Você está aqui: Página Inicial Notícias Escavação arqueológica em Laguna, Sul de SC, encontra 23 sepulturas

Escavação arqueológica em Laguna, Sul de SC, encontra 23 sepulturas

rabalhos ocorreram onde haverá obras para duplicação da BR-101 em SC. Sítio arqueológico é um sambaqui, onde povos enterravam os mortos.

scavações arqueológicas encontraram 23 sepulturas no sítio arqueológico Cabeçudas, em Laguna, no Sul de Santa Catarina. Os trabalhos terminaram no domingo (30) onde será construído um pilar de uma ponte prevista nas obras de duplicação da BR-101. O sítio arqueológico era um sambaqui, local cerimonial onde povos pré-históricos enterravam os mortos.

Um dos sepultamentos que mais chamou atenção do arqueólogo foi de uma criança e um adulto enterrados com as mãos entrelaçadas.

A maioria das ossadas descobertas eram de adultos, mas também havia crianças. De acordo com os arqueólogos da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), que fizeram as escavações, esses povos pré-históricos viviam no local há cerca de cinco mil anos. Os mortos eram enterrados e recobertos, em 90% dos casos, com berbigões. As camadas superpostas desses sepultamentos indicam que o local foi usado por muito tempo.

Também foram localizados no sítio arqueológico artefatos associados aos sepultamentos, como um almofariz, que é uma espécie de pilão para triturar ervas, um peso de rede e alguns adornos feitos de pedra e osso. O sambaqui foi pesquisado durante quatro semanas, com escavações que chegaram a mais de dois metros do nível do solo. Amostras foram retiradas para se tentar descobrir a data dos achados através da técnica carbono 14.

De acordo com a legislação, antes de uma obra que impacte o meio ambiente ser executada, é preciso que um grupo de arqueólogos investigue o local em busca de sítios arqueológicos. Quando algum é encontrado, os objetos devem ser retirados do local e preservados.

A pesquisa dos arqueológos não atrapalha o andamento da obra de duplicação da BR-101, pois estava dentro do cronograma previsto. O sítio arqueológico de Cabeçudas é conhecido e estudado desde o século 19 e possui dois hectares de extensão.

FONTE: http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2012/10/escavacao-arqueologica-em-laguna-sul-de-sc-encontra-23-sepulturas.html