História

A construção do CME iniciou em 1999 com instrumentos e equipamentos do estúdio particular do compositor Eloy Fritsch. Naquela época iniciaram os primeiros cursos de Computer Music e Música Eletrônica na Universidade. As aulas práticas de Síntese Sonora foram ministradas aos alunos do curso de composição musical em sintetizadores como o Modular Roland System-700. Com o tempo o número de estudantes interessados em composição de música eletrônica aumentou. Eloy Fritsch, então, encaminhou projetos para a criação de laboratórios de composição. Em 2001 os projetos foram aprovados pelo MEC, CNPq e FAPERGS. Iniciava, assim, uma nova fase no campo da música eletrônica do RS com a construção do primeiro Centro de Música Eletrônica do sul do Brasil. O CME foi inaugurado em 15 de janeiro de 2003 com o 1 º Concerto de Música Computacional realizado por alunos e professores do Instituto de Artes da UFRGS.

 

Centro de Música Eletrônica

Considerado o maior e mais avançado Centro de Música Computacional e Eletrônica do sul do Brasil, o CME surge para alavancar as atividades de composição musical assistida por computador, bem como atividades de ensino, pesquisa e extensão, consolidando definitivamente a aliança de duas áreas cada vez mais inseparáveis: música e tecnologia. O CME é formado por três laboratórios: MIDILAB, AudioLab e LME vinculados ao Departamento de Música do Instituto de Artes da UFRGS. Os laboratórios são utilizados por pesquisadores e compositores oriundos dos Cursos de Graduação e Pós-graduação em Música da UFRGS. O CME ainda abriga os alunos do Programa de Extensão em Música Eletrônica e pesquisadores que desenvolvam trabalhos em Computer Music.