PESQUISAS

Pesquisadora: Dra. ALESSANDRA ALDÉ

2007 - Atual - Internet, posicionamento e circulação da informação política

Descrição: Durante os últimos anos, a emergência e expansão dos sites e blogs de política no Brasil pode ser descrita como um verdadeiro fenômeno, emblemático dos efeitos que a internet pode ter no debate público, dadas suas características de baixo custo e fácil acesso, pluralizando e flexibilizando as emissões e acenando com a democratização do ambiente informativo. O projeto proposto pretende avançar na investigação das relações entre política e comunicação, focalizando especificamente este ambiente contemporâneo de interconexão comunicativa, que vem tendo sua importância crescentemente reconhecida tanto no meio acadêmico, quanto pelo próprio campo político: a internet, tomada como caso emblemático que exemplifica as implicações políticas das novas tecnologias digitais de comunicação. Neste sentido, este objeto específico permite investigar o cerne da democracia contemporânea, procurando contribuir para o avanço teórico das disciplinas afins da comunicação e ciência política. A investigação proposta pretende dar continuidade ao trabalho já desenvolvido pela pesquisadora, ampliando a análise, além dos blogs de opinião jornalísticos, para páginas mantidas por políticos. Dando continuidade à análise empírica do papel dos blogs durante o escândalo do mensalão , em 2005, e durante os processos eleitorais de 2006 (presidencial) e 2008 (municipais do Rio de Janeiro e São Paulo), o projeto prevê a análise de duas categorias de blogs, os jornalísticos e os de políticos, comparando seu discurso e dinâmica dentro e fora do período eleitoral. Desta forma, esperamos colaborar para o avanço do conhecimento nesta área de ponta da investigação em comunicação política.

 

Pesquisadora: Dra. ANGELA CRISTINA SALGUEIRO MARQUES


2016 - Atual - Enquadramento e Reconhecimento Social no Fotojornalismo: imagens de mulheres beneficiadas pelo Programa Bolsa-Família entre 2003 e 2013

Descrição: Neste projeto, pretendemos estudar como padrões de percepção e julgamento dos pobres, especificamente de mulheres pobres, se transformam ou são reafirmados em enquadramentos produzidos por veículos midiáticos a partir do fotojornalismo. Um de nossos intuitos é investigar se esses enquadramentos têm implicações em demandas por reconhecimento social, entendido enquanto os conflitos sociais que visam a alteração dos padrões que definem julgamentos acerca do status de indivíduos marginalizados e, no caso aqui tratado, indivíduos pobres. Ao avaliarmos qualitativamente os discursos textuais e imagéticos dispostos pelo jornalismo impresso, procuraremos observar se as representações midiáticas e as perspectivas que ali circulam aprofundam ou não a condição invisibilidade dos indivíduos pobres. Essa análise também se interessa pelos enunciados textuais de pessoas pobres que figuram nas matérias de modo a ver como as ações de adquirir ?voz?, de expressar-se por si mesmo e de aparecer em um espaço de visibilidade, contribuem ou não para a construção da autonomia política de cidadãos economicamente desfavorecidos. Assim, a mudança de status, a aquisição de visibilidade e a expressão em espaços públicos ampliados pelos meios de comunicação se constituem em importantes indicadores de análise que nos auxiliarão a ver como a conquista de reconhecimento social e de autonomia política é fundamental para que os indivíduos pobres deixem de ter uma influência limitada na elaboração de políticas públicas. De modo mais específico, deseja-se identificar, nas imagens fotojornalísticas de mulheres beneficiadas pelo Programa Bolsa-Família entre os anos de 2003 e 2013 (10 anos de existência do Programa), o lugar de exposição e emergência do sujeito pobre e, ao mesmo tempo, de definição e redefinição de enquadramentos. Acreditamos que o processo de construção de enquadramentos está diretamente ligado à conquista ou não de reconhecimento por estes sujeitos. Assim, é extremamente importante conhecer os termos, as convenções e as normas gerais que atuam na produção de enquadramentos de modo a moldar um indivíduo em um sujeito reconhecível.

2015 - Atual - Teorias da Comunicação: Políticas, Processos, Dissensos

Descrição: Este projeto de pesquisa tem como objetivo delinear os operadores teórico-conceituais em circulação na área de Comunicação, em particular as noções de comunicação deles derivadas. A partir da observação de instâncias distintas de produção acadêmica busca-se observar quais elementos são utilizados como aproximações epistemológicas de uma dada pesquisa com essa área do saber. Apropriados a partir de diversas áreas do conhecimento, os conceitos na área de Comunicação podem ser questionados sobre sua articulação específica com a Área. A partir do exame dessas apropriações procura-se delinear os principais usos do conceito de modo a observar, se tal existem, propriedades comuns que permitam traçar um panorama desses conceitos.

2015 - Atual - Política da imagem, subjetivação e cenas de dissenso: operações de visibilidade no fotojornalismo

Descrição: O projeto pretende investigar as relações entre a política, a estética e a comunicação a fim de caracterizar modos de subjetivação emergentes e a construção de cenas de dissenso (Rancière, 1995) no âmbito de uma política das imagens marcada pela aparência/exposição e apropriação criativa do corpo. Deseja-se identificar, nas imagens fotojornalísticas de mulheres beneficiadas pelo Programa Bolsa-Família entre os anos de 2003 e 2013 (10 anos de existência do Programa), o lugar de exposição e emergência do rosto e, ao mesmo tempo, de criação de uma cena na qual se dá o processo de subjetivação. Acredito que a exposição do rosto pode abrigar uma política das imagens ao resistir às frases, legendas e narrativas que acompanham as imagens através do emprego de técnicas de si (Foucault, 1984). O desenvolvimento do projeto se justifica pela relevância de uma pesquisa teórico-empírica que se volta para a dimensão da política da vida (Giddens, 1991; Agamben, 2009) e da política das imagens, de modo a explorar como fotografias jornalísticas capturam e dão visibilidade a corpos, rostos e narrativas de mulheres pobres. A leitura dessas imagens visa evidenciar a política da vida não como uma questão de políticas gerenciais do governo, mas, sobretudo, como invenção da cena polêmica de aparência , de apropriação e cuidado dessa exposição, e de interlocução na qual se inscreve o gesto, a palavra e o corpo do sujeito falante, e na qual esse próprio sujeito se constitui de maneira performática, poética e argumentativa a partir da conexão e desconexão entre os múltiplos nomes e modos de apresentação de si que o definem.

