CANOA MAX – Museu Nacional do Mar



Digitalização 3D de embarcação do acervo do Museu Nacional do Mar.

 

Descrição:

A “Max” foi a primeira canoa de Amyr Klink, navegador brasileiro reconhecido por suas expedições marítimas. Confeccionada em cedro rosa, com 3,30 m de comprimento e 0,48 m de boca, ele a ganhou no início dos anos 60 em Paraty (RJ). O tipo de embarcação é típico da região da Baía da Ilha Grande (RJ), ocorrendo do norte de São Paulo (SP) à Baia da Guanabara (RJ). A canoa Max foi cedida pelo navegador ao Museu Nacional do Mar, em 1995.
A digitalização 3D ocorreu em 2014 no Museu Nacional do Mar, em São Francisco do Sul (SC), em parceria do LdSM com o Programa de Extensão em Construção Naval Artesanal, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

 

Dados técnicos:

modelo em baixa resolução
(visualização online)
modelo em alta resolução
(arquivo original)
N° de vértices 9.248 7.391.933
Tipo de faces triângulos triângulos
N° de faces 18.508 14.770.158
Tamanho da malha 1,61 MB (.obj) 704 MB (.stl)
Mapa de textura/cor 1,8 MB (4k)
Mapa de normais 4,38 MB (4k)

método de aquisição do modelo: Scanner 3D Artec Eva