Próximos Eventos

Qui Out 26 @09:30 - 12:00PM
Debate de capítulos de dissertação/tese de membros do NER
Qui Nov 09 @09:30 - 12:00PM
Palestra de Ypuan Garcia
Qui Nov 23 @09:30 - 12:00PM
Palestra de Evandro Bonfim
Qui Nov 30 @09:30 - 12:00PM
Discussão de trabalhos de docentes membros do NER
Qui Dez 14 @09:30 - 12:00PM
Discussão de trabalhos de pós-graduandos membros do NER

Calendário

Novembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2

Nuvem de Tags

NER News

Cadastre-se para receber nossas atualizações.

Apresentação

O Núcleo de Estudos da Religião, fundado em 1996, é um espaço aberto e democrático de investigação, formação, extensão e intercâmbio nacional e internacional na área de estudos da religião. Sua equipe é constituída por professores, estagiários de pós-doutorado e estudantes de graduação e pós-graduação da UFRGS, assim como por pesquisadores associados de outras instituições de ensino e pesquisa. Os temas investigação de sua equipe incluem tanto estudos de tradições religiosas como catolicismo, protestantismo, religiões de matriz africana, espiritismo, nova era, quanto as múltiplas e complexas articulações entre religião e modernidade; política secularização e laicidade; globalização e internacionalização religiosa; sexualidade, gênero e direitos humanos no campo dos movimentos religiosos, entre outros. A produção de seus pesquisadores se expressa em artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais qualificados, em livros e em teses e dissertações. A sua revista, Debates do NER, publicada semestralmente, tem sido um periódico de referência na área dos estudos da religião.

As reuniões do NER integram o processo de pesquisa e de formação, contemplando análises e debates da literatura nacional e internacional de referência para os estudos da religião na atualidade e dos projetos de pesquisa elaborados por seus participantes. O NER promove ainda oficinas para seus estudantes e organiza eventos de várias magnitudes.

 

Breve Histórico

O NER foi fundado em 1996, como um dos núcleos de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UFRGS. A sua criação partiu da colaboração anterior em pesquisas e atividades conjuntas realizadas pelos professores Ari Pedro Oro e Carlos Alberto Steil e por estudantes de graduação e pós-graduação sob suas orientações. Alguns anos mais tarde, depois da conclusão de seu doutorado, o professor Bernardo Lewgoy integrou-se ao núcleo. Em 2010, o professor Emerson Giumbelli passou a fazer parte do corpo docente do PPGAS/UFRGS e do NER. O mesmo ocorreu com a professora Raquel Weiss, do PPGS/UFRGS, a partir de sua dedicação ao estudo do tema da moral na obra de Durkheim.

Um levantamento publicado em 2007 constatou que entre esse ano e 1984, quando se inicia o mestrado no PPGAS, foram realizadas 63 dissertações e teses voltadas ao tema da religião, 39 delas defendidas no PPGAS. Outro levantamento registrou 32 dissertações e teses dedicadas ao mesmo tema entre 2006 e 2015. Entre 2000 e 2015, foram ainda defendidos 32 Trabalhos de Conclusão de Curso (Ciências Sociais) orientados pelos pesquisadores principais do NER.

Um fato marcante na origem do NER foi a organização, na UFRGS, das VI Jornadas sobre Alternativas Religiosas na América Latina, da Associação de Cientistas Sociais da Religião do Mercosul (ACSRM) em 1996. Fato que se repetiu em 2005, quando as Jornadas voltaram a ser realizadas em Porto Alegre, na PUC/RS, contando com a participação do NER na sua organização. Em 2013, o NER voltou a organizar o evento da ACSRM, então em sua XVII edição.

A relação do NER com a ACSRM tem sido mantida ao longo de toda a trajetória do NER e seus pesquisadores vêm ocupando diversas posições na diretoria desta instituição. Desde 1999 a revista da ACSRM, Ciencias Sociales y Religión/Ciências Sociais e Religião tem sua sede no NER. Nesse sentido, o NER tem se destacado como um interlocutor importante no diálogo com outros países da América Latina. Este diálogo, por sua vez, tem induzido à realização de pesquisas empíricas e comparativas sobre processos de transnacionalização religiosa no Mercosul e sua incidência sobre a estruturação dos campos religiosos nestes países. 

Em 1997 foi lançado o primeiro número da revista Debates do NER e, desde então, vem sendo publicada semestralmente. Seu formato consta de duas seções principais, a primeira em que um texto temático de referência é comentado por especialistas nacionais e internacionais da área e uma segunda em que são publicados artigos científicos dentro do escopo da revista depois de passar pela avaliação de pesquisadores da área. Todas as edições da revista estão disponíveis on line, com acesso livre.