 

Pesquisador: Dr. ARTHUR CEZAR DE ARAUJO ITUASSU FILHO

2018 - Atual - Comunicação Política Comparada: uma abordagem para o contexto latino-americano

Descrição: O objetivo deste projeto é analisar a relação entre mídia e democracia na América Latina contemporânea por meio dos paradigmas teóricos desenvolvidos no campo da Comunicação Política Comparada. Em particular, este projeto tem como objetivos desenvolver uma abordagem metodológica de comunicação política comparada para a região e aplicá-la a países e contextos na América Latina contemporânea. Afinal, que tipo de comunicação política se desenvolve nos países da América Latina, em função de suas formas política, econômica e social de organização, e como esses contextos se relacionam entre si? O projeto pretende: 1) investigar a formação sistêmica da comunicação de massa na América Latina, incluindo as tendências recentes no âmbito das mídias digitais; 2) explorar os desenvolvimentos políticos e históricos contemporâneos dos países latino-americanos e suas relações com a mídia; e 3) desenvolver parcerias e análises conjuntas com outros pesquisadores e centros de pesquisa na região. O projeto é desenvolvido em parceria com o Laboratorio de Comunicación Política (LACOP), da Facultad de Ciencias Políticas y Relaciones Internacionales, Universidad Autónoma de Nuevo León (UANL), no México, e com o Center for Latin American Studies, na Universidade do Arizona, nos Estados Unidos. Este projeto é financiado pelo Programa CAPES-PRINT (Programa Institucional de Internacionalização).

2016 - Atual - Democracia digital no âmbito municipal: a comunicação política online das Prefeituras brasileiras
Descrição: Este é um projeto de pesquisa no campo da democracia digital, cujo objetivo é averiguar como as tecnologias digitais de informação e comunicação estão sendo utilizadas para o aprimoramento democrático nos municípios brasileiros. Nesse contexto, a intenção é testar possíveis contribuições da comunicação política online desenvolvida pelas Prefeituras brasileiras, em relação a pelo menos três requisitos da teoria democrática: transparência, participação e deliberação.

2013 - Atual - Internet e democracia representativa: Comunicação política digital e representação no Brasil

Descrição: A pesquisa procura examinar a comunicação política digital em torno de processos representativos no país, focando sua análise no debate estabelecido na Web sobre temas que foram objeto de decisão política pelo Congresso Nacional. Dessa forma, tem como objetivo analisar textos, vídeos e áudios sobre o tema, publicados em blogs, redes sociais e sites no período entre o encaminhamento da proposta na Câmara dos Deputados e sua aprovação no Senado. Temas recentes em potencial são, por exemplo, a criação do Programa Mais Médicos (MPV 621/2013), a PEC das Domésticas (PEC 478/2010) e a lei do Marco Civil da Internet (PL 2126/2011), e a análise procura se desenvolver a partir de três pontos: 1) quanto a pluralidade e qualidade das informações veiculadas no ambiente digital; 2) a participação nos debates estabelecidos; e 3) a dinâmica dos processos deliberativos na esfera pública digital.

 

Pesquisador: Dr. FRANCISCO PAULO JAMIL ALMEIDA MARQUES

2018 - Atual - TRANSPARÊNCIA DIGITAL NO CASO DO ESTADO BRASILEIRO: TEORIA, METODOLOGIA E APLICAÇÕES PRÁTICAS
Descrição:
A partir de descobertas já realizadas em projetos anteriores desenvolvidos sob responsabilidade do proponente, o objetivo da investigação aqui delineada é elaborar um reconhecimento acerca (a) das principais vertentes teóricas e (b) das iniciativas e aplicações práticas que caracterizam o fenômeno da comunicação online enquanto ferramenta e ambiente voltado ao aperfeiçoamento da transparência política. Uma vez que o estado da arte na área de Democracia Digital encontra-se em uma fase mais madura de estudos, se comparado ao que havia em meados dos anos 2000 (indo além do mero inventário de iniciativas e deslocando o foco para os efeitos dos media digitais sobre o processo de produção política e sobre o comportamento de agentes e instituições), é fundamental avançar na compreensão de agendas e princípios que ainda não foram devidamente explorados no caso brasileiro. Tal postura permite adotar uma abordagem teórico-metodológica que, ao investir em um panorama comparativo, pode se mostrar apta a mensurar, por exemplo, a influência de marcos regulatórios e da cultura política sobre projetos de e-Transparência. Uma vez que os estudos de caso aqui propostos (um conjunto de órgãos do Executivo, Legislativo e Judiciário, com atuação em âmbito municipal, estadual e federal) compreendem distintos poderes da República (com finalidades, estruturas e disposições distintas em desenvolver mecanismos de transparência digital), apresentam-se as seguintes hipóteses: H1) Existem padrões substancialmente díspares de adoção dos media digitais por parte de instituições do Estado no que se refere à e-Transparência; H2) A divulgação de tais informações se mostra desigual tanto por interesses políticos dos gestores, quanto por conta de elementos organizacionais-burocráticos típicos de cada instância; H3) No âmbito de cada órgão da administração, existe uma disputa entre agentes do campo político/representantes eleitos e técnicos/funcionários de carreira acerca do quanto deve ser revelado ao público (observando-se os limites legais, naturalmente); H4) O tamanho da população e o grau de desenvolvimento sócio-econômico estão associados ao gradiente de sofisticação dos recursos de e-Transparência em cada caso examinado; H5) A legislação se revela um elemento fundamental a constranger órgãos e agentes da administração pública a adotarem mecanismos de e-Transparência. Por meio de pesquisa documental (normas publicadas por diferentes instâncias que integram a estrutura burocrática do Estado), bibliográfica (literatura atualizada sobre o estágio conceitual e experimental) e legislativa (arcabouço jurídico em vigor e propostas em tramitação no âmbito do Poder Legislativo), bem como da coleta de dados oriundos de diferentes experiências de e-Transparência (compreensão sobre desenho, concepção e abrangência das ferramentas); da agregação de variáveis em bancos de dados do IPEA e do IBGE (informações sociopolíticas/demográficas/econômicas sobre cada localidade abrangida pela iniciativa de e-Transparência, a fim de cotejar as variáveis); da realização de entrevistas com parlamentares e autoridades gestoras, pretende-se coletar os dados necessário para análise por meio de técnicas quantitativas e qualitativas. Com isso, será possível compreender os meios e modos de utilização dos recursos de comunicação política online, bem como colaborar (enquanto mecanismo de transferência de resultados) na melhoria das práticas democráticas por meio do fortalecimento do controle social da administração pública.

