Memórias do Trabalho | Doações

Doações

Doações

O projeto Memória e Trabalho aceita a doação de documentos (fotografias, sons, desenhos, vídeos e filmes, manuscritos, escritos datilografados, etc.) a serem digitalizados como parte de seu acervo digital.. Os documentos encaminhados serão analisados pelo corpo técnico segundo sua relevância para os estudos sobre a memória do trabalho na região metropolitana de Porto Alegre e outras cidades do estado do Rio Grande do Sul. Ao serem incorporados ao acervos digitais do Projeto os documentos serão digitalizados e identificados segundo informações fornecidas pelos doadores,. Após a digitalização e cadastro no banco de dados do Projeto Memória e Trabalho, eles comporão as coleções etnográficas a serem disponibilizadas na WEB. Processo: As doações de documentos serão regularizadas através de um termo de doação e de depósito dos documentos junto ao acervo digitais do Banco de Imagens e Efeitos Visuais, explicitando-se os direitos de uso de imagens e som para fins científicos e didáticos, o qual deverá ser preenchido e assinado pelo doador. Todo o material doado será discriminado segundo seu estado e condições técnicas, em presença do doador. Após o processo de digitalização o doador receberá os seus originais, sendo posteriormente assinado um termo de doação e de depósito. Ao receber os originais o doador deverá conferir o material entregue e assinar um termo de devolução, recebendo em troca copia de todo o material doado. O critério de aceitação das doações segue os objetivos originais do Projeto Memória e Trabalho. Materiais e documentos originais que não foram considerados relevantes para o Projeto não serão digitalizados, sendo devolvidos ao doador O uso dos documentos doados segue as regras do código de ética que orienta a conduta dos pesquisadores e bolsistas do Projeto quando aos procedimentos de veiculação de coleções etnográficas na WEB.  

  • Os documentos doados que irão compor as coleções do Projeto Memória e Trabalho serão protegidos contra manipulação, falsificação ou destruição, em defesa de sua integralidade;
  • Os materiais doados devem ser utilizados em conformidade com o código de ética da Associação Brasileira de Antropologia/ABA;
  • Cópias de salvaguarda dos documentos digitalizados serão realizadas no sentido da conservação dos mesmos.
  • As doações em seu formato digital terão suas fontes documentais registradas na intenção de preservar as biografias dos documentos originais e devem ser identificados em obediência às informações fornecidas pelos próprios doadores, os quais serão responsabilizados pela fidedignidade;
  • O material doado só será disponibilizado na WEB a partir da concordância do doador que deverá assinar um termo de anuência com tal procedimento.
  • Não serão aceitas doações que não cumpram as normas do código de ético do Projeto Memória e Trabalho.