Briozoários

Os briozoários são animais invertebrados e de hábito colonial. Os indivíduos das colônias, denominados zoóides, são cilíndricos, dotados de anel de tentáculos e fisicamente conectados entre si. O zoóide tem cerca de 0,5 mm de comprimento.

Os briozoários são sésseis e encontrados incrustados em qualquer material aquático. O grupo é constituído por animais predominantemente encontrados em água salgada, mas também ocorrendo em água doce. No ambiente marinho podem ser encontrados em todas as profundidades, sendo, porém, mais comuns em águas rasas nos mares tropicais. Os briozoários marinhos possuem um esqueleto calcário e participam da construção de recifes.

Habitam preferencialmente águas límpidas e alimentam-se de plâncton, como as diatomáceas e os radiolários . Existem desde o Ordoviciano e são abundantes nos dias atuais. Nos sedimentos e rochas podem ser encontrados fragmentos de suas colônias.

 

 

Leituras recomendadas:

TáVORA, V.A. Briozoários. In: CARVALHO, I.S. (ed) Paleontologia. Rio de Janeiro: Interciência, 2004. p.639-650.

SOUZA, F.B.C; GOMES, R.C.T. Os fósseis da bacia de Sergipe-Alagoas: Os Briozoários. Phoenix, n.24, 2000. http://www.phoenix.org.br/Phoenix24_Dez00.html