2016 - Atual - Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Democracia Digital (INCT.DD)

Descrição: Em virtude da intensa globalização das tecnologias empregadas em projetos de democracia digital e da disseminação mundial do interesse social, político e acadêmico na e-democracia, este INCT está planejado para se apoiar em uma muito consistente e já estabelecida rede internacional de pesquisadores renomados, que atuará, desde o começo, como força complementar à rede nacional que constitui a equipe do projeto. Teremos portanto, uma rede nacional abrangente de pesquisadores com formação e experiência comprovada na área, que será a equipe institucional do projeto, conectada de maneira intensa a uma rede internacional de pesquisadores e planejadores de projetos de e-democracia. Esta última rede atuará inicialmente como colaboradora, mas deverá, nos próximos anos, ser assimilada orgânica e institucionalmente à equipe do INCT-DD. Vale mencionar que todos os pesquisadores listados na rede internacional prestaram anuência pessoal, formal e escrita, ao proponente desta Proposta. Atente-se para o fato de que a equipe compreende recursos humanos associados a diferentes áreas do conhecimento, incluindo-se Comunicação, Ciência Política, Sociologia, Filosofia, Ciências da Informação, Administração, Computação e Engenharia Elétrica. O objetivo é contemplar a perspectiva interdisciplinar exigida por uma Proposta de tal porte, dedicada, dente outras tarefas, a compreender fenômenos conceituais e práticos e a desenvolver soluções na área de Democracia Digital. A equipe do projeto reúne praticamente todos os pesquisadores e grupos de pesquisa da área de democracia digital no Brasil, além de um grupo de pesquisa australiano e um bom número de destacados estudiosos de democracia digital mundo afora. A rede nacional é formada por pesquisadores de todas as cinco regiões brasileiras, com a participação de 19 instituições.

2016 - Atual - O jornalismo como espelho do jornalismo: que imagem a imprensa brasileira constrói de si?

Descrição: Partindo-se do pressuposto de que o Jornalismo reivindica assumir a função de representante do leitor, alimentando uma imagem positiva de si, interessa a esta pesquisa compreender, de maneira preliminar, (1) como se dá essa representação e (2) qual a origem conceitual da legitimidade dos profissionais do Jornalismo, aceitos como aptos a questionarem autoridades públicas legalmente constituídas pela esfera civil. Em um segundo momento, o objetivo é examinar (3) a imagem que as empresas jornalísticas elaboram sobre si mesmas, tanto em materiais informativos, quanto em conteúdos editoriais e (4) como tal imagem é questionada pela audiência. Para isso, recorre-se, empiricamente, à Análise de Conteúdo de materiais publicados nos jornais O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo , atentando-se, especificamente, para as editorias de Política. Ademais, fazem parte do corpus empírico as cartas de leitores publicadas pelos referidos periódicos acerca da cobertura oferecida pelos jornais em questão.

Pesquisadora: Dra. MARIA HELENA WEBER

2017 - Atual - VISIBILIDADES E CREDIBILIDADES DO PROCESSO DE IMPEACHMENT DE DILMA ROUSSEFF: DISPUTAS DE PODER E OPINIÃO EM REDES DE COMUNICAÇÃO PÚBLICA

Descrição: O objeto de pesquisa a ser estudado é constituído pelo debate público protagonizado por atores dos campos político, jurídico, jornalístico e a sociedade sobre o processo de Impeachment da presidência da república, entendido como um acontecimento público. Este debate ocorre na esfera de visibilidade pública onde interagem diferentes argumentos e estratégias de persuasão exercidas pelos atores em busca de credibilidade para seus argumentos, a favor e contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Este objeto de pesquisa será abordado em três dimensões que permitem relacionar visibilidade, credibilidade e formação de opinião às categorias interesse público, interesse privado e credibilidade. Especificamente: (1) o acontecimento Público constituído pelas diferentes etapas institucionais do Processo de Impeachment na Presidência da República, incluindo a presidenta Dilma Rousseff (como acusada) e o vice-presidente Michel Temer (como substituto) que polarizam o debate; (2) o Debate Público sustentado em redes de comunicação pública pelos discursos e argumentações de atores políticos, jurídicos, jornalista e pela sociedade e (3) a formação da opinião sobre o processo de impeachment que permite identificar as principais questões de ordem pública e privada e as fontes que incidem sobre o posicionamento e ações a favor e contra do impeachment. A metodologia obedece à Análise Crítica do Discurso (FAIRCLOUGH, 2001) e à metodologia de entrevista de empreendida por Gamson (2011) em relação à política.

