolvidos. O canabidiol, um componente não-canabinóide psicotrópico de marijuana (Cannabis sativa), tem potentes propriedades imunossupressoras e anti-inflamatória. Por conseguinte, foram investigados os efeitos antiinflamatórios possíveis do canabidiol num modelo murino de lesão pulmonar aguda. Análise do total de células inflamatórias e diferenciais em fluido de lavagem broncoalveolar foi utilizada para caracterizar a migração de leucócitos para os pulmões; atividade da mieloperoxidase do tecido do pulmão e da concentração de albumina no lavado broncoalveolar foi analisada ​​através de ensaios colorimétricos; citocina/produção de quimiocina no lavado broncoalveolar; foi também analisado ​​por citometria de matrizes do grânulo e ELISA. Uma dose única de canabidiol (20mg/kg), administrada antes da indução de LPS (lipopolissacárido) induziu uma lesão pulmonar aguda e diminui a quantidade de migração de leucócitos (neutrófilos especificamente) para os pulmões, a concentração de albumina no lavado broncoalveolar, a atividade da mieloperoxidase no tecido pulmonar, produção de citoquinas pró-inflamatórias (TNF e IL-6) e quimiocinas (MCP-1 e MIP-2) 1, 2 e 4 dias após a indução de LPS induzida por lesão pulmonar aguda. Além disso, a adenosina um receptor (2A) está envolvida nos efeitos antiinflamatórios de canabidiol por LPS induziu lesão pulmonar aguda porque ZM241385 (4 - (2 - [7-Amino-2-(2-furil) [1,2, 4] triazolo [2,3-a] [1,3,5] triazin-5-ilamino] etil) fenol) (um antagonista altamente selectivo do receptor de adenosina a (2A)) revogada todos os efeitos antiinflamatórios do canabidiol previamente descrito. Assim, mostra-se que o canabidiol tem efeitos antiinflamatórios em um modelo murino de lesão pulmonar aguda e que este efeito é mais provável associada com um aumento na oferta adenosina extracelular e sinalização através de adenosina um receptor (2A).

Fonte: Blog do Laboratório de Neurociências da UNESC

Apoio:

wwwwwwwww