Universidades integram Programa de Combate à Desinformação

19 de MAIO de 2022

Nesta quinta-feira (19) universidades de todo o Brasil participam do encontro do Programa de Combate à Desinformação desenvolvido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). As universidades participam do projeto que reúne ao todo 35 parceiros que darão vazão a projetos que combatem práticas que colocam em risco direitos fundamentais e a estabilidade democrática. A apresentação dos projetos desenvolvidos pelas universidades acontece pelo Canal do YouTube do STF

O projeto registra a participação de 15 universidades, de diferentes Estados e regiões do Brasil. Além disso agências de checagem e organizações de classe estão representadas. Entre as participantes está a Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD-Brasil), que atua com o Plano de Educação Midiática para abordar a desinformação no apoio a professores, alunos da rede de ensino fundamental, comunidades indígenas e quilombolas, e o público geral das redes sociais

A Universidade Federal do Ceará (UFC) participa do projeto com o Grupo de Pesquisa Competência e Mediação em Ambientes de Informação (CMAI) que investiga fenômenos de desinformação e seus fluxos na Internet e nas redes sociais, com base em tópicos conceituais como desinformação, fake news e pós-verdade, entre outros. O grupo da UFC também pretende realizar um projeto de extensão sobre produção e gestão de informação no combate à desinformação. Veja a programação completa.

Parcerias começaram em 2021
O Programa de Combate à Desinformação do STF data de agosto de 2021. Em novembro, o órgão fez um convite oficial às instituições de ensino superior, estimulando grupos de pesquisa a apresentarem ideias para parcerias com a corte. 15 universidades estaduais ou federais e novas parcerias com universidades públicas estão em discussão, com a possibilidade de universidades particulares serem chamadas a participar em uma segunda fase.

Atualmente participam do projeto:
- AGÊNCIA DE JORNALISMO E CHECAGEM LUPA
- ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE (ABAP)
- ASSOCIAÇÃO DOS JUÍZES FEDERAIS DO BRASIL (AJUFE)
- ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS (AMB)
- ASSOCIAÇÃO DOS NOTÁRIOS E REGISTRADORES DO BRASIL (ANOREG)
- ASSOCIAÇÃO INTERNETLAB DE PESQUISA EM DIREITO E TECNOLOGIA
- ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS DELEGADOS DA POLÍCIA FEDERAL (ADPF)
- ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS MAGISTRADOS DA JUSTIÇA DO TRABALHO (ANAMATRA)
- ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO (CONAMP)
- ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PERITOS CRIMINAIS FEDERAIS (APCF)
- CONSELHO NACIONAL DE SECRETÁRIOS DE EDUCAÇÃO (CONSED)
- FASIUS – PLATAFORMA DE INTELIGÊNCIA JURÍDICA
- FEDERAÇÃO NACIONAL DOS DELEGADOS DE POLÍCIA FEDERAL (FENADEPOL)
- FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ (FUNECE)
- FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO (UFMT)
- GRUPO ROBBU / POSITUS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
- INSTITUTO JUSTIÇA E CIDADANIA
- ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL (OAB)
- REDE NACIONAL DE COMBATE À DESINFORMAÇÃO (RNCd Brasil)
- REPÓRTER BRASIL – ORGANIZAÇÃO DE COMUNICAÇÃO E PROJETOS SOCIAIS, incubadora do curso “Vaza Falsiane”
- TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL (TSE)
- UNIÃO NACIONAL DOS DIRIGENTES MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO (UNDIME)
- UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP)
- UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS (UEG)
- UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA (UEL)
- UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ (UESPI)
- UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)
- UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA (UEPG)
- UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA (UDESC)
- UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (UFC)
- UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO (UFES)
- UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA (UFRR)
- UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA (UFSC)
- UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS (UFT)
- UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO (UNIFESP)
Com informações do STF e da UFC

Comente

Compartilhe:

Notícias

  Atualizar Código