2013 - 2016 - Constituição da comunicação pública no Brasil e o paradoxo da visibilidade

Descrição: Diante dos resultados das pesquisas que vêm sendo desenvolvidas é possível constituir um objeto de pesquisa capaz de problematizar os limites da comunicação pública na democracia contemporânea brasileira, a partir da identificação de suas práticas vinculadas aos temas de interesse público. Estas práticas permitiram identificar os interesses subjacentes nos discursos pronunciados por instituições públicas e privadas, sociedade organizada e organizações midiáticas, em defesa dos interesses públicos e privados dos atores e instituições organizados que se dizem defensores do bem público. É possível constituir uma pesquisa orientada por perspectivas teóricas na tentativa de identificar o que poderia ser chamado de o paradoxo da Comunicação Pública, ou seja, a comunicação é pública existe na medida da necessidade de defender o interesses público e realizar a accountability. No entanto a visibilidade inerente aos debates da esfera pública exigiria o uso de estratégias comunicativas pois a reputação e imagem pública entra em jogo. ´ Tanto ao nível conceitual quanto operacional, este paradoxo da visibilidade - permite formular a hipótese de que a busca da visibilidade, compreensão e apoio que incide no desejo de obter uma imagem pública favorável, reduz a qualidade das relações entre Estado, sociedade e mídia.

2014 – Atual - Criação de observatório da comunicação pública (monitoramento da repercussão de políticas e temas de interesse público)

Descrição: Sob o título Criação do Observatório da Comunicação Pública este projeto pretende responder a questões teóricas, demandas e obtenção de resultados relacionados ao desenvolvimento de pesquisas sobre o tema Comunicação Pública vinculado à comunicação e ao debate característicos das democracias capazes de mobilizar a opinião pública, a esfera pública, os meios massivos de comunicação, a imprensa em relação às políticas ou aspectos destas políticas que entram em debate a partir das definições e decisões dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Um observatório é um dispositivo capaz de capturar informações, debatê-las e torná-las acessíveis à sociedade e ao estado gerando novos debates e críticas. As características de um Observatório de Comunicação Pública permitiria acompanhar, monitorar, ampliar e tornar acessível o debate sobre temas constitutivos da qualidade da democracia por gerarem um debate mobilizador de interesses públicos e privados, como aqueles relacionados aos direitos humanos, igualdade social, educação, segurança e justiça, saúde, economia familiar, ecologia, trabalho/emprego, liberdades democráticas; relações internacionais; economia de mercado; comunicação e outros. Este processo obedeceria aos princípios de um debate público seria constituído, portanto, por três operações inter-relacionadas: 1. Monitoramento - Acompanhamento, coleta e registro de informações e discursos vinculados a políticas e/ou ações de interesse público benéficas à democracia e geradas pelo Estado (Executivo, Legislativo e Judiciário); abordadas pela mídia e imprensa; propostas, debatidas pela organizações empresariais e instituições políticas e sociais. 2. Análise e Crítica Análise qualitativa e quantitativa dos resultados do monitoramento, através de registros, estatísticas, índices e diagnósticos. 3. Participação - Espaço de debate sobre a repercussão de políticas e/ou ações de interesse público a ser ocupado por atores e opiniões diversas, artigos, comentários, produção intelectual sobre os temas em questão. .
 

Pesquisador: Dr. RICARDO FABRINO MENDONÇA

2017 - Atual - Transformações do ativismo no Brasil: junho de 2013 em perspectiva comparada

Descrição: Projeto de pesquisa interinstitucional aprovado pelo edital 012/2015 da CAPES (Memórias Brasileiras/Conflitos Sociais) que ambiciona compreender os sentidos e significados dos protestos ocorrentes no Brasil em 2013, de modo a contextualizá-los, empírica e teoreticamente, em um marco de transformações sociais mais amplas no país e em um contexto global de reconfiguração do ativismo e das lutas sociais. O ânimo da investigação é acrescentar à plêiade de trabalhos referentes às manifestações multitudinárias observadas no Brasil em 2013 um enfoque que possibilite o suprimento das seguintes lacunas, até aqui detectadas na produção histórica e científico-social sobre o assunto: i) a devida localização dos atores, das práticas e das gramáticas notadas nas ruas em 2013 diante de processos e transformações sociais de maior amplitude e alcance, de modo a se entender as mobilizações como componentes de conflitos sociais cuja processualidade os precede e os sucede; ii) o entendimento comparativo das distintas dinâmicas associadas aos protestos de 2013 em diferentes localidades, com o objetivo de se entender o que há de geral nas práticas ativistas do Brasil contemporâneo, assim como as demandas, formas organizativas e interações sociais específicas nas cinco localidades a serem pesquisadas, quais sejam, Rio de Janeiro, Vitória, Goiânia, Porto Alegre e Belo Horizonte e; iii) a compreensão dos repertórios, reivindicações e padrões de relação entre Estado, mídia, mercado e ativistas, para além de clivagens como novo e ?velho, com vistas ao entendimento das relações sincrônicas entre diferentes perspectivas e tradições de processamento dos conflitos sociais no contexto das manifestações de 2013.

2013 – Atual - Protestos e engajamento político: discurso e identidade em manifestações contemporâneas

Descrição: O presente projeto de pesquisa busca compreender a natureza dos protestos massivos de 2013 no Brasil e na Turquia, investigando se, e como, a lógica da ação coletiva observada nessas manifestações altera compreensões canônicas da literatura sobre confronto político. Pretende-se, especificamente, pesquisar essas manifestações à luz: (1) do debate contemporâneo em torno das noções de conflito e consenso na teoria política (Mouffe, 2000); (2) das discussões sobre identidade e solidariedade na ação coletiva (Bennett e Segerberg, 2013); (3) da tese da ampliação do repertório discursivo das ações coletivas hodiernas (Tarrow, 2013); (4) da configuração de comunidades políticas nesse contexto (Jensen e Bang, 2013); e (5) das disputas simbólicas em torno da definição da agenda desses protestos a partir da noção de acontecimento (Mendonça 2009). O projeto envolve uma colaboração com um grupo de pesquisadores da University of Canberra (Austrália), que inclui o Professor Henrik Bang e os doutores Michael Jensen e Selen Ercan.

Pesquisadora: Dra. ROUSILEY CELI MOREIRA MAIA

2018 - Atual - Estratégias Metodológicas para análise da Deliberação: Comunicação para os direitos humanos e o aprendizado de capacidades deliberativas
Descrição:
O projeto visa compreender e aplicar práticas e métodos de análise de deliberação como forma de proporcionar o desenvolvimento de capacidades deliberativas, discussões mais democráticas e um modelo de comunicação voltado ao respeito aos direitos humanos.
 
