visualizar news on-line
Facebook @gruponespro Instagram @nespro.ufrgs Twitter nespro_ufrgs Twitter NESPRO UFRGS

A pecuária de corte vem enfrentando uma conjuntura preocupante, pois continua com preços baixos em plena entressafra e aumento dos custos de produção. A crise econômica interna e a perda de poder aquisitivo das famílias têm influenciado o consumo de carne bovina e isso tem pressionado os preços. O mercado do boi gordo, no mês de agosto teve uma nova retração e desceu para níveis inferiores aos R$ 5,00 no quilo vivo no fechamento do mês. Possivelmente esse foi o mês mais complicado para a comercialização do gado gordo no RS desde o início do ano. As diferenças entre preço pago pelo boi e a vaca e entre o preço pago na carcaça e no quilo vivo se mantiveram com a mesma magnitude do mês de julho, mas em ambas categorias houve uma queda em torno dos 9% no período. Isso comprova a tendência já abordada na NL de julho e os problemas enfrentados pelos pecuaristas para conseguirem entradas no frigorífico. De outra parte, as margens do setor frigorífico também vêm sendo reduzida, particularmente aqueles voltados para o mercado interno, caso do RS, pela pressão do varejo e ainda a baixa valorização do couro adquirido pelo setor de curtumes. Outros sinais que impactam a cadeia, no elo dentro da porteira, foram os baixos preços pagos pelo arroz e a interrupção da exportação de gado em pé pela Turquia. Tudo isso, associado à grande oferta de gado gordo que começa surgir das pastagens do planalto médio e do noroeste dificultam ainda mais a possibilidade de reação positiva nos preços. Ressalte-se ainda a instabilidade da moeda frente ao dólar e o período pré-eleitoral como geradores de incertezas para o agronegócio de um modo geral e a pecuária não fica imune a tudo isso. Portanto, os próximos dois meses deverão ser de expectativas para sinais que mudem o humor e a perspectiva do setor.   



Pesquisadora retorna ao NESPro

A zootecnista e doutora em produção animal, Daniele Zago, depois de dois anos, retorna ao NESPro como pesquisadora de pós doutorado...

Leia mais...





Pesquisadora do NESPro assume no INIA – Uruguai

A Dra. Maria Eugênia Andrighetto Canozzi, no dia 2 de agosto, depois de 14 anos, deixou o NESPro para assumir a função de Pesquisadora no Instituto Nacional de Investigación Agropecuária, INIA La Estanzuela, no Departamento de Colônia, Uruguai...

Leia mais...





Participação do NESPro na EXPOINTER – 2018

A equipe do NESPro teve intensa participação na EXPOINTER, com participações de eventos, reuniões de trabalho, apoio a aulas e treinamentos...

Leia mais...


Recomendações prévias à aquisição de touros. NESPro informa. Número 9, setembro 2018

A compra de touros se concentra nos meses que precedem o início da estação de monta, e estes podem ser adquiridos em leilões ou diretamente do pecuarista. Sua aquisição deverá ser baseada em critérios...

Leia mais...


Feno & Silagem: materiais com potencial para ensilagem. AG – A Revista do Criador. Edição 219, 08/2018.

Adaptabilidade: de olho na ambiência. AG – A Revista do Criador. Edição 219, 08/2018.