CONTAGEM DE PLAQUETAS

 

IMPORTÂNCIA

A contagem de plaquetas é um exame que avalia as plaquetas quantitativamente. Atualmente no LACVet, a contagem de plaquetas é feita por estimativa na lâmina, a contagem em câmara de Neubauer só é realizada nas situações em que a quantidade de plaquetas observadas no esfregaço corado se encontra fora dos parâmetros normais da espécie ou quando há solicitação para tal contagem.

 

TÉCNICAS

Contagem indireta de plaquetas no esfregaço sangüíneo:

Estimativa por campo de imersão:

1) Contar plaquetas em 10 campos aleatórios do esfregaço (com boa distribuição celular).

2) Realizar a média do somatório das plaquetas destes 10 campos.

3) Multiplicar o número médio de plaquetas por campo pelo fator. O fator de multiplicação dependerá do tipo de microscópio utilizado na contagem, ou seja, o fator utilizado para microscópios policromáticos (área de campo maior em relação aos monocromáticos) é 15.000, para microscópios monocromáticos é 20.000.

 

Contagem do número de plaquetas e eritrócitos na mesma área do esfregaço:

Contagem de plaquetas (/microlitro) =

No de plaquetas contadas x contagem total de eritrócitos (/microlitro)

No de eritrócitos contados

Contagem do número de plaquetas e leucócitos na mesma área do esfregaço:

Contagem de plaquetas (/microlitro) =

No de plaquetas contadas x contagem total de leucócitos (/microlitro)

No de leucócitos contados

 

Contagem direta de plaquetas em câmara de Neubauer:

Duas formas de diluição podem ser usadas para a mesma técnica.

 

Diluição em pipeta de Thoma (microdiluição em pipeta de glóbulos vermelhos):

1) Homogeneizar o sangue;

2) Aspirar o sangue até a marca 1.0 (pipeta de glóbulos vermelhos);

3) Limpar o sangue de fora da pipeta com papel ou gaze;

4) Aspirar o diluente (Brecher - oxalato de amônio a 1%) até a marca 101;

5) Agitar bem (5 minutos manual ou 2 minutos no agitador);

6) Desprezar as primeiras gotas e preencher a câmara de Neubauer (2 lados);

7) Deixar a câmara em repouso por 10 a 20 minutos em câmara úmida;

8) Contar as plaquetas dos 5 quadrados médios dos 2 lados da câmara;

9) Realizar a média da soma da contagem de ambos os lados da câmara e multiplicar por 1000.

 

Macrodiluição em tubo de ensaio

1) Em um tubo de ensaio colocar 2 mL da solução diluente (oxalato de amônio a 1%);

2) Acrescentar 20 microlitros de sangue homogeneizado e rinsar a pipeta;

3) Homogeneizar a solução final por inversão de tubo;

4) Preencher a câmara de Neubauer com o auxílio de um tubo capilar;

5) Deixar a câmara em repouso por 10 a 20 minutos em câmara úmida

5) Contar as plaquetas de 5 quadrados médios dos 2 lados da câmara, somar os 10 quadrados e multiplicar por 2525.

 

Observações:

A avaliação da morfologia das plaquetas também faz parte do hemograma, a presença de mega/ macroplaquetas ou agregados plaquetários exerce influência sobre a contagem e função plaquetária e por isso devem ser descritos no laudo.

 

Figura 1. Agregado plaquetário. 

Figura 2. Megaplaqueta.

Figura 3. Contagem direta de plaquetas em câmara de Neubauer.