2018 - Atual - Deliberação em escolas públicas: criando capacidades deliberativas 
Descrição:
Este projeto é uma proposta de implementação da primeira experiência no Brasil de um programa de educação cidadã a partir do conceito de deliberação. Foi contemplado pelo CNPq Chamada CNPq nº 22/2016 ? Pesquisa e Inovação em Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas e também pelo Edital Educação em Direitos Humanos & Diversidades, Secadi/MEC e Capes. Fundamentado nas teorias da democracia deliberativa, esta proposta estabelece interfaces com estudos no campo da comunicação social, da ciência política, da educação e da ciência da computação. Tem por objetivo contribuir para reflexões e práticas da educação cidadã no Brasil, a fim de atuar na capacitação deliberativa para a resolução de vulnerabilidades sociais. Embora esta iniciativa seja inédita no Brasil, a aplicação de programas educacionais em deliberação tem obtido grande sucesso nos Estados Unidos e na Europa. Esta pesquisa irá construir conhecimento sobre o ensinamento de princípios, comportamentos e atitudes que tornam a discussão sobre conflitos sociais bem sucedida, através de workshops realizados com professores e alunos de escolas públicas das cidades de Belém (PA) e Belo Horizonte (MG). Denominamos esse conjunto de habilidades de ?capacidades deliberativas?. Os alunos também participarão de forma prática em deliberação sobre temas sensíveis (violações de direitos, violência, exploração, dominação e exclusão) a serem escolhidos por eles a partir de um diagnóstico local, a fim de aplicarem as capacidades deliberativas. Será produzido material multimídia para treinamento de multiplicadores do projeto, bem como um legacy website com o repositório do conteúdo produzido ao longo do projeto. Ferramentas digitais também serão utilizadas para tratamento analítico da pesquisa. O projeto caracteriza-se, portanto, pela articulação multidisciplinar envolvendo principalmente as áreas de ciência política, comunicação social, tecnologia da informação e educação na condução da pesquisa, numa tentativa de implementar práticas inovadoras e criativas na educação pública brasileira, bem como transformar a relação dialógica entre cidadãos e o poder público por meio da capacitação deliberativa. Além da multidisciplinaridade, destacamos que o projeto consolida a internacionalização da pesquisa em ciências sociais aplicadas no Brasil, ao dar sequência à parceria estabelecida com o pesquisador Jürg Steiner, professor emérito da University of Bern (Suíça) e da University of North Carolina at Chapel Hill (EUA), e referência nos estudos de democracia deliberativa. Ressaltamos que o projeto articula três regiões do Brasil (Norte, Nordeste e Sudeste), explorando as diversidades e lacunas na consolidação dos direitos humanos de cada realidade. O estudo pretende, de tal forma, produzir um impacto social no ambiente escolar e contribuir para a formulação de políticas públicas voltadas para a promoção de direitos humanos que reconheçam as injustiças locais e que criem canais de discussão com cidadãos capacitados com habilidades deliberativas para se engajar na resolução de conflitos sociais.
 
2016 - Atual - INCT: Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação
Descrição:
O Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação pretende avançar a discussão sobre a democracia brasileira, a sua organização, os hábitos democráticos da população e a organização da mídia no país. O programa do Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação prima pela mobilização e agregação de grupos de pesquisa de quatro instituições principais - UFMG, UERJ, Unicamp e USP - além da participação de pesquisadores da Unb, UFPR, UFPE, UNAMA, IPEA e, internacionalmente, do CES/UC e da UBA. Pesquisadores de reconhecida competência nacional e internacional deverão promover duas atividades no âmbito do Instituto: (1) pesquisas de opinião pública sobre o estado da democracia no Brasil incluindo o legislativo e o judiciário; (2) proposição de aplicação de tecnologias de informação que melhorem a qualidade da democracia no Brasil. O Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação também terá como um dos seus eixos de atuação central a avaliação de como tecnologias de comunicação podem melhorar o desempenho da democracia. Esta parte será realizada em estreita colaboração com o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES/UC).
 
2016 - Atual - Sistema Deliberativo e Conflitos Sociais: uma Investigação da Qualidade Deliberativa e de Momentos Transformadores da Deliberação? Projeto de Cooperação Bilateral com a University of North Carolina at Chapel Hill e com a University of Bern
Descrição: Recentemente, a pesquisa sobre democracia deliberativa deslocou-se em direção à concepção de sistema deliberativo. Contudo, esta abordagem suscita um leque de questões teóricas e desafios metodológicos para a sua operacionalização empírica. Com base na literatura sobre deliberação, conversação política e ambiente híbrido dos media, este projeto contribui para suprir esta lacuna. Tem por objetivo analisar o debate sobre um tema controverso, a redução da maioridade penal - em fóruns de instituições governamentais, fóruns de entidades cívicas e na arena dos media. Investiga a rede de conversação e deliberação online nas plataformas digitais providas pelos fóruns acima mencionados e também como pessoas afetadas - moradores de favela e policiais - se engajam em processos deliberativos sobre a questão em tela em grupos de discussão. A fim de apreender a dinâmica deliberativa, este projeto aplica as metodologias do DQI (Deliberative Quality Index) e DTM (Deliberative Transformative Moments). No nível micro da análise, os resultados evidenciam os elementos comunicativos e os tipos de comportamento que levam as pessoas a iniciar, continuar ou terminar a trocas deliberativas. No nível macro, os resultados mostram interconexões entre arenas com distintos níveis de institucionalização e alguns dilemas da abordagem sistêmica da deliberação.