Ao longo de sua história, o NER tem publicado diversos livros e coletâneas organizadas por seus pesquisadores, entre os quais se destacam: Religião e Globalização (1997); Axé Mercosul: As religiões afro-brasileiras nos países do Prata (1999); Maria entre os vivos: Reflexões teóricas e etnografias sobre aparições marianas no Brasil (2003); O Grande Mediador: Chico Xavier e a Cultura Brasileira (2004); Religiones y Culturas: perspectivas latino-americanas (2009); Festa de Nossa Senhora dos Navegantes em Porto Alegre: Sincretismo entre Maria e Iemanjá (2009); Caminhos de Santiago no Brasil: Interfaces entre turismo e religião (2011); A Religião no Espaço Público: Atores e Objetos (2012); Transnacionalização religiosa: Fluxos e redes (2012); Religión, Cultura y Política en las Sociedades del Siglo XXI (2013); Transnacionalização religiosa: Religiões em movimento (2014); Circuitos religiosos: pluralismo e interculturalidade (2014); Símbolos Religiosos em Controvérsias (2014); On the Nature Trail: Converting the Rural into the Ecological through a State Tourism Policy (2015); Nos rastros da natureza: conversão da experiência rural em ecológica a partir de uma política pública (2016).

Entre 2000 e 2006, o NER participou do Programa Nacional de Núcleos de Excelência – PRONEX, com o projeto “Movimentos Religiosos no Mundo Contemporâneo”, financiado pelo CNPq, que articulou os mais reconhecidos grupos de pesquisa no Brasil. Este projeto deu origem a uma série de publicações de livros sobre a temática da religião.

Desde 2000 o NER é integrante do Programa Paulo Freire, uma rede internacional de pesquisa composta por 4 universidades brasileiras: UFRGS, UFPE, UERJ e UFMG e pela Universidade Livre de Amsterdam (VUA). Diversas pesquisas, seminários e publicações conjuntas na área de religião foram realizadas no âmbito deste Programa. De 2009 a 2015 o NER desenvolveu o Projeto de Pesquisa sobre Transnacionalização da Religião, por meio de um convênio com a Universidade Livre de Amsterdã - VUA, com financiamento da CAPES/NUFFIC. O Projeto incluiu missões de trabalho  de professores e missões de estudos de doutorandos, em regime de co-tutela, além do desenvolvimento de pesquisas e de publicações conjuntas.

Entre 2012 e 2015, o NER efetivou parcerias no âmbito de um convênio entre a UFRGS e a Universidade de Roma III. Com o título “A Religião no Espaço Público no Brasil e na Itália”, esse projeto permitiu a realização de eventos em  ambas as universidades e a publicação de livros (na Itália, "Religione e spazio pubblico in Italia e in America Latina", 2015; no Brasil, A Religião no Espaço Público: Atores e Objetos, 2012), além do n.27 (jan/jun 2015) da revista Debates do NER, onde foi discutido o texto do sociólogo italiano L. Diotallevi “O sentido e o problema do ‘separatismo moderado’”.

Em 2011, por iniciativa dos estudantes, foi realizada a “1ª. Jornada do NER”, com o objetivo de marcar seus 15 anos de existência. Em 2012, o NER promoveu o evento “A Religião no Espaço Público”. Em 2013, organizou as “XVIII Jornadas sobre Alternativas Religiosas no Mercosul”. Em 2014, realizou a “Mesa redonda: Religião, migração, globalização”. Em 2015, ocorreram a “Jornada do NER sobre religião e espaço público: diálogos Brasil-Itália” e a “Jornada de Iniciação Científica do NER”. Em 2016, o NER celebra seus 20 anos com um evento de dois dias, narrando em palavras e imagens sua trajetória e abrindo espaço para a discussão de uma nova geração de pesquisas e de pesquisadores.

As reuniões do NER integram o processo de pesquisa e de formação, contemplando análises e debates da literatura nacional e internacional de referência para os estudos da religião na atualidade e dos projetos de pesquisa elaborados por seus participantes. O NER promove ainda oficinas para seus estudantes e organiza eventos de várias magnitudes.

 

Breve Histórico

O NER foi fundado em 1996, como um dos núcleos de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UFRGS. A sua criação partiu da colaboração anterior em pesquisas e atividades conjuntas realizadas pelos professores Ari Pedro Oro e Carlos Alberto Steil e por estudantes de graduação e pós-graduação sob suas orientações. Alguns anos mais tarde, depois da conclusão de seu doutorado, o professor Bernardo Lewgoy integrou-se ao núcleo. Em 2010, o professor Emerson Giumbelli passou a fazer parte do corpo docente do PPGAS/UFRGS e do NER. O mesmo ocorreu com a professora Raquel Weiss, do PPGS/UFRGS, a partir de sua dedicação ao estudo do tema da moral na obra de Durkheim.

Um levantamento publicado em 2007 constatou que entre esse ano e 1984, quando se inicia o mestrado no PPGAS, foram realizadas 63 dissertações e teses voltadas ao tema da religião, 39 delas defendidas no PPGAS. Outro levantamento registrou 32 dissertações e teses dedicadas ao mesmo tema entre 2006 e 2015. Entre 2000 e 2015, foram ainda defendidos 32 Trabalhos de Conclusão de Curso (Ciências Sociais) orientados pelos pesquisadores principais do NER.

