Coordenador: Prof. Rodrigo Stumpf González

Descrição: Apesar de um período relativamente longo de estabilidade democrática e sucesso econômico na América Latina, ao lado da crise que tem afetado diversos países europeus, os índices de qualidade de democracia em geral tem pontuações comparativamente desfavoráveis ao continente americano. Dados de cultura política como a percepção da população sobre o regime e os governantes não é uma dimensão incluída na maioria dos índices. Por outro lado, desde o fim do período das transições democráticas, análises comparativas entre Europa e América tem se tornado cada vez mais raras. Este projeto tem por objetivo enfrentar estas duas lacunas, com a discussão dos índices e rankings de democracia, analisando a sua construção e discutindo a necessidade de inclusão de variáveis de cultura e comportamento políticos, a partir de uma avaliação comparativa entre Europa e América Latina, com ênfase na comparação dos países do Cone Sul da América Latina com o Sul da Europa. O trabalho utilizará uma metodologia comparativa com número médio de casos, utilizando métodos quantitativos e qualitativos, para analisar a trajetória e a construção dos índices de qualidade de democracia para Argentina, Brasil e Uruguai, na América do Sul e Espanha, Itália e Portugal, para a Europa. Como resultado busca-se a construção de um índice de qualidade de democracia a ser avaliado nestes seis casos, que inclua variáveis culturais em sua construção e potencialmente possa ser replicado posteriormente para outros casos.

Situação: Em andamento (2015 - Atual) 
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) .
 

Integrantes: Rodrigo Stumpf González - Coordenador / Rodolfo Silva Marques - Integrante / Manuel Angel Rodriguez Edeza - Integrante.

Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 6