2011 – Atual - Eventos midiáticos sustentáveis? Produção e impacto discursivo de eventos midiáticos encenados no caso das mudanças climáticas

Descrição: A pesquisa tem por objetivo investigar como os eventos midiáticos encenados globalmente no caso das mudanças climáticas produzem impactos discursivos nos seguintes países: EUA, Alemanha, India, Africa do Sul e Brasil. O conjunto de dados obtidos permite a investigação da relação entre as projeções discursivas situacionais e estruturais acerca do tema, considerando-as no contexto da diplomacia pública global, da esfera pública global e dos debates midiáticos nacionais. Objetivos: - Determinar empiricamente o significado de eventos globais políticos midiáticos encenados (EGPME) para a construção de debates midiáticos transnacionais, a partir da cobertura midiática das Cúpulas do Clima da ONU nos anos de 2010 e 2011 (COP-16 e COP-17); - Investigar em que medida o posicionamento de cada país selecionado se transforma durante as Reuniões de Cúpula, em favor de um debate global transfronteiriço e interconectado; - Esclarecer a escolha das estratégias de comunicação por parte das delegações de governo e ONGs, assim como as estratégias de cobertura por parte dos jornalistas que cobrem as Cúpulas do Clima; - Entender o impacto de ambas as Cúpulas do Clima - África do Sul (Dezembro de 2011) e Coreia do Sul ou Catar (Dezembro de 2012), a partir do conteúdo e o desenvolvimento dos debates midiáticos nacionais.

2008 - Atual - Estratégias Metodológicas para Análise da Deliberação em Diferentes Mídias

Descrição
: O projeto consiste num programa de pesquisa com o objetivo de aperfeiçoar teórica e metodologicamente a análise de enquadramentos e processos de deliberação em diferentes mídias e gêneros midiáticos. Embora haja um intenso debate sobre os princípios normativos que prescrevem o que deve ser notado e examinado como deliberação, não existe um cânone metodológico capaz de empreender análises empíricas, contemplando adequadamente a diversidade de veículos e de gêneros midiáticos existentes no campo dos media. Partimos da premissa de que os debates sobre questões controversas se espraiam por diferentes veículos e gêneros midiáticos jornalismo impresso e televisivo, internet, programas ficcionais, talk shows. Contudo, os estudos do modo pelo qual a opinião publicada e do debate público se configuram em diferentes mídias e diferentes gêneros encontram-se num estágio relativamente incipiente.

2012 - Atual - A Instrução pelos Pares na Comunicação

Descrição: O método de ensino Peer Instruction (PI), ou método de instrução pelos pares, foi criado pelo professor Eric Mazur, da Universidade de Harvard, em 1990, diante dos desafios da docência. A motivação para a construção do método, segundo Mazur, é o fato de haver grande risco de aulas expositivas se transformarem em monólogos, reproduzir o que está nos textos e gerar passividade e desmotivação nos alunos. Ao observar que aulas simples reforçam o sentimento dos estudantes de que o passo mais importante no domínio dos conteúdos é a resolução dos problemas (Mazur, 1997, p. 9), o professor da área de física passou a destinar mais tempo das aulas para discussão e aprendizagem de conceitos pelos próprios alunos. O método de ensino Peer Instruction (PI) - método de instrução pelos pares apresenta os seguintes objetivos básicos: a) explorar a interação entre os alunos durante as aulas e b) enfatizar conceitos fundamentais da aula. A principal inovação consiste em substituir as longas e detalhadas aulas expositivas por apresentações curtas, que tratam dos principais pontos do tema abordado na aula, seguidas por testes conceituais que visam enfatizar os conceitos. O empenho dos estudantes em responder as questões e explicá-las aos colegas é tomado como atitudes que favorecem o desenvolvimento da compreensão reflexiva, ao invés da memorização. Durante as aulas, os estudantes têm alguns minutos para responder as questões e, em seguida, discuti-las com os colegas, tentando convencer, uns aos outros, da resposta certa. Esse processo a) estimula os alunos a pensar por meio dos argumentos a serem desenvolvidos para convencer o outro e b) provê a eles formas acessíveis de entender o conceito. O Método PI é fácil de ser implantado. Não requer grande quantidade de tempo extra ou dinheiro, nem depende de tecnologia ou de mudanças drásticas no currículo das disciplinas. O essencial é elaborar bons testes conceituais que possam promover debates nas salas de aula, engajamento dos alunos e amadurecimento no aprendizado.
 

Pesquisador: Dr. RUDIMAR BALDISSERA

2019 - Atual - COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL E DIVERSIDADE: sentidos ofertados pela revista Exame
Descrição:
A presente pesquisa COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL E DIVERSIDADE: sentidos ofertados pela revista Exame tem como principais objetivos compreender como o discurso da revista Exame/Editora Abril é materializado para instituir sentidos de diversidade e refletir sobre como a comunicação organizacional pode contribuir para a construção da noção de diversidade em perspectiva complexa de interdependência sistêmica. Verificar quais diversidades e com que sentidos são atualizadas pelo discurso da Exame e analisar as estratégias discursivas empregadas pela revista para dizer das diversidades são dois dos objetivos específicos. Cabe destacarmos que a presente investigação está diretamente articulada aos estudos realizados anteriormente, tanto no sentido de realizar avanços teóricos sobre a noção de comunicação organizacional e sua articulação com as questões de discursos, quanto na direção de pensar a comunicação sob o prisma sistêmico do paradigma da complexidade, atentando para os sujeitos, os direitos de ser, suas diferenças e as relações de poder que se materializam no âmbito das relações organizacionais.

2016 - 2019 - Comunicação Organizacional e Sustentabilidade: sentidos de sustentabilidade acionados nos relatórios GRI-G4

Descrição: Com esta pesquisa - Comunicação Organizacional e Sustentabilidade: sentidos de sustentabilidade acionados nos relatórios GRI-G4 (diretamente articulada às pesquisas anteriores), procuramos avançar nos estudos em duas frentes teóricas: a) sobre a noção de comunicação organizacional e sua articulação com as questões de discurso; e b) sobre a noção de comunicação organizacional e responsabilidade socioambiental, sob a perspectiva da sustentabilidade. Nessa direção, o objetivo geral desta pesquisa é o de compreender como o discurso organizacional se exerce no sentido de instituir a noção de sustentabilidade e que qualidades a comunicação organizacional necessita apresentar para contribuir para a construção dessa noção em sua perspectiva complexa de interdependência sistêmica. Dentre os objetivos específicos estão os de analisar as estratégias discursivas empregadas por 10 empresas que elaboram o relatório de sustentabilidade GRI-G4 para evidenciar as formações discursivas que o suportam; compreender como a ideia de sustentabilidade é atualizada nas diretrizes e princípios orientadores do relatório de sustentabilidade da Global Reporting Initiative (GRI-G4); e refletir sobre como a noção de sustentabilidade pode se constituir em conceito estratégico para as ofertas de imagens de si (ethos discursivo), as disputas por visibilidade, a construção de imagem-conceito e o valor de mercado. Esta proposta de pesquisa tem como principal orientação metodológica a Análise do Discurso (AD).

