Série Africana

A África e as Potências Emergentes: História, Estado e Sociedade Autor: Paulo G. Fagundes Visentini e Equipe CEBRAFRICA. Livro analisa a presença de potências emergentes como China, Brasil e Índia, bem como Rússia, Cuba, Turquia, Irã e nações árabes do Golfo na África a partir da mudança em curso do capitalismo global. Leitura XXI, 2013, 248p. _____________________________________________________________________________

Os Países Africanos: Diversidade de um Continente. Autor: Paulo Visentini e a equipe CEBRAFRICA. A África é um continente vasto e de enorme diversidade, fenômeno que esta obra resgata, a partir da análise dos 54 países que formam o continente. Leitura XXI, 2012, 254p. 

_______________________________________________________________________________

Congo, a Guerra Mundial Africana: conflitos armados, construção do estado e alternativas para a paz. Autor: Igor Castellano da Silva. A República Democrática do Congo tem sofrido, nos último 20 anos, os momentos mais trágicos de sua história. O país foi palco da Primeira e da Segunda Guerra do Congo – esta também chamada de “Guerra Mundial Africana”, conflito armado que mais matou desde a Segunda Guerra Mundial. Contudo, mesmo após o fim formal das conflagrações, o país vive um “estado de violência”, no qual milhões de pessoas já morreram e outras centenas de milhares estão deslocadas, refugiadas ou têm sido vítimas de violência sexual. O autor questiona as razões para a continuidade dos conflitos armados nesse riquíssimo país africano, trazendo respostas instigantes, relacionadas ao processo de construção dos Estados africanos. Leitura XXI, 2012, 271p.

____________________________________________________________________________

África do Sul: História, Estado e Sociedade Organizadores: Paulo G. Fagundes Visentini e Analúcia Danilevicz Pereira. A África do Sul, em 2010, comemora um século de independência e atrai a atenção pela realização da primeira Copa Mundia de Futebol no continente africano. A pujança econômica e natural, bem como as contradições sociais do país, impactam os observadores. O contraste entre modernidade-prosperidade e pobreza-arcaísmo é marcante, como no Brasil. Mas o país tem enormes potencialidades e pode se transformar juntamente com o continente africano, que está entrando, gradativamente, num novo ciclo de desenvolvimento. _______________________________________________________________________________

O Brasil e a África do Sul: o arco atlântico da política externa brasileira (1918-2000) Autor: Pio Pena Filho. O Brasil e a África do Sul constitui o terceiro volume da Série Sul-Africana, publicado pelo Centro de Estudos Brasil-África do Sul (CESUL) em parceria com a FUNAG. Trata-se de uma tese de doutorado defendida na UnB. Baseado em farta documentação primária e bibliográfica, além de entrevistas, o livro lança luz sobre um dos relacionamentos mais controvertidos (e ocultos) de nossa política externa.

_______________________________________________________________________________

  A África do Sul e o IBAS Organizadores: Francis Kornegay e Jabulani Dada Este livro, que inaugura a Coleção Sul-Africana, reúne os materiais dos textos e transcrições de um seminário realizado na África do Sul em junho de 2006. O evento, promovido pelo Centre for Policy Studies de Joanesburgo, abordou o tema “O Fórum de Diálogo Índia, Brasil e África do Sul – IBAS e a Segurança Humana”, dentro de uma perspectiva sul-africana. _______________________________________________________________________________ Breve História da África Capa Autores: Paulo Fagundes Visentini, Luis Dario Ribeiro, Analúcia Danilevicz Pereira Apesar da África ser o continente mais próximo do Brasil, da existência de imensas semelhanças humanas e naturais, de ter havido uma forte interação ao longo da história e de os afro-descendentes constituirem quase um terço de nossa população, existe um desconhecimento profundo de sua história. Aqui a história africana é apresentada de forma acessível, com a descrição da geologia e meio ambiente, descrevendo a seguir as civilizações da África pré-colonial, o tráfico deescravos e a conquista européia, a luta pela independência e a formação dos novos estados e, finalmente, o impacto da globalização e as relações com o Brasil. O resultado é uma visão crítica e desmistificadora da história de um continente e uma civilização absolutamente fascinantes. Um amplo conjunto de mapas ilustra o texto, facilitando a compreensão.

Comments are closed.