Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais
Página Inicial / Sobre medicamentos

Sobre medicamentos

Características que podem ajudar você a reconhecer alguns dos diferentes tipos de medicamentos comercializados no Brasil

Por definição, remédio é todo e qualquer tipo de cuidado utilizado para curar ou aliviar doenças, sintomas, desconforto e mal-estar. Portanto, um remédio poderá ser tanto um medicamento vendido em farmácias e receitado pelos médicos, quanto um chá, banho quente ou massagem, por exemplo.

Um remédio pode não ser um medicamento, mas todo medicamento é um remédio.

Abaixo, acompanhe características que podem ajudar você a reconhecer alguns dos diferentes tipos de medicamentos comercializados no Brasil:

Medicamentos industrializados: são aqueles vendidos em farmácias e drogarias e comercializados em caixas, cartelas ou envelopes. Independentemente do tipo da embalagem, nelas constam informações como o nome do medicamento, a substância ativa, sua concentração, fabricante, lote, fabricação, validade, entre outras. Os dados sobre indicações, efeitos colaterais, contraindicações e cuidados de conservação estão em um documento conhecido como bula.

Medicamentos genéricos: são medicamentos industrializados que trazem, em sua embalagem, além das informações do nome do medicamento, substância ativa, concentração, fabricante, lote, fabricação e validade, uma tarja amarela com a inscrição: “G Medicamento Genérico”. Esta inscrição aparece na caixa ou na cartela/envelope onde o medicamento é vendido. Os dados sobre indicações, efeitos colaterais, contraindicações e cuidados de conservação também podem ser encontradas na bula que o acompanha.

Medicamentos manipulados: são comprados em farmácias de manipulação. São produzidos individualmente para cada paciente. Para isso, o paciente precisa apresentar, na farmácia, a receita médica onde constam o nome do princípio ativo, sua concentração e a quantidade que deve ser manipulada.

No seu rótulo constam informações sobre a farmácia responsável pela manipulação, o nome do paciente, nome do medicamento, data de validade, farmacêutico responsável e outros. Não apresentam bula.

As informações sobre o uso, possíveis efeitos colaterais e contraindicações devem ser prestadas pelo prescritor e pelo farmacêutico na entrega do medicamento na farmácia.

Medicamentos homeopáticos: podem ser encontrados tanto em farmácias e drogarias. Geralmente são encontrados em frascos de vidro âmbar (escuro) com conta-gotas ou em frascos com tampa, quando na forma de glóbulos (pequenas bolinhas de açúcar). Na sua embalagem, quando adquirido em farmácia de manipulação, podem constar as informações da farmácia e o nome do paciente, mas sempre, independente do local da compra, estará na embalagem o nome do medicamento e sua concentração, geralmente expressa por “CH” e “DH”.

PNAUM 2013. Desenvolvido por Miríade.