2008 - Atual - Comunicação, cultura e poder: a triangulação iniciativa privada-poder público-comunidade

Descrição: As questões norteadoras desta investigação são: a) Como se atualizam as relações de poder (tensões/interdependências) na articulação empresas privadas administração pública comunidade, sob a perspectiva da comunicação? b) Em que medida o poder das organizações, instituídas como referências (modelares, com visibilidade e imagem-conceito positiva), sobrepõe-se ao poder público? Como as empresas privadas empregam as mídias, tais como o jornal e o rádio, para construir imagem-conceito visando atingir seus objetivos? Objetiva-se compreender/explicar, sob a perspectiva da comunicação, como se atualizam relações de poder (jogos/estratégias/interdependências) na triangulação empresa privada administração pública comunidade (o sistema empresa Tramontina C. B. S/A Prefeitura Municipal de Carlos Barbosa Comunidade de Carlos Barbosa será o provável primeiro objeto de estudo). Dentre os objetivos específicos tem-se os de: a) Identificar e estudar estratégias de comunicação empregadas por empresas para, de alguma forma, conseguir visibilidade, construir imagem-conceito positiva e instituírem-se como referências no estabelecimento de padrões, regras e valores para as comunidades em que se inserem; b) Compreender/explicar em que medida o poder das empresas privadas pode sobrepor-se ao poder público, particularmente o poder público municipal; e d) Estudar a tensão cultura organizacional cultura das comunidades que consistem no entorno das organizações. O pesquisa será realizada a partir do Paradigma da Complexidade (conforme Morin). Além da revisão bibliográfica, o estudo compreenderá pesquisa de campo empregando técnicas de observação, de análise documental, de entrevistas semi-estruturadas e de análise do discurso, dentre outras. Observa-se que não se trata de um estudo de caso, mas de uma pesquisa mais ampla que tomará um caso em particular como exemplo, sem com isso excluir outros exemplos e/ou contra-exemplos.

Pesquisadora: Dra. VERA FRANÇA

2017 - Atual - Laboratório de Análise de Acontecimentos: fase II
Descrição:
Este projeto tem como objetivo geral a manutenção e ampliação do Laboratório de Análise de Acontecimentos, o GrisLab, em sua segunda fase. Trata-se de uma atividade de pesquisa e extensão desenvolvida desde 2013 com o propósito principal de acompanhar, analisar e debater acontecimentos da atualidade, tratados e cobertos por dispositivos midiáticos. O projeto se desenvolve no âmbito do GRIS (Grupo de Pesquisa em Imagem e Sociabilidade da UFMG) e fundamenta-se numa abordagem da comunicação que enfatiza sua dimensão relacional, sua inserção no domínio da experiência e do cotidiano. Entendemos que mídia e vida social são marcadas por um movimento de reflexividade, o que permite buscar, no âmbito das práticas midiáticas, uma leitura das questões mais amplas que atravessam nossa sociedade. Vinculado às questões teóricas mais amplas que animam nossas pesquisas, a continuidade do GrisLab se propõe a ampliar e fortalecer esse espaço de reflexão e debate não apenas sobre acontecimentos específicos (sua constituição e seus desdobramentos), mas sobre o próprio movimento da vida social que buscamos analisar pelo viés da comunicação.. 
 
2015 - Atual - As novas teorias da comunicação: mapeamentos de um campo científico
Descrição:
O objetivo desse estudo é mapear quais são as novas teorias da comunicação que vem sendo acionadas por pesquisadores desse campo científico em suas investigações. Se os livros e manuais de teorias da comunicação são consensuais em apontar as tradições clássicas dessa área (Escola Americana e Escola de Frankfurt, por exemplo), não há consenso ao identificar quem são os estudiosos contemporâneos cujas teorias podem iluminar nossos objetos empíricos. Algumas pesquisas, por exemplo, identificam as teorias da midiatização da sociedade como uma nova chave epistêmica para investigar os fenômenos comunicativos; outras destacam o potencial heurístico do conceito de cibercultura para as análises em nossa área. Nesse sentido, a pesquisa se propõe a investigar: quais são os/as autores/as e teorias que alicerçam as pesquisas contemporâneas em comunicação? Que concepção de comunicação emerge de tais estudos? Para quais metodologias de coleta e análise de dados os referenciais teóricos identificados conduzem? De que maneira as teorias mapeadas podem contribuir na consolidação do campo da comunicação?


