LIMC » 2006 » November
 
Saturday, 25 November 2006 - 3:11 pm
A primeira vez a gente nunca esquece

O Infomedia TV publicou em seu podcast minha primeira entrevista na condição de pesquisador, a respeito de jornalismo open source. Foi gravada durante o 4º Encontro da SBPJor.

Por Marcelo Träsel | Comments (0)
Categoria: Notícias
 
 
Thursday, 23 November 2006 - 3:03 pm
Porto Alegre terá BarCamp

O BarCamp é um modelo de evento baseado nos princípios de colaboração e auto-organização. Ao contrário das conferências tradicionais, não há uma pauta pré-definida de apresentações e grupos de trabalho. Os participantes decidem a grade de programação e formam os círculos de debate conforme seus interesses, invertendo o modelo top-down das reuniões de especialistas e adotando um modelo emergente, bottom-up. O trabalho da organização é mais facilitar do que comandar. Por isso, costuma-se dizer que os BarCamps são “desconferências”.

O BarCamp POA acontece nos dias 9 e 10 de dezembro. O local será a Federação dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação, na Jerônimo Coelho, 303, centro da cidade. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na página do evento. Aceitam-se doações voluntárias para a compra do material necessário. Outra forma de colaborar é comprar uma camiseta. Quem quiser ajudar na organização, pode se juntar à lista de discussão também.

Para saber como funciona a tal “desconferência”, leia o relato do BarCamp Brasil, que aconteceu em Florianópolis em setembro.

Por Marcelo Träsel | Comments (0)
Categoria: Notícias
 
 
Saturday, 11 November 2006 - 3:09 pm
google não entendeu a linguagem humana

Se entende a Internet, o Google não entende a linguagem. Estão chateados porque as pessoas transformaram o nome da empresa em verbo. Não satisfeitos em fazer beiço, ainda dão sugestões de como usar e de como não usar a palavra “Google”. O texto todo tem um certo tom ameaçador:

Usage: ‘Google’ as verb referring to searching for information via any conduit other than Google.
Example: “I googled him on Yahoo and he seems pretty interesting.”
Our lawyers say: Bad. Very, very bad. You can only “Google” on the Google search engine. If you absolutely must use one of our competitors, please feel free to “search” on Yahoo or any other search engine.

Alguém por favor envie obras sobre lingüística à diretoria da empresa e a seus advogados. Se entrar nessa briga, o Google vai parecer tão patético quanto a RIIA processando usuários para tentar acabar com a troca de arquivos MP3 em redes P2P.

Dica da Sabrina.

Por Marcelo Träsel | Comments (0)
Categoria: Sem Categoria
 
 
Thursday, 9 November 2006 - 3:52 pm
Abaixo o CD!

“Há mais de 50 anos que rock diz foda-se para tudo que enche o saco. Agora chegou a hora de mandar o cd para putaquepariu. Não tem nada menos rock que cd. Agora o MQN está abandonando o formado de compact disc e tudo que ele representa: custos altos, subordinação ao estabelecido, problemas de distribuição e tudo mais. Por isso celebramos as coisas mais rock que existem atualmente: a música digital e o vinil.”

A banda MQN desistiu definitivamente de fazer o circuito normal de quem quer viver de música. Decidiram colocar todas as músicas à disposição na Web e liberar os direitos autorais para que as pessoas façam o que quiserem com elas. A idéia é viver de shows e da benda de vinis, com uma produção bem mais elaborada.

Por Marcelo Träsel | Comments (0)
Categoria: Creative Commons
 
 
Monday, 6 November 2006 - 10:36 pm
Parlamentares querem fechar a Internet

“Aos provedores de acesso caberia impedir o acesso anônimo do usuário à rede e o armazenamento de dados de conexões, como horários de entrada e saída, além do tempo de permanência na redes. Esses dados teriam de ser guardados por três anos. O projeto prevê que os provedores passem a ser responsáveis pela veracidade das informações prestadas pelo usuários, sob pena de responderem judicialmente por possíveis incorreções. A pena para o acesso sem identificação prévia seria de dois a quatro anos de reclusão. Nesse caso, o infrator ficaria detido até o juiz estabelecer uma fiança.”

China? Irã? Coréia do Norte? Não. O trecho acima se refere a um projeto de lei em tramitação no Senado Federal. O senador tucano Eduardo Azeredo, responsável por essa abominação, diz o seguinte: “Hoje, a internet é um território sem lei. Os bons usuários pagam pelos maus. Na verdade, tem gente criticando mesmo sem ler o projeto”.

Ironicamente, conforme o programador Rico Ferrari, será exatamente o contrário:

“Muitos provedores de acesso e conteúdo migrarão para outros países onde a legislação seja menos insensata, pode ter certeza: exportar empregos parece ser a especialidade dos nossos três poderes nos últimos anos. Os que não fizerem isso, por impossibilidade técnica ou econômica, aumentarão os preços (alguém tem de pagar pela infraestrutura extra que a lei exigirá, e esse alguém será você) ou simplesmente quebrarão. E uma quebradeira nesse setor será algo tão nefando para o país como um apagão, anote aí. Não, não é alarmismo, e, sim, isso atingirá você, que talvez nem saiba o que é um log de servidor.”

Obviamente, só há uma coisa a fazer: entrar em contato com Eduardo Azeredo e com a Comissão de Constituição e Justiça do Senado para tentar demover os parlamentares da idéia de aprovar essa lei. Aqui há uma lista de endereços eletrônicos e um modelo de carta.

Por Marcelo Träsel | Comments (0)
Categoria: Ciberpolítica
 
Next Page »
Mostre em nosso mapa qual a sua cidade  
Categorias:
  •  
    Search:

     
    Archives:
  • October 2008
  • September 2008
  • August 2008
  • June 2007
  • May 2007
  • April 2007
  • March 2007
  • January 2007
  • December 2006
  • November 2006
  • October 2006
  • September 2006
  • August 2006
  • July 2006
  • June 2006
  • May 2006
  • April 2006
  • March 2006
  • February 2006
  • January 2006
  • December 2005
  • November 2005
  • October 2005
  • September 2005
  • August 2005
  •  


    Para assinar nosso podcast e receber os novos episódios automaticamente, copie o link de um dos botões acima: RSS Podcast (versão apenas em áudio) ou RSS Enhanced (com imagens e links). Depois cole no iTunes no menu "Advanced" > "Subscribe to podcast...".

    Powered by WordPress