Um fato marcante na origem do NER foi a organização, na UFRGS, das VI Jornadas sobre Alternativas Religiosas na América Latina, da Associação de Cientistas Sociais da Religião do Mercosul (ACSRM) em 1996. Fato que se repetiu em 2005, quando as Jornadas voltaram a ser realizadas em Porto Alegre, na PUC/RS, contando com a participação do NER na sua organização. Em 2013, o NER voltou a organizar o evento da ACSRM, então em sua XVII edição.

A relação do NER com a ACSRM tem sido mantida ao longo de toda a trajetória do NER e seus pesquisadores vêm ocupando diversas posições na diretoria desta instituição. Desde 1999 a revista da ACSRM, Ciencias Sociales y Religión/Ciências Sociais e Religião tem sua sede no NER. Nesse sentido, o NER tem se destacado como um interlocutor importante no diálogo com outros países da América Latina. Este diálogo, por sua vez, tem induzido à realização de pesquisas empíricas e comparativas sobre processos de transnacionalização religiosa no Mercosul e sua incidência sobre a estruturação dos campos religiosos nestes países.

Em 1997 foi lançado o primeiro número da revista Debates do NER e, desde então, vem sendo publicada semestralmente. Seu formato consta de duas seções principais, a primeira em que um texto temático de referência é comentado por especialistas nacionais e internacionais da área e uma segunda em que são publicados artigos científicos dentro do escopo da revista depois de passar pela avaliação de pesquisadores da área. Todas as edições da revista estão disponíveis on line, com acesso livre.

Ao longo de sua história, o NER tem publicado diversos livros e coletâneas organizadas por seus pesquisadores, entre os quais se destacam: Religião e Globalização (1997); Axé Mercosul: As religiões afro-brasileiras nos países do Prata (1999); Maria entre os vivos: Reflexões teóricas e etnografias sobre aparições marianas no Brasil (2003); O Grande Mediador: Chico Xavier e a Cultura Brasileira (2004); Religiones y Culturas: perspectivas latino-americanas (2009); Festa de Nossa Senhora dos Navegantes em Porto Alegre: Sincretismo entre Maria e Iemanjá (2009); Caminhos de Santiago no Brasil: Interfaces entre turismo e religião (2011); A Religião no Espaço Público: Atores e Objetos (2012); Transnacionalização religiosa: Fluxos e redes (2012); Religión, Cultura y Política en las Sociedades del Siglo XXI (2013); Transnacionalização religiosa: Religiões em movimento (2014); Circuitos religiosos: pluralismo e interculturalidade (2014); Símbolos Religiosos em Controvérsias (2014); On the Nature Trail: Converting the Rural into the Ecological through a State Tourism Policy (2015); Nos rastros da natureza: conversão da experiência rural em ecológica a partir de uma política pública (2016).

Entre 2000 e 2006, o NER participou do Programa Nacional de Núcleos de Excelência – PRONEX, com o projeto “Movimentos Religiosos no Mundo Contemporâneo”, financiado pelo CNPq, que articulou os mais reconhecidos grupos de pesquisa no Brasil. Este projeto deu origem a uma série de publicações de livros sobre a temática da religião.

Desde 2000 o NER é integrante do Programa Paulo Freire, uma rede internacional de pesquisa composta por 4 universidades brasileiras: UFRGS, UFPE, UERJ e UFMG e pela Universidade Livre de Amsterdam (VUA). Diversas pesquisas, seminários e publicações conjuntas na área de religião foram realizadas no âmbito deste Programa. De 2009 a 2015 o NER desenvolveu o Projeto de Pesquisa sobre Transnacionalização da Religião, por meio de um convênio com a Universidade Livre de Amsterdã - VUA, com financiamento da CAPES/NUFFIC. O Projeto incluiu missões de trabalho  de professores e missões de estudos de doutorandos, em regime de co-tutela, além do desenvolvimento de pesquisas e de publicações conjuntas.

Entre 2012 e 2015, o NER efetivou parcerias no âmbito de um convênio entre a UFRGS e a Universidade de Roma III. Com o título “A Religião no Espaço Público no Brasil e na Itália”, esse projeto permitiu a realização de eventos em  ambas as universidades e a publicação de livros (na Itália, "Religione e spazio pubblico in Italia e in America Latina", 2015; no Brasil, A Religião no Espaço Público: Atores e Objetos, 2012), além do n.27 (jan/jun 2015) da revista Debates do NER, onde foi discutido o texto do sociólogo italiano L. Diotallevi “O sentido e o problema do ‘separatismo moderado’”.

Em 2011, por iniciativa dos estudantes, foi realizada a 1ª. Jornada do NER, com o objetivo de marcar seus 15 anos de existência. Em 2012, o NER promoveu o evento A Religião no Espaço Público. Em 2013, organizou as XVIII Jornadas sobre Alternativas Religiosas no Mercosul. Em 2014, realizou a Mesa redonda: Religião, migração, globalização. Em 2015, ocorreram a Jornada do NER sobre religião e espaço público: diálogos Brasil-Itália e a Jornada de Iniciação Científica do NER. Em 2016, o NER celebra seus 20 anos com um evento de dois dias, narrando em palavras e imagens sua trajetória e abrindo espaço para a discussão de uma nova geração de pesquisas e de pesquisadores.