2015 - Atual - Patrimoines-Images-Médias-Identités/PIMI
Descrição:
O projeto Patrimoines-Images-Médias-Identités/PIMI foi aprovado no PICS - Projet International de Coopération Scientifique, um programa de apoio do CNRS - Centre National de la Recherche Scientifique para projetos de cooperação científica, com vigência de três anos, a partir de janeiro de 2015. Resumo: Le projet Patrimoines-Images-Médias-Identités (PIMI) réunit plusieurs laboratoires qui pratiquent de longue date une coopération scientifique. Il vise à encourager les politiques d'archivage patrimonial des sources audiovisuelles tout en développant les échanges autour des outils et dês méthodes d'analyse de ces sources. Il a pour objet la diversité des processus de patrimonialisation des archives télévisuelles et médiatiques en France et au Brésil depuis lês années 1980 jusqu'à nos jours. Le projet PIMI s'attachera à l'analyse du paysage audiovisuel dês deux pays dans une démarche comparative et à travers quatre aspects afin de révéler leurs identités culturelles: 1. De l'archive audiovisuelle à sa constitution en patrimoine 2. Programmes de télévision et genres médiatiques comparés 3. Etudes des formes télévisuelles de mise en récit et de mise en scène du témoignage 4. Proposition de formation doctorale : L'atelier numérique des savoirs en sciences humaines et sociales. Equipes participantes no Brasil: Equipe coordenadora: Grupo de Pesquisa Análise de Telejornalismo, PósCom/UFBA Equipes Associadas: Grupo de Pesquisa em Imagem e Sociabilidade, PPGCOM/UFMG; Grupo de Pesquisa em Mídias e Processos de Significação, PPGCOM/UFSM; Grupo de Pesquisa Mídia, Memória e Amnésia: o jornalismo e a cultura da nostalgia no mundo contemporâneo, PPG comunicação e Cultura/UFRJ. Equipes participantes na França: Equipe coordenadora: Laboratoire de Recherche Historique Rhône-Alpes (moderne et contemporaine), Université de Lyon, França Equipes Associadas: Laboratoire Communication Information Médias (Université Sorbonne-Nouvelle, Paris); Phonothèque de la Maison Méditerranéenne des Sciences de l'Homme, Aix-en-Provence; Temps, espaces, langages europe méridionale méditerranée, Université d'Aix-en-Provence.
 
2014 - Atual - Valores em movimento no cenário midiático-social: leitura dos acontecimentos e da intervenção pública dos sujeitos

Descrição: Dando continuidade às temáticas tratadas em nossas pesquisas anteriores, em torno dos conceitos de instituições, valores, acontecimentos, celebridades, e estimulado pelas recentes manifestações que abalaram o país, este projeto está voltado para o estudo, numa perspectiva comunicacional, de alguns acontecimentos que apontam para fissuras no projeto social, fazem ecoar os problemas públicos e ameaçam o quadro de valores dominante e a solidez das instituições. De forma mais específica, objetiva promover a análise dos discursos e representações produzidos pelos acontecimentos de junho de 2013, incluindo seus possíveis desdobramentos até o próximo ano (com a realização da Copa do Mundo e as eleições presidenciais no Brasil) naquilo que tais acontecimentos sinalizam para o enfraquecimento de valores, mas sobretudo, na luta contra certas instituições e na formulação, senão de outro contexto institucional, ao menos um novo horizonte de valores. Também nos interessa, numa perspectiva interacional, analisar a presença e o posicionamento de figuras públicas (lideranças e celebridades) que ganham visibilidade nesses movimentos ou a partir deles. O projeto será desenvolvido no âmbito de nosso grupo de pesquisa (o GrisPop, que faz parte do Gris), e inclui, dentro da perspectiva mais ampla aqui apresentada, desdobramentos e recorte de questões específicas, na forma de subprojetos integrados. Será empreendida uma pesquisa bibliográfica, no sentido de aprofundar o tratamento teórico da temática e melhor compreender a atual conjuntura brasileira. A pesquisa empírica será empreendida através do monitoramento e coleta de dados desenvolvida pelo Grislab (Laboratório de Análise de Acontecimentos). A análise do material textual será feita através de diferentes instrumentos analíticos: análise de conteúdo, análise da performance dos atores, análise do enquadramento e formato das interações. As leituras sobre o cenário sócio-político brasileiro nos permitirão a contextualização das falas e representações produzidas, e a interpretação do horizonte de sentido aberto pelos acontecimentos.

Pesquisador: Dr. WILSON GOMES

2015 - Atual - DEMOCRACIA DIGITAL: PROBLEMAS E PERSPECTIVAS
Descrição: 
Trata-se de projeto de pesquisa sobre os efeitos sociais das tecnologias digitais, mais especificamente, sobre os efeitos (os espontâneos e os que resultam de planejamento e implementação) do universo digital sobre as instituições da política e sobre a cidadania, do ponto de vista da democracia. Durante duas décadas a pesquisa sobre (a ideia) de democracia digital esteve concentrada: (a) na indicação das enormes transformações futuras que as TICs (como se dizia à época) iriam causar à vida social e à democracia ? fase 1; (b) na oferta de um tipologia de modelos de e-democracia, seguindo o que também era moda em teoria democrática, os modelos de democracia ? fase 2. Neste momento, a pesquisa tende a concentrar o foco em questões de teoria política e de teoria democrática que concernem diretamente à estrutura, ao planejamento e à implementação de iniciativas e projetos concretos de e-democracia que se espalham mundo afora. Isso implica que a própria pesquisa, mesmo aquela orientada mais conceitualmente numa espécie de Teoria da eDemocracia, precisa estar próxima da análise e avaliação de experiências, do desenvolvimento de produtos, processos e métodos de democracia digital, dos problemas e perspectivas envolvidos nas iniciativas concretas para promover a democracia por meio de tecnologia. Em coerência com esta premissa, este projeto tem como objetivos: a)    Revisar os últimos (quase) vinte anos da literatura científica sobre democracia digital , para entender as questões enfrentadas e tratadas, as perspectivas dominantes, as diferentes tradições e desdobramentos. b) Considerar o estado atual da pesquisa em democracia digital ? centrada em projetos e concentrada nas dimensões e requisitos concretos da democracia como participação e transparência ? e examinar as questões de teoria democrática implicadas nas tendências dominantes no campo da experimentação em e-democracia e nos discursos produzidos pelo Estado, organismos da sociedade civil e agências internacionais para promover e justificar as iniciativas em curso. c) Monitorar continuamente o estado da e-democracia brasileira, acompanhando as iniciativas mais bem sucedidas e investigando fatores responsáveis pelos insucessos de outras (neste caso contando com o apoio dos pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Democracia Digital da UFBA, coordenado pelo autor deste projeto); d) Desenvolver e aplicar instrumentos de avaliação de projetos, iniciativas e ações planejadas e espontâneas de e-democracia no Brasil, comparando-os com o que se faz internacionalmente.

Campanhas de Interesse Público

Notícias

Textos e Opiniões

  Atualizar Código