Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais
Acessar
Você está aqui: Página Inicial 12. Idiomas Grego Clássico Por que estudar grego?

Por que estudar grego?

Grego Clássico :: Por que estudar Grego?

1 Existem muitas fortes razões para se estudar o grego clássico. Algumas dessas razões são de caráter prático, ou seja, quem conhece o grego possui habilidades que lhe permitem realizar com maior desenvoltura as atividades intelectuais com as quais está envolvido. Dentre elas, podem-se citar o interesse profissional, a habilidade lingüística e o conhecimento de etimologia. Além dessas razões práticas, existem motivos associados à cultura geral, ou seja, todo aquele que está inserido na cultura ocidental deveria tê-los presente para si, como, por exemplo, o conhecimento de estruturas de pensamento, a percepção do distanciamento entre culturas, o conhecimento dos mitos e a pertinência de questões fundamentais da existência humana.


Interesse profissional

O conhecimento desta língua é altamente recomendável ou mesmo indispensável para profissionais da filosofia, da história, das letras, do teatro e da religião, na medida em que possibilita a leitura dos textos de referência na forma original.


Habilidades linguísticas

O estudo do grego clássico propicia ainda uma série de vantagens práticas a toda pessoa que o aprende. O trabalho preciso e paciente exigido para a leitura do texto grego conduz necessariamente a uma compreensão aprofundada da forma e do conteúdo textual. O resultado disso é uma capacidade de utilização consciente da própria língua portuguesa, que se revela extremamente útil para o processo de elaboração de textos.

Etimologia

2 Outra vantagem pragmática do conhecimento do grego se relaciona à etimologia. As línguas ocidentais receberam e inventaram um grande número de palavras a partir do grego. Conhecendo os étimos gregos, você poderá deduzir o significado de muitos termos técnico-científicos e de palavras de uso comum, além de compreender de uma maneira nova o sentido de palavras já conhecidas. Exemplos? Conhecendo o grego, você poderá deduzir ou dissecar o significado de palavras e expressões como:
- política
- anamnese
- poliglota
- isósceles
- diálogo
- rinoceronte


Estruturas de pensamento


À primeira vista, pode parecer que o modo que pensamos é o único existente. Mas com um pouco de investigação, logo nota-se que isso não é verdade. Quando pensamos, por exemplo, usando substantivos (um coelho passou por aqui), estamos implicitamente admitindo que existam seres permanentes no mundo (o coelho que passou é o mesmo que eu vi depois, etc.). Existem línguas no mundo, no entanto, que não usam substantivos, só verbos (“coelhou” aqui). A estrutura de pensamento que utilizamos é o processo da longa história do pensamento e da linguagem, história essa largamente registrada na língua grega, berço de nossa civilização. Estudando grego, você irá aprender muito sobre como funcionam os mecanismos de nossa linguagem de hoje.


Distanciamento entre culturas


Assim como no que concerne à linguagem, a cultura que temos hoje não é a única existente. E para saber de nossa cultura, nada melhor do que conhecer uma outra cultura, tendo assim o contraste necessário. A princípio, qualquer cultura serviria para esse propósito, mas o estudo da cultura grega, por ser a origem da nossa, pode revelar traços insuspeitados acerca de como vemos e agimos no mundo. E, para conhecer a cultura grega, é imprescindível que se conheça a língua grega.


Conhecimento de mitos

3 Todas as sociedades estão fundadas sobre mitos. Mesmo a nossa o está. Os mitos fornecem as respostas para os problemas do que é o mundo e de como devemos agir nele. E muitos dos mitos da Grécia antiga continuam tendo pertinência hoje em dia, haja vista as análises de Freud do Édipo e as de Marx do Prometeu. E assim com muitos outros. Conhecer os mitos gregos é conhecer, por fim os nossos próprios. Além disso, muitos interessam-se pelos mitos gregos pelo simples fato de serem eles narrações realmente impressionantes. Agora, conhecer mitologia é uma coisa. Ler os textos originais é outra bem diferente. Estudando grego, você terá a possibilidade de ler os mitos em toda a riqueza de detalhes na qual eles foram escritos.


Questões fundamentais da existência humana

Os filósofos gregos foram, no mundo ocidental, os primeiro a se perguntarem sobre soluções racionais (ou seja, não míticas) para os problemas do mundo. E assim prosseguiram até o fim na antiguidade. Não é à toa que se diz serem os gregos os inventores da filosofia. O que é a Justiça? O que é a Verdade? De onde vem o mundo? O que é o Amor? Estudando grego, você vai ter acesso a esse tipo de questionamento da maneira como ele foi originalmente feito.