Linhas de Pesquisa

Lp1 - Políticas Públicas, Ação Coletiva e Governança

Focaliza o Estado e seu papel incorporando dimensões de regulação, planejamento e controle sociais. Analisa as interações entre sociedade e Estado, o processo de formulação e implementação de políticas públicas, discutindo as demandas sociais e as relações com as instituições privadas. Identifica e analisa os efeitos socioeconômicos das políticas públicas sobre o desenvolvimento agrícola e rural brasileiro. Investiga as diferentes formas de governança, organização, reunião, conflitos e ampliação ou perda de legitimidade de grupos na sociedade. Propõe a interpretação de formas de acesso, disputas, compartilhamento de recursos entre indivíduos e grupos sociais, considerando as potencialidades e ameaças à gestão do desenvolvimento rural.

Lp2 - Sistemas Agroalimentares, Mercados e Segurança Alimentar e Nutricional

Focaliza as estruturas e dinâmicas dos sistemas agroalimentares e suas manifestações, tanto em nível setorial quanto territorial. O foco volta-se para as interações entre os diferentes atores, grupos, organizações e movimentos que participam da construção de cadeias e mercados agroalimentares, as instituições (normas, regras, leis, padrões, políticas, dispositivos, certificações) que interagem e regulam este processo, bem como as estratégias e sistemas para a realização da segurança alimentar e nutricional. Analisa as dinâmicas relacionadas à alimentação, vulnerabilidade, consumo e conformações dos mercados, transições nos regimes alimentares, sustentabilidade e biodiversidade em suas interfaces com os alimentos e a alimentação, cooperativismo e associativismo. Problematiza a relação dos sistemas agroalimentares e a realização do direito humano à alimentação adequada.

Lp3 - Sistemas Agrários, Estruturas Produtivas e Agroecologia

Focaliza as construções teórico-conceituais e metodológicas relacionadas aos sistemas agrários, sistemas sociotécnicos e produtivos, suas dinâmicas e evolução. Analisa as relações que determinam dinâmicas ambientais, sociais e econômicas, sua interdependência e complexidade em processos relacionados à obtenção de sustentabilidade no desenvolvimento. Investiga aspectos sociais e técnicos relacionados à agroecologia e às agriculturas sustentáveis, problematizando as dinâmicas relativas a conhecimentos, inovações e soberania alimentar.

Lp4 - Mediações Político-culturais e Ambientais

Analisa a diversidade e a heterogeneidade das formações ambientais nos espaços rurais. Investiga as associações entre os processos ambientais e as transformações do padrão técnico agrícola, as mudanças produtivas, a forma de utilização da terra. Estuda as formas sociais de produção, de apropriação do ambiente e as relações sociais de trabalho. Enfatiza as mediações políticas, ideológicas e culturais, os atores e os sujeitos sociais, as organizações sindicais, os movimentos sociais, as organizações e instituições públicas e privadas. Investiga as transformações demográficas e as relações étnicas, raciais, de gênero e geração. Analisa as alterações dos processos sucessórios, de transferência patrimonial e as relações de reciprocidade e sociabilidade.

Lp5 - Territorialidades, Bem-viver, Alimentação e Saúde

Focaliza as problemáticas emergentes em torno de economias baseadas nas noções de solidariedade, reciprocidade e de bem-viver nas suas interseções com as questões de saúde, as territorialidades tradicionais e as práticas sustentáveis, possibilitando exercícios reflexivos e críticos. Analisa projetos na área da saúde ambiental e humana, saúde coletiva e segurança alimentar e nutricional de agricultores familiares, povos e comunidades tradicionais. Abarca também a análise dos impactos de modelos de produção rural particularmente agressivos para a saúde do trabalhador rural e para a qualidade ambiental. Investiga, a partir de perspectivas descoloniais e latino-americanas, os modos como se expressam os projetos e ações de desenvolvimento rural, limitando os processos de transformação social. Analisa os movimentos e críticas sociais tendo como horizonte as práticas de descolonização.

 


Linhas de Pesquisa INATIVAS

Dinâmicas Socioambientais no Espaço Rural (linha Inativa)

Aprofunda o debate e a reflexão acadêmica sobre as principais teorias sociais contemporâneas que tratam do desenvolvimento, incorporando a problemática ambiental e a interdisciplinaridade. Analisa as formas de uso do espaço rural e agrícola dentro de uma perspectiva de sustentabilidade em suas diversas dimensões. Identifica e analisa as influências e determinações do "componente ambiental" na dinâmica dos sistemas produtivos agrícolas.

Estado, Políticas Públicas e Desenvolvimento Rural (linha Inativa)

Focaliza o Estado e seu papel como instância de regulação, planejamento e controle da sociedade. Analisa o processo de formulação e implementação de políticas públicas, discutindo as demandas sociais e as relações com as instituições privadas. Identifica e analisa os efeitos econômicos e sociais das políticas públicas sobre o desenvolvimento agrícola e rural brasileiro. Estuda as transformações no cenário internacional e nacional na organização, funcionamento e competitividade das atividades econômicas no meio rural, bem como os impactos sobre seus resultados econômicos e sociais. Investiga a formação dos complexos agroindustriais, analisando as relações existentes entre a indústria fornecedora de insumos, a produção agrícola, a indústria processadora, a distribuição e o consumo de produtos de base agrícola.

Mediações Político-culturais, Estruturas Produtivas e Formas Sociais do Mundo Rural (linha Inativa)

Analisa a diversidade e a heterogeneidade das formações sociais agrárias. Investiga as associações entre os processos sociais e as transformações do padrão técnico agrícola, as mudanças produtivas, a forma de utilização da terra, as relações intersetoriais e a estrutura de ocupações e processos de trabalho em ambientes agrários. Estuda as formas sociais de produção e as relações sociais de trabalho existentes no espaço rural. Enfatiza as mediações políticas, ideológicas e culturais, os atores e os sujeitos sociais proponentes, as organizações sindicais, os movimentos sociais, as organizações e instituições públicas e privadas. Investiga as transformações nas relações sociais, étnicas, raciais e culturais decorrentes de processos de exclusão e marginalização. Analisa as alterações dos processos sucessórios e de transferência patrimonial e as rupturas dos padrões de reciprocidade e sociabilidade no mundo rural.

« Setembro 2018 »
Setembro
DoSeTeQuQuSeSa
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30