• Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Youtube
  • Página inicial

Notícia


NESPro e Sindicato Rural de Uruguaiana promovem Dia de Campo

31/01/2019




No dia 25 de janeiro, foi promovida mais uma ação do convênio entre o Sindicato Rural de Uruguaiana e o NESPro/UFRGS. Foram visitadas três propriedades da região, com o objetivo de observar e discutir a implantação e manejo de pastagens tropicais. O grupo contou com a presença de 25 pessoas, entre produtores e técnicos da área. A participação dos produtores foi bastante ativa, apesar da produção das forrageiras de verão terem sido prejudicadas em decorrência do grande volume de chuvas das últimas semanas.

A primeira parada ocorreu na Granja Guará, onde se observou o manejo de plantas forrageiras tropicais anuais (Capim Sudão e Sorgo BMR) em um sistema de recria. Luiz Fernando Tarragó, administrador da granja, destacou a importância das forrageiras tropicais para o sistema de produção:

“Como temos uma abundância de pastagens de inverno, possuímos apenas culturas de grãos de verão na propriedade. A área destinada à pecuária, fica restringida significativamente, no verão” e completou “só com a introdução de espécies tropicais é que conseguimos ter a mesma quantidade de indivíduos em uma área que chega a ser 30% da área total da propriedade”.

Já na Estância São João, técnicos do grupo Ceolin receberam os produtores para demonstrar experiência com o manejo e implantação de forrageiras perenes, neste caso o cultivo de Áries. As condições climáticas extremas nesse início de ano dificultaram a implantação de novas áreas, pelo aumento da concorrência de plantas invasoras. Para encerrar o dia de campo, a Estância Princípio abriu suas porteiras para receber os participantes, onde se observou o manejo de Aruana e a implantação de Brachiaria cultivar Mavuno.

O presidente do Sindicato e Associação Rural de Uruguaiana, Nilson Faria Corrêa, ressaltou a importância de encontros como esse: “Os dias de campo sempre agregam para o nosso produtor, e realmente são novas variedades de pastagens que estamos vendo, agregando valor ao nosso negócio.”

Foram demonstrados nas propriedades os benefícios da utilização das pastagens, o manejo que tem sido utilizado, de acordo com o clima e tipo de solo predominante em Uruguaiana, bem como as dificuldades que estão sendo percebidas em relação à implantação das forrageiras perenes, devido ao excesso de chuvas recente e à presença do Capim Anonni. A troca de ideias e experiências foi benéfica para todo o público presente e novas ações para fevereiro já estão sendo programadas.


NESPro e Sindicato Rural de Uruguaiana promovem Dia de Campo

NESPro e Sindicato Rural de Uruguaiana promovem Dia de Campo