EDUCAÇÃO MUSICAL NA ESCOLA E A VITALIDADE CULTURAL DA COMUNIDADE MARABAENSE
Quinta-feira, 10 de novembro de 2011

A diversidade cultural implica não só nas múltiplas formas que se apresenta por meio da música na sociedade marabaense, mas também nas manifestações hibridas que se fazem delas e se aplicam no meio escolar como índice de múltiplas identidades oriundas das migrações trazidas pelos ciclos econômicos para esse território central conhecido como mesorregião do sudeste paraense. Propõe-se a partir dessa reflexão discutir sobre um mapeamento que tem como registro audiovisual a educação musical no município de Marabá, a fim de mostrar as possibilidades de ampliação dos elementos apontados como possibilidades e considerações dos fatores limitantes. Atualmente, identificados para a mensuração da vitalidade cultural da comunidade e o estabelecimento de indicadores culturais no segmento da música que possam servir tanto para medir a produção cultural de bens e serviços, os gastos das famílias e do governo, e as características da mão-de-obra ocupada desse setor para identificar estratégias de desenvolvimento de políticas educacionais e socioculturais. Assim, o registro documental videográfico trata dos estudos e pesquisas desenvolvidas e em desenvolvimento sobre metodologias e tecnologias, a ação que integra o programa "Música, Cotidiano e Educação", articulando a pesquisa, o ensino e a extensão, como modo significativo de representação e partir para a construção de um mapeamento e diagnóstico dos equipamentos culturais na e com a unidade e práticas musicais na